Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedista,Traumatologia e Medicina Esportiva: Fratura de Cotovelo: Olecrânio (olécrano)

Fratura de Cotovelo: Olecrânio (olécrano)


O que é o Olécrano ou olecrânio?
O Olecrânio ou olécrano é um a proeminência óssea da extremidade proximal da ulna. O Olecrânio e a parte de trás do cotovelo. O olécrano é o osso que apoiamos na mesa ao colocar o cotovelo sobre uma mesa. Ele está posicionado diretamente sob a pele do cotovelo, sem muita proteção de músculos e outros tecidos moles. Ele pode facilmente quebrar se você sofrer um golpe direto no cotovelo ou cair com o cotovelo dobrado.
 
Quais ossos compõem o cotovelo?
O cotovelo é composto por 3 ossos: úmero, úlna e rádio. O úmero é o osso do braço entre o ombro e o cotovelo.O radio é um dos ossos do antebraço entre o cotovelo e punho. Com a palma da mão voltada para cima, o radio é o osso do lado do "polegar" (lado lateral do antebraço, "lado de fora do braço").
A ulna é outro osso do antebraço entre o cotovelo e punho, correndo ao lado do radio. Com a palma da mão voltada para cima, a ulna esta do lado do dedo "mindinho" do antebraço (o lado medial, "de dentro do antebraço")

Quais as fraturas que ocorrem no cotovelo?
Várias superfícies ósseas podem fraturar no cotovelo. entre essas podemos destacar o olecrânio e coronóide na ulna, cabeça do rádio,  região supracondileana e epicondilos no terço distal do úmero.

Como ocorrem as fraturas de olecrânio?
Fraturas de Olécrano podem ocorrer de várias maneiras: uma queda com trauma direto no cotovelo ou por ter sido atingido por um objeto rígido (taco de beisebol, o painel do carro durante uma colisão.
As fraturas podem ocorrer também de modo indireto. Isso pode acontecer por aterrissagem com o  braço estendido na queda o punho colide contra o chão com o cotovelo travado para fora. O músculo tríceps braquial traciona a parte traseira do braço arrancando parte da ponta da ulna.

Quais os Sintomas da fratura de olecrânio? 
Dor súbita, intensa no cotovelo após uma queda
Incapacidade de esticar o cotovelo
Inchaço sobre o local
Ferimento em torno do cotovelo
dor ao toque
Dormência em um ou mais dedos
Dor com o movimento da articulação do cotovelo

Como é feito o Diagnóstico na fratura de olecrânio?
Um paciente com uma fratura do olécrano normalmente irá para a sala de emergência por causa do cotovelo será muito dolorosa e incapaz de se mover. Durante o exame o médico examina a pele para ver se há alguma laceração (cortes). As lacerações podem ser causados ​​por fragmentos de ossos e podem levar a um aumento do risco de infecção. ( fratura exposta)
O médico pode pedir ao paciente para tentar esticar o cotovelo. Às vezes, o paciente será capaz de fazer isso, e às vezes não.
O médico pode examinar o ombro do paciente, braço, antebraço, punho e mão,  mesmo que o paciente só se queixe de dor no cotovelo.

Quais exames complementares são realizados para avaliar a fratura de cotovelo?
São realizados exames de Raios-X do cotovelo em AP, Perfil eventualmente em outras posições obliquas para confirmar a fratura e identificar todos os fragmentos. Os raios X também pode revelar outras fraturas além da fratura do olecrânio tais como luxações. Algumas vezes são realizados Raios-X  do braço, antebraço, ombro, punho e / ou da mão, com base no julgamento do médico e baseado em queixas do paciente. Estes exames de raios-X podem revelar outras lesões, como fraturas ou luxações em outros locais.
Tratamento

