Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: Osteoporose

Osteoporose

O que é a osteoporose ?

A osteoporose resulta de uma redução na quantidade e da qualidade do tecido ósseo e na deterioração da microestrutura óssea, levando a uma perda geral na resistência do osso e consequentemente maior risco de fratura. Enquanto parte do processo natural de envelhecimento, a osteoporose não afeta todos no mesmo grau. A condição é comum em todos os Países do mundo, os custos socioeconômicos anuais para osteoporose e fraturas relacionadas são imensos

Qual a incidência de osteoporose?

 Uma em cada três mulheres com idade entre 70 e 79 anos apresenta osteoporose no Norte da Europa e a incidência no Brasil é ainda maior, O osteoporose é revelada pela medição da densidade óssea no quadril. A osteoporose pode levar a fraturas após estresse menor no osso. Anualmente, a osteoporose está associada a aproximadamente 70.000 fraturas, das quais 18.000 são fraturas de quadril dados da Suécia. A qualidade de vida se deteriora em muitos pacientes com fratura de quadril e a taxa de mortalidade é alta. As fraturas de quadril são responsáveis ​​por mais da metade de todos os custos diretos com a saúde relacionados a fraturas.

Qual a Importância do Diagnóstico da osteoporose?

Pacientes com fraturas relacionadas à osteoