Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: Neuroma de Morton Tratamento com Radiofrequencia

Neuroma de Morton Tratamento com Radiofrequencia

Em 2010 O tratamento do Neuroma de Morton com radiofrequencia foi descrito por um grupo de Ortopedistas Australianos*. O tratamento consiste na destruição do tecido nervoso gerado pelo calor da ponteira de um equipamento de radiofrequencia.

Como é feito o tratamento do Neuroma de Morton com a Radiofrequencia?
Os autores relatam que o tratamento é feito com um procedimento percutáneo, o cirurgião localiza o ponto de maior dor e a seguir posiciona a ponteira de radiofrequencia sobre o local sob anestesia local. A ponteira de radiofrequencia gera calor de aproximadamente 90 graus centígrados e permanece nessa posição por aproximadamente 3 minutos, após a aplicação da radiofrequencia é feita injeção 01 cc de corticoide.

Qual o objetivo desse procedimento?
Em teoria ele equivaleria a cirurgia aberta no qual o nervo é retirado.

Qual a taxa de sucesso relatado no tratamento do Neuroma de Morton com radiofrequencia por esses autores?
18.4% dos pacientes obtiveram resolução completa dos sintomas,
55.3% obtiveram resolução parcial dos sintomas
26.3% não obtiveram melhora.
Esses resultados ainda não me encorajaram a usar esse método. Talvez no futuro com o uso de exames de imagem para guiar a agulha e posiciona-la mais precisamente sobre o Neuroma os resultados melhorem.


* Radio-frequency ablation for the treatment of Morton's neuroma. Genon, Michel P.1, Chin, Terence Y.2, Bedi, Harvinder S.2, Blackney, Mark C.2 ANZ Journal of Surgery; Sep2010, Vol. 80 Issue 9, p583-585, 3p, 1

2 comentários:

  1. Dr. Marcos, mais um pergunta sobre o neuroma de morton.
    O senhor realiza a descompressão do nervo intermetatarsal utilizando técnica endoscópica? Aquela descrita pelo Dr. Barrett lá em 1994.

    Mais uma pergunta... depois de ter feito a radiofreq, ainda seria indicado este procedimento?
    Falei com ela que será necessário verificar o grau de dano no nervo com a radio para medir o que ainda pode ser feito.

    Estamos em Brasília, mas nos deslocaríamos para o RJ para solucionar o problema.

    ResponderExcluir
  2. Os casos do Dr Barret que necessitaram de reoperação por não resolução da dor com descompressão endoscópica foram reoperados pela técnica aberta, acredito que seu caso deva ser manuseado me modo semelhante, porém precisaria examina-lo para saber se a cirurgia deve ser indicada agora ou existiriam outros tratamento não operatórios antes de indicar cirurgia.

    ResponderExcluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Postagens mais lidas na última semana