Nem todas as fraturas do olécrano requerem cirurgia.
O tratamento não cirúrgico

Algumas fraturas do olécrano requerem apenas uma tala ou tipóia para manter o cotovelo no lugar, durante o processo de cicatrização. O médico irá acompanhar de perto a cicatrização da fratura, até o retorno do paciente à clínica. Se nenhum dos fragmentos ósseos estiverem "fora de lugar" depois de algumas semanas, o médico irá permitir que o paciente comece a  mover delicadamente o cotovelo. Isso pode exigir visitas com um fisioterapeuta. Ao paciente não será permitido levantar qualquer coisa com o braço quebrado por algumas semanas. Uma abordagem não-cirúrgica de fratura de olécrano pode exigir longos períodos de imobilização. O cotovelo pode ficar dura e exigir um longo período de fisioterapia após a retirada do gesso  para recuperar os movimentos. Caso ocorram mudanças na posição da fratura, o paciente pode necessitar de cirurgia para colocar os ossos de volta no lugar.
 

Como é o tratamento cirúrgico?
Tratamento Cirúrgico. 
A cirurgia para tratar uma fratura do olécrano é geralmente necessária quando a fratura está fora de lugar (" fragmentos deslocados"). O músculo tríceps insere-se no olécrano ele é responsável por estender  o cotovelo, é importante que os fragmentos estejam reduzidos anatomicamente para permitir um movimento livre do cotovelo.
Na fratura  "aberta"  ou exposta os pedaços de ossos cortam a pele. Como o risco de infecção é maior em uma fratura exposta, o paciente receberá antibióticos pela veia (intravenosa), e pode necessitar de uma vacina antitetânico. A fratura exposta do cotovelo exige cirurgia para limpar os fragmentos ósseos e diminuir a incidência de infecção.  O osso normalmente será fixado durante a mesma cirurgia.

Técnica cirúrgica. O cirurgião geralmente faz uma incisão sobre a parte de trás do cotovelo e em seguida, coloca os pedaços de osso de volta no lugar. Existem várias maneiras para manter os pedaços de osso no lugar. O cirurgião pode optar por usar:
Pinos / fios de kirshinner
Parafusos
Placas e parafusos
Suturas (pontos) nos ossos e tendões
Uma cirurgia para fratura do olécrano pode ser realizada juntamente com a fixação da banda de tensão (ilustração e raios-X ao lado).



Fratura de olecrânio fixada com Placa e parafusos. Essa técnica em geral é usada para fratura multifragmentadas ( Fratura cominutiva)

Se alguns dos ossos está faltando ou foi esmagado além do reparo (fragmentos de osso perdido através de uma ferida durante um acidente), a fratura pode exigir preenchimento ósseo com enxerto. Preenchimento ósseo pode ser fornecido pelo osso do próprio paciente (geralmente retirados da pelve) ou de osso de um banco de ossos (a partir de um doador), ou um material artificial que contenham cálcio.


Há risco de Infecção com a cirurgia para osteossíntese?
Sim, Há um risco de infecção com qualquer cirurgia, seja para uma fratura de olécrano ou qualquer outra cirurgia.

O pós operatório é doloroso?
A dor é associada com a qualquer cirurgia. A dor é controlada na sala de cirurgia por uma equipe de anestesia, que pode colocar o paciente sob anestesia geral ou um bloqueio. O médico irá discutir o método de anestesia com o paciente antes da cirurgia. Após a cirurgia, a dor é controlada com uma combinação de medicamentos analgésicos para a dor .

A cirurgia garante uma boa evolução da fratura de Olecrânio?
A cirurgia não garante a cura da fratura porém é um bom caminho para se alcançar a consolidação. O risco de não consolidação aumenta quando o paciente não segue as instruções do médico após a cirurgia.
Outros problemas de saúde podem lentificar o processo de cicatrização da fratura, como fumar ou usar outros produtos do tabaco e também o diabetes.
Se a fratura foi associada com um corte na pele (uma "fratura exposta"), a cura é geralmente mais lento. Se a fratura não cicatriza ( pseudartrose), uma nova cirurgia pode ser necessária.

