Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: DEDO EM GATILHO

DEDO EM GATILHO


O dedo anelar está engatilhado O dedo em gatilho é uma condição que afeta os tendões flexores da mão e o polegar.O dedo em gatilho limita o movimento do dedo da mão, o dedo fica travado e não consegue esticar. Ao forçar o dedo estender ele estala e doi. Ao tentar esticar o dedo, ele irá travar.

Anatomia da Mão

A bainha dos tendões diminui o atrito entre os ossos e os tendões e lubrifica o tendão flexor enquanto esse se move. Os tendões são tecidos que ligam os músculos aos ossos. Ao contrair os músculos, tendões puxam os ossos. Isto é o que faz com que as partes do corpo para se movam. Os músculos que movem os dedos e o polegar estão localizados no antebraço, acima do pulso. Longos tendões - chamados os tendões flexores - estendem-se do antebraço até o dedos, quando contraímos esses músculos os tendões flexores movem as pequenas articulações dos dedos da mão.
Esses tendões flexores controlar os movimentos dos dedos e polegar. Quando o paciente dobra ou estica o dedo, o tendões atravessam um túnel apertado, chamada bainha do tendão, que mantém o tendão no lugar ao lado dos ossos.

Descrição
 Quando o tendão flexor inflama ele pode edemaciar e fica apertado para passar por baixo da bainha do tendão e pode ficar agarrado nesse ponto engatilhando ( travando) o dedo nessa posição. Como torna-se cada vez mais irritada, o tendão pode engrossar e nódulos pode formar, tornando sua passagem através do túnel mais difícil. A bainha tendão pode também engrossar, fazendo com que a abertura do túnel fique menor.

No paciente com dedo em gatilho, o tendão se torna momentaneamente preso na boca do túnel bainha do tendão ao tentar esticar o dedo. O paciente pode se sentir um pop com o deslizamentos tendão pelo espaço apertado e dedo, de repente, estica. Em algumas situações o dedo engatilha e não volta mais, ficando constantemente fletido

Causas do dedo em Gatilho
A causa do dedo em gatilho é geralmente desconhecida. Existem fatores que colocam as pessoas em maior risco de desenvolvê-lo.
  • Dedos em gatilho são mais comuns em mulheres do que homens.
  • Eles ocorrem mais freqüentemente em pessoas que estão entre as idades de 40 e 60 anos de idade.
  • Dedos em gatilho são mais comuns em pessoas com determinados problemas médicos, tais como diabetes e artrite reumatóide.
  • Dedos em gatilho podem ocorrer após as atividades físicas intensas com micro traumatismo na mão.
Quais os Sintomas do dedo em Gatilho?
Os sintomas de dedo no gatilho geralmente começam sem nenhum ferimento, embora possam seguir um período de uso intenso da mão.

Os sintomas podem incluir:

  • Dor
  • Inchaço
  • Dedo preso e sem movimento os estalando ao mover 
  • Dor ao dobrar ou esticar o dedo
  • Rigidez 
  • Piora dos sintomas com a inatividade ( exemplo ao acordar de manhã) 
  • um ou mais dedos podem ser afetados
  • O dedo  pode esticar sozinho somente com ajuda de outro dedo.

Exame médico
o dedo em gatilho pode ser diagnosticado com anamnese e exame clínico, em algumas situações o Ultrassom pode ajudar no diagnóstico diferencial.

Tratamento não-cirúrgico
Repouso, principalmente nos casos com sintomas leves, a imobilização pode ajudar em alguns casos porém o seu uso deve ser determinado pelo médico ortopedista.

Medicamentos
Medicamentos analgésicos, antinflamatórios não-esteróides anti-inflamatórios não esteróides (AINEs) podem ajudar no controle dos sintomas

Injeções de esteróides (infiltração) 
O seu médico ortopedista pode optar por injetar um corticosteróide - um medicamento anti-inflamatório poderoso - na bainha do tendão. Em alguns casos, isto melhora o problema apenas temporariamente e outra injeção é necessário. Se duas injeções não resolverem o problema pode ser indicado outros tratamentos e a cirurgia pode ser considerada.
As injeções são menos propensos a prestar socorro permanente em casos crônicos ou com doenças sistêmicas como o diabetes.

Tratamento Cirúrgico

O dedo em gatilho não é uma condição perigosa. A decisão da cirurgia pode ser uma opção do paciente, com base em quão grave são os seus sintomas e se as opções não cirúrgicos falharam. Além disso, se o dedo está preso em uma posição inclinada, o médico pode recomendar uma cirurgia para evitar a rigidez permanente.

Procedimento Cirúrgico
O objetivo da cirurgia é alargar a abertura do túnel de modo que o tendão possa deslizar através dele mais facilmente. Isso geralmente é feito em nível ambulatorial, ou seja, você não vai precisar passar a noite no hospital. A maioria das pessoas pode receber uma injeção de anestesia local para adormecer ( anestesiar) a mão para o procedimento.

A cirurgia é realizada através de uma pequena incisão na palma da mão ou por vezes, com a ponta de uma agulha. O túnel bainha do tendão é cortado. Quando ele cura a bainha está mais solta e o tendão tem mais espaço para se movimentar através dele.

Recuperação pós operatória
A maioria das pessoas são capazes de mover seus dedos imediatamente após a cirurgia.
É comum ter alguma dor na palma da mão durante alguns dias. Freqüentemente levantar a mão acima do coração pode ajudar a reduzir o inchaço e a dor.
A recuperação é normalmente completa dentro de algumas semanas, mas pode demorar até 6 meses para o inchaço e rigidez irem embora, a recuperação é mais lenta nos casos crônicos ou seja quando o paciente esperou muito para operar.

Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 01/05/2013

22 comentários:

  1. Boa noite, minha mãe está com esse problema e ela tem 76 anos porém ela consegue movimentar. O médico fez um raioX e não observou nada de anormal mas o problema continua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Rx não mostra o tendão, a radiografia é sempre normal nesses casos.

      Excluir
  2. Olá, tenho tido dores nas articulações das duas mãos, principalmente à noite, nos punhos parece não ter muita força e doe também. Quando acordo pela manhã sinto esses sintomas mais fortes. Os dedos parecem enrigecidos e principalmente no polegar da mão direita estou tendo dificuldades de dobra-lo, parece que um osso bate com o outro e trava meus movimentos, além da dor que dá. Movimento as mão até ficarem mais ou menos no normal. Sinto ardências também. Fui no neurologista e fiz o exame das agulhas, mas deu tudo normal, agora tenho encaminhamento para o reumatologista. Estou um pouco angustiada, pois não consigo dormir à noite normalmente. O neuro descartou tunel de carpo, então o que pode ser?Me de pelo menos uma sugestão. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá tenho 16 anos, tenho dedo em gatilho mas está em sintoma inicial, está nos dedos mindinhos das duas mãos, sinto o clique mais de manhã, e poucas vezes durante o dia, e não sinto dor, tenho feito somente alongamentos com os dedos, acha que só isso ira resolver meu problema??

    ResponderExcluir
  4. Meu polegar costumava a "travar", ele ficava esticado, e quando tentava dobrar ele estralava como se estivesse "destravando", eu nunca sentir dor por isso, mas eu não sei o que é. pode ser dedo em gatilho? A alguns dias eu prendi o mesmo dedo em um portão por acidente, e foi na regiao do tendão, não quebrou por sorte, mas eu ainda sinto um pouco dolorido. Como se estivesse meio preso, o movimento não e o mesmo do outro dedo, mas faz pouco tempo que machuquei, devo procurar um médico?

    ResponderExcluir
  5. Estou em tratamento de uma lesão no menisco,com desgaste e um edema no joelho, e agora li sua postagem sobre dedo engatilhado, problema esse que de vez em quando me incomoda, tinha muito receio de operar, mas suas postagens tão bem detalhadas me ajudaram a obter confiança.
    Obrigada por sua generosidade em usar seu tempo precioso nos trazendo explicações dos males que atinge nosso físico, e na maioria das vezes não recebemos informações tão preciosas que nos acalma e renova nosso ânimo.
    Que as bençãos de Deus estejam sobre sua vida.

    ResponderExcluir
  6. Dr. Marcos, estou com esse problema. Surgiu após eu começar a fazer exercícios na academia. Se eu parar com os exercícios isso passa sozinho??

    ResponderExcluir
  7. Dr.Marcos,

    Tenho os dedos anular e médio ( nas duas mãos)com este problema, já operei a mão direita (túnel do carpo) , e o ombro esquerdo (bursite entre outros), tenho diagnóstico de fibromialgia, mas estou achando que é outra coisa (ELA), tivemos 8 casos em nossa família, devo procurar um ortopedista ou um neurologista?

    Desde já grata pelo retorno.

    ResponderExcluir
  8. Olá, há alguns anos o meu dedao, das duas mãos, tem travado e destravado com o estalo, já li vários artigos sobre e o seu inclusive me faz ter certeza que meu problema se encaixa aqui, passei 4 dias fazendo projetos: desenhos, maquetes e escrita, e no 4º dia dava pra ver aquele osso (metecarpo, se não me engano) inchado, vermelho e com muita dor. Minha familia acha que não é nada demais, mas após essa semana fiquei com duvidas. Pode piorar caso continue fazendo trabalhos manuais? Tem algum exame que possa dar a analise? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor começar pelo exame físico com o ortopedista

      Excluir
  9. Muito obrigado pela informação. Comecei a sentir esses sintomas e não tinha noção doque poderia ser.

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho isso no meu dedo do pé esquerdo, aquele logo depois do dedão. De vez em quando ele mexe sozinho.

    ResponderExcluir
  11. Quebrei o polegar a cerca de um mês, a unha ficou preta já o movimento sem dor. O dedo está sensível ao toque foi quando toco objetos ou a ele mesmo é normal pelo tempo que ocorreu o trauma?

    ResponderExcluir
  12. Após um trauma grave que provoca Fratura pode ocorrer concomitantemente lesões nos nervos. Quando o nervo não é seccionado pode demorar, porém na maioria dos casos, os sintomas desaparecem com o passar dos meses.

    ResponderExcluir
  13. O meu polegar da mão direita ele fica dobrado e travado e bem firme, e quando eu puxo ele para trás ele estrala e fica travado pra trás. Ese processo é um pouco dolorido... tenho isso há muito tempo e sinto até vergonha de fazer um jóia com esse dedo por ele ser dobrado parece ser menor do que o da outra mão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha sugestão é de que você procure um ortopedista pois eventualmente há tratamento para essa problema. Não devemos ter medo de procurar o médico.

      Excluir
  14. Minha mão direita , todos os dedos não esticam completamente igual de outras pessoas , tenho 16 anos e sou diabético
    O que vc me recomenda ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve mostrar sua mão a um médico ortopedista. Através do exame físico ele pode ajudar a determinar se isso é um problema ou somente uma variação da normalidade

      Excluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Postagens mais lidas na última semana