Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: 12/01/2011 - 01/01/2012

Como Escolher o melhor Plano de Saúde?


Como devo escolher um plano de saúde?
Você deve escolher um plano que seja adequado ao seu bolso, porém esse não deve ser o único parâmetro de escolha.

Tenho que ter um plano de saúde? Não posso usar o SUS?
Sim, você pode usar o SUS, você paga por ele querendo ou não, ele está embutido nos produtos que você compra (impostos). Infelizmente o governo não tem investido em alta tecnologia nos Hospitais Públicos, a excessão no Rio de Janeiro é o INTO que tem verba própria e trabalha com os melhores materiais. No Hospital do Fundão, da UFRJ  apesar se ser um Hospital Universitário, não temos acesso aos melhores materiais de síntese no momento.

Tendo um plano de saúde tenho garantido o direito de acesso aos melhores materiais e implantes?
Em teoria sim, porém na prática não necessariamente. Os planos de saúde são como os seguros de carro: ótimos na hora de contratar e difíceis de usar quando você precisa. As Operadoras de Saúde Suplementar foram criadas para repartir o risco entre os seus integrantes porém elas também visam o lucro e não estão dispostas a pagar pelos materiais mais caros, estão sempre procurando materiais similares mais baratos aos pedidos pelo cirurgião. 

Quais os critérios que devo usar para escolher o plano de saúde?
  1. Em quais hospitais vou poder internar se precisar de uma cirurgia?
  2. Posso escolher o médico que vai me operar ou terei que usar o médico indicado pela operadora?
  3. Se escolher um médico de fora da operadora de saúde terei direito a reembolso?
  4. Qual a base de cálculo para esse reembolso?
  5. Como tem sido o relacionamento desse plano de saúde com os médicos que confio.
Não basta escolher o plano que caiba no seu bolso, você tem que avaliar onde vai se internar. Um internação ocorre quando temos um problema mais grave ou  seremos submetidos a uma cirurgia. Nesse momento queremos os melhores médicos e os melhores hospitais. Os planos de saúde que sugiro aos meus pacientes são os que dão direito a livre escolha de Médicos e permitam a internação em bons Hospitais.

Dr. Marcos Britto da Silva
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 25/10/2013

Acessos ao Blog por Pais em 2012

1. Brazil 1.029.450
2. Portugal 68.400
3. (not set) 23.535
4. United States 7.940
5. Japan 1.746
6. United Kingdom 1.334
7. Switzerland 1.145
8. Germany 1.064
9. France 1.017
10. Canada 982
11. Italy 812
12. Angola 778
13. Spain 743
14. Mozambique 547
15. Argentina 376
16. Netherlands 368
17. Bolivia 347
18. Belgium 295
19. Australia 280
20. Paraguay 237
21. Cape Verde 232
22. Luxembourg 232
23. Mexico 197
24. Chile 175
25. Norway 160
26. Ireland 126
27. Sweden 107
28. Uruguay 107
29. Israel 94
30. India 91
31. Colombia 88
32. Venezuela 77
33. New Zealand 76
34. Austria 70
35. United Arab Emirates 68
36. Denmark 68
37. Peru 66
38. China 65
39. Romania 53
40. South Africa 44
41. Finland 42
42. Russia 42
43. Thailand 40
44. Macau 37
45. Ecuador 36
46. Greece 35
47. Czech Republic 33
48. Panama 32
49. Andorra 30
50. Poland 28
51. Singapore 25
52. Dominican Republic 23
53. South Korea 23
54. Indonesia 22
55. Lebanon 22
56. Senegal 22
57. Turkey 22
58. Namibia 21
59. Puerto Rico 20
60. Costa Rica 18
61. Hungary 18
62. Qatar 18
63. Slovakia 18
64. Haiti 17
65. Nigeria 15
66. Saudi Arabia 15
67. Ukraine 15
68. Jersey 13
69. Kuwait 13
70. Malta 13
71. Hong Kong 12
72. Lithuania 12
73. Taiwan 11
74. Croatia 10
75. Vietnam 10
76. Côte d’Ivoire 9
77. Cuba 9
78. Cyprus 9
79. Morocco 9
80. Philippines 9
81. Serbia 9
82. Timor-Leste 9
83. Albania 8
84. French Guiana 8
85. Jordan 7
86. Monaco 7
87. Slovenia 7
88. Bulgaria 6
89. Iceland 6
90. Aruba 5
91. Algeria 5
92. Egypt 5
93. Guatemala 5
94. Guyana 5
95. Honduras 5
96. Liechtenstein 5
97. Macedonia [FYROM] 5
98. Nicaragua 5
99. Oman 5
100. El Salvador 5
101. Tunisia 5
102. Burkina Faso 4
103. Iran 4
104. Latvia 4
105. Moldova 4
106. Palestinian Territories 4
107. Suriname 4
108. Benin 3
109. Estonia 3
110. Gabon 3
111. Guinea-Bissau 3
112. Cayman Islands 3
113. Kazakhstan 3
114. Martinique 3
115. Malaysia 3
116. São Tomé and Príncipe 3
117. Cameroon 2
118. Ghana 2
119. Guinea 2
120. Isle of Man 2
121. Kenya 2
122. Liberia 2
123. Libya 2
124. Trinidad and Tobago 2
125. Armenia 1
126. Netherlands Antilles 1
127. Azerbaijan 1
128. Bosnia and Herzegovina 1
129. Bahrain 1
130. Bermuda 1
131. Botswana 1
132. Belarus 1
133. Dominica 1
134. Ethiopia 1
135. Georgia 1
136. Guernsey 1
137. Gibraltar 1
138. Gambia 1
139. Iraq 1
140. Jamaica 1
141. Cambodia 1
142. Sri Lanka 1
143. Mali 1
144. Maldives 1
145. Malawi 1
146. Pakistan 1
147. Turks and Caicos Islands 1
148. Uzbekistan 1
149. Mayotte 1

UK Bribery Act: O que é a Lei anti-suborno do Reino Unido ?


O que é a Lei anti-suborno do Reino Unido (UK Bribery Act)?

É um estatuto jurídico semelhante ao “FCPA”, embora apresente algumas diferenças essenciais.  Em contraposição a outras Leis Anticorrupção, a legislação do Reino Unido define delitos criminais relativos a prática de suborno em transações comerciais assim como nos casos de participação de funcionários públicos oficiais.  A seguir, um sumário dos principais aspectos dos delitos criminais:

·         A lei do Reino Unido determina a criminalização de ofertas ou pagamentos de propina a qualquer pessoa, seja ela do setor público ou do setor privado.   O delito criminal pode ocorrer mediante oferta de vantagem pecuniária, ou qualquer outra vantagem, constituindo o incitamento de uma pessoa a desempenhar função ou atividade indevida (em outras palavras, uso ilícito da posição), ou o incitamento através de um prêmio em troca de conduta ilícita.
·         Da mesma forma, constitui crime requerer ou aceitar propina.  O delito criminal pode ocorrer quando uma pessoa requerer vantagem financeira, ou qualquer outra vantagem, motivada a desempenhar funções ou atividades ilícitas;
·         Estes delitos criminais também podem ocorrer quando a oferta ou demanda de vantagem financeira, ou qualquer outra vantagem, seja, por si, ilícita (em outras palavras, sem que haja qualquer outra conduta ilícita como consequência).
·         Outrossim, a lei estabelece um delito criminal adicional em caso de pagamento de propina a funcionário público estrangeiro, mediante oferta de vantagem financeira, ou qualquer outra vantagem, com a intenção de influenciar um funcionário público e obter ou reter uma vantagem nos negócios.

O que isto significa para mim?

·         Como Membro de Conselho, você deve aderir a todas as Leis Anticorrupção aplicáveis, inclusive o “FCPA” e o “UK Bribery Act”.
·         Você não deve dar, ou prometer que dará, dinheiro, objeto de valor ou qualquer outra vantagem à pessoa alguma em conexão com os seus Projetos através da GLG, sem antes obter autorização escrita neste sentido da GLG.
·         Você não deve exigir, ou receber, dinheiro, objeto de valor, ou qualquer outra vantagem, em conexão com os seus Projetos através da GLG, salvo o que haja sido previamente aprovado pela GLG.

Entrevista sobre Osteoporose


Ruptura do Tendão Patelar no Joelho.

O que é o tendão patelar?
O tendão patelar liga o músculo quadríceps a perna na Tuberosidade anterior da Tíbia. ( TAT)

A ruptura do tendão patelar é frequente?
Não, a ruptura do tendão patelar é um relativamente pouco frequente, porém muito incapacitante.  As pessoas no Brasil passaram a conhecer mais essa lesão do joelho após a Lesão do Ronaldo Fenômeno no Milan em 1999.