Quais os objetivos da cirurgia para fratura de olécrano?
O objetivo final do tratamento de uma fratura do olécrano é recuperar o movimento total do cotovelo, como era antes da lesão. A maioria dos pacientes retorna às atividades normais, dentro de aproximadamente quatro meses, embora a cura completa possa levar mais tempo.
 
No pós operatória da osteossintese de olecrânio, preciso ficar com o braço imobilizado?
Após a cirurgia, o cotovelo do paciente pode ser imobilizado por um curto período de tempo. O paciente pode usar uma tipóia que proporciona conforto. O cirurgião geralmente remove pontos com 10 a 14 dias após a cirurgia. O paciente é muitas vezes impedido de levantar objetos com o braço quebrado por pelo menos seis semanas. Proposta de exercícios para o cotovelo e o antebraço devem começar logo após a cirurgia, por vezes, tão cedo quanto o dia seguinte a cirurgia.

Como é o pós operatório da cirurgia para osteossíntese da fratura de olecrânio?
A recuperação total de uma fratura do olécrano requer muito trabalho. É extremamente importante que os exercícios, uma vez iniciados, sejam realizadas várias vezes por dia, todos os dias. Além da fisioterapia com fisioterapeuta o paciente deve ainda fazer exercícios em casa todos os dias. Os exercícios só fazem diferença se eles são feitos regularmente. Recuperar a força muitas vezes leva mais tempo do que o esperado, às vezes, seis meses ou mais.

O paciente com trafura de cotovelo pode dirigir?
Restrições sobre a condução de veiculos são geralmente baseados no braço que está lesionado (o braço direito é usado para passar a marcha, por exemplo). Analgésicos narcóticos como a morfina e codeína prejudicam o julgamento e, portanto, prejudicam a capacidade de conduzir um veículo.
 
Considerações
Mesmo após a cura da fratura o movimento total do cotovelo pode não ser possível. Na maioria destes casos, o paciente não pode esticar completamente o seu braço. Normalmente, a perda de alguns graus de extensão não terá um impacto sobre a forma como o braço vai trabalhar no futuro, inclusive para esportes ou trabalho pesado. A perda de uma quantidade significativa de movimento pode necessitar de terapia física intensiva, órtese especial, ou uma nova cirurgia para corrigir esse problema.  

Quais são as Perguntas para fazer ao seu médico ortopedista após a fratura de olecrânio?
Quando posso começar a usar o meu braço para levantar objetos pesados?
Quando posso começar a mover o cotovelo?
Há algum fator que possa fazer a minha cura demorar mais tempo?
Quais são os riscos da cirurgia?
O que posso esperar para o futuro próximo e distante?


Leia mais sobre Luxação do Cotovelo

Dr Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologia e Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 27/04/2011

35 comentários:

  1. Caro Sr. Carlos somente seguidores do blog podem postar comentários e perguntas

    ResponderExcluir
  2. oi doutor,e a segunda vez q quebrei o braço e ranquei o jesso 03/05/2012.e esta um pouco inchado em baixo,e quando faço um movimento com o pulsso doí.isso e normal??
    obrigado.
    email:wellington_douglasm10@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Arrancar o gesso sem orientação médica é errado, volte ao seu ortopedista imediatamente e converse com ele.

    ResponderExcluir
  4. Jeferson Dantas

    Boa noite,quebrei o úmero direito com fratura exposta,coloquei uma placa com 6 parafusos,quero saber se terei a mesma força de antes com o braço?Obrigado.

    a força pode ser independente da fratura, se os músculos, tendões e nervos estiverem normais a força pode retornar normalmente.

    ResponderExcluir
  5. Doutor,fraturei o olécrano e fiz a cirurgia com a instalação de bandas de tensão exatamente como a figura da sua postagem.Hoje,37 dias após e 7 sessões de fisioterapia,meu braço permanece praticamente esticado .Alguma coisa deu errado?O que é ortese especial?Como consiste a cirurgia para corrigir o meu problema?Estou mui pessimista ,confesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A banda de tensão tem como princípio transformar as forças de tensão em compressão e permitir a consolidação da fratura. Para saber o que está acontecendo um ortopedista precisa examinar você e ver seus exames radiológicos.

      Excluir
  6. Doutor,fraturei o olécrano e fiz a cirurgia com a instalação de bandas de tensão exatamente como a figura da sua postagem.Hoje,37 dias após e 7 sessões de fisioterapia,meu braço permanece praticamente esticado .Alguma coisa deu errado?O que é ortese especial?Como consiste a cirurgia para corrigir o meu problema?Estou mui pessimista ,confesso.

    ResponderExcluir
  7. Ola Dr, fiz uma segunda cirurgia para retirada de pinos do cotovelo, mesmo antes ficava acumulada um grande exesso de liquido no cotovelo, e após a retirada dos pinos gostaria de saber se a secreção ira desaparecer tomando os antibioticos ou sera necessario fazer a retirada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para responder a sua pergunta precisaria examiná-la. Não sei se o acúmulo de líquido é secreção purulenta ou serosa por uma bursite reacional, e esta esta ou não relacionada ao material de síntese. Resumindo sem examinar não tenho que orientar. Converse com seu ortopedista

      Excluir
  8. Muito esclarecedor esse seu texto, parabéns!!! Eu fiz esta mesma cirurgia e como conseqüência, perdi cerca de 7% do movimento de extensão do braço direito, segundo o meu ortopedista. Gostaria de saber se há na Classificação Internacional de Doença um código específico para essa Fratura de Cotovelo: Olecrânio (olécrano).

    ResponderExcluir
  9. Poderia me esclarecer uma dúvida?
    Esta fratura, com uma perda de cerca de 7% do movimento de extensão, pode a pessoa ser considerada como deficiente, com base na legislação abaixo?

    "LEI Nº 2298, DE 28 DE JULHO DE 1994 - ANEXO ÚNICO

    CRITÉRIO DE PESSOA DEFICIENTE:
    1 - A que apresenta redução ou ausência de função física: tetraplegia, paraplegia, hemiplegia, monoplegia, diplegia, membros com deformidade congênita ou adquirida não produzida por doenças crônicas e/ou degenerativas.

    - Não se enquadram no item I as deformidades estéticas ou as que não produzam dificuldades para execução de funções.”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro um médico perito para responder a sua pergunta

      Excluir
  10. Fraturei a "cabeça" do rádio e meu braço ficou engessado por 22 dias. Hoje, trinta dias após a fratura ainda não estou fazendo fisioterapia, mas sinto dores no local e não estou conseguindo fazer alguns movimentos, nem mesmo comer com a mão direita. Isso é normal ou terei que voltar ao meu ortopedista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu tratamento ainda não terminou, você deve retornar ao seu ortopedista.

      Excluir
  11. Dr. eu sofri uma pancada no cotovelo, na hora ficou inchado e uma dor muito grande, mas conseguia mover o braço. Comecei a tomar Profenid e o inchaço passou e a região em volta não apresenta dor, contudo já se passaram 2 semanas e quando toco na ponta do osso do cotovelo doe muito sem falar que é uma área em que se magoa sempre! abraço

    ResponderExcluir
  12. triquei o cotovelo e umalev luxação no pulso fiquei uma semana com gesso tirei o medico disse q esta ok agora virou um pouco o braço sem sentir dor mas nao estico totalmente e nem encolho totalmente, nao consigo fazer força nem pegar peso doi o nervo e o pulso qlq apoio doi isso é normal?

    ResponderExcluir
  13. doutor quanto tempo dura para sarar uma trincadura no braço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse blog tem um post sobre consolidação de fraturas, acho que pode ajudá-lo.