Qual a idade típica de lesão?
A ruptura do tendão patelar é mais comumente visto em pacientes com menos de 40 anos de idade. Porém temos observado a lesão em pacientes cada vez mais velhos e não são infrequentes lesões em pacientes com 55-65
Como ocorre a ruptura do tendão patelar?
A ruptura tende a ocorrem durante as atividades atléticas ou mesmo descer uma rampa correndo, A ruptura é provocada por uma contração violenta do quadríceps com o joelho flexionado.

Porque ocorre a ruptura do tendão patelar?
A Ruptura do tendão patelar representa a fase final de uma tendinopatia degenerativa resultante de microtraumas repetitivos do tendão. Esta ruptura pode ocorrer também com traumas menores nos pacientes cujos tendões estão enfraquecidos por doenças sistêmicas. Nesses casos o paciente em geral relata uma história prévia de dor na face anterior do joelho.

Como é feito o diagnóstico da Ruptura do tendão Patelar?
O diagnóstico é feita com base na presença de um defeito na face anterior do joelho, dolorosa e palpável na substância do tendão imediatamente abaixo da rótula, a rótula em geral sobe e fica mais alta em relação ao outro joelho, o paciente perde a capacidade de esticar o joelho e para ficar em pé precisa colocar a não na parte da frente do joelho ou da coxa para impedir que o joelho flexione.

Quais exames confirmam a lesão do tendão patelar?
AS radiografias simples no joelho podem mostrar a rotula alta, nas rupturas parciais a ressonância e o ultrassom confirmam o diagnóstico.

Qual o prognóstico após uma ruptura do tendão patelar?
O prognóstico depende em grande parte no intervalo entre a lesão e o reparo. Cirurgia logo após a lesão é recomendado para melhorar os resultados. Após alguns dias a rotula sobe devido a contração do quadriceps e afasta as bordas tendinosas dificultanto a sutura e piorando o resultado pós operatório.

O paciente precisa de fisioterapia no pós operatório?
Sim, Um programa de reabilitação agressiva, enfatizando no início a amplitude de movimento, sem permitir carga e posterior fortalecimento do quadríceps, irá melhorar os resultados da cirurgia. 

Quais as principais complicações da ruptura do tendão patelar?
Pacientes que se submetem ao reparo após vários dias estão em risco para um resultado comprometido, com perda da flexão completa do joelho e diminuição da força do quadríceps. Na cirurgia retardada em geral conseguirmos restabelecer o mecanismo extensor, porém, com perda de força e flexibilidade, o que leva a dificuldade pora correr e praticar esportes

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedia, Traumatologia e Medicina do Esporte
Rio de Janeiro, RJ. Brasil
atualizado em 20/06/2011

Dor no Peito e Sindrome de Tietze

O que é a Síndrome de Tietze?
Síndrome de Tietze é uma inflamação entre a cartilagem costal e o externo. Podemos defini-la como uma externo-condrite.

Porque essa patologia recebe esse nome?
A externo-condrite foi descrita pelo cirurgião alemão Alexander Tietze que deu nome a síndrome.

Como a doença de manifesta?
A principal queixa da síndrome de Tietze é a dor aguda. Essa dor torácica aguda muitas vezes assusta o paciente que pensa que está infartando. Diferente do infarto ocorre aumento da dor com a palpação local a região fica dolorida e algumas vezes inchada (edema, aumento de volume local)

Quanto tempo dura a Síndrome de Tietze?
A duração é variável e está relacionada a sua causa. Pode duras poucos dias nos casos após esforços físicos porém a literatura salienta casos de ate 12 semanas nos casos de infecção viral.

A dor pode se tornar crônica?
Sim, porem isso é raro.

Quais as características da dor na Síndrome de Tietze?A dor pode ser idêntico a um ataque cardíaco e pode causar hiper ventilação, ataques de ansiedade, desmaios, ataques de pânico, torpor temporários e pseudo paralisia nos paciente mais ansiosos. A dor piora com a inspiração profunda e à leve palpação local.

O que causa a síndrome de Tietze?Não sabemos exatamente as causas da Síndrome de Tietze, porém muitas vezes resulta de um esforço físico, tosse repetida, espirros, vômitos, impactos no peito ou mesmo rir seguidamente .

Qual o diagnóstico diferencial?
Como os sintomas podem ser semelhantes é importante descartar um ataque cardíaco.

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte

Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 30/11/2011

Google+ Followers