      Excluir
  14. já não vejo a hora de me rcuperar muito obrigada doutor marcos britto da silva

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Drº. Marcos. Para esse tipo de cirurgia é necessário anestesia geral? obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A técnica anestésica deve ser discutida com o anestesista e depende do decúbito na hora da cirurgia, com decúbito ventral geralmente é feita a anestesia geral.

      Excluir
  16. poderia me ajudar eu ando de BMX e tive um fratura a um ano e ate hoje meu braço não estica e cai nesse domingo e já como ele não esticava fico mais ruim fui em varios medicos e eles dizem que nao tem fratura poderia me dizer q causa por ele nao esticar?

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde dr.

    bem sofrir uma queda de moto e faturei o cotovelo esquerdo, na qual foi usado na cirurgia dois fio e um parafuso, um mes depois um dos fio foi retirado e com 40 dias pos cirurgia um outro fio surge acho que deve ser retirado novamente e o mais curioso é o que mais me preocupa é por que na minha impreção o meu braço esta afinando, lembrando que pasei 42 dias para realizar a cirurgia. o que vc pode me informa a respeito da minha situação, pois já passei oito dias internado por infcção.

    andrecamocim@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Importante sempre seguir a orientação médicas e não fazer movimentos proibidos pelo ortopedista. A infecção deve ser avaliada com cuidado e pode ser necessário a permanência num hospital como no seu caso.

      Excluir
  18. Bom dia Doutor..Gostaria de agendar uma consulta com o Senhor, o senhor só atende particular ou algum plano? Gostaria de se possível uma resposta pois o meu caso é um pouco grave
    Obrigado

    Diego

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para agendar uma consulta pode ligar para o consultório.

      Excluir
  19. ola dr marcos o meu problema e que nao estico o cotovelo direito falta pouco para esticar ele totalmente eu fiz muita fisioterapia apos a cirurgia na epoca e carrego peso as veses eu alongo ele mas isso fere minha auto estima e notavel que ele esta mais curto tem solucao para o meu problema dr por favor me responda obrigado

    ResponderExcluir
  20. A gravidade da fratura em algumas situações provoca perda dos últimos graus de movimento, consulte um ortopedista para que ele lhe diga se é possível fazer uma cirurgia para liberar a articulação do cotovelo.

    ResponderExcluir
  21. Olá Doutor, Trinquei o cotovelo em 2006, e após retirada do Gesso coisa que fiz em casa e claramente não deveria ter feito não conseguia esticar totalmente o braço, e hoje após varios anos comecei sentir uma dor no cotovelo ao tentar fechar o braço, o que poderia ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deveria retornar ao ortopedista para avaliar seu cotovelo

      Excluir
  22. Doutor Marcos Britto, quebrei a ponta do cotovelo e só foi feita cirurgia dois meses depois. Na cirurgia foi utilizado fios para unir os ossos, por que foi detectado fratura no olecrano. Passei 1 mes e 15 dias para retirar o gesso, agora com 2 meses de fisioterapia estou sentido fortes dores que as vezes intensificam ate a parte da coluna.Meu braço nao fecha, mas consigo estica-lo quase todo. No raio-x meu osso cresceu, mas a parte trincada ainda aparece; Gostaria de saber se as dores sao normais, por que estou vivendo a base de anti-inflamatorio. Nao acho isso certo, Por favor ficarei a espera de sua opiniao. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em alguns casos a consolidação da fratura pode atrasar, você deve manter o acompanhamento com seu ortopedista que irá que orientar em relação aos próximos passos.

      Excluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG
http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html
Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Últimas Artigos Revisados ou Publicados

Vídeos com Aulas e entrevistas com Dr. Marcos Britto da Silva

Loading...

Video Artroscopia de Joelho - Meniscectomia

Video Luxação Acromio Clavicular no Ombro

Video de Reconstrução do LCA

Localize Artigos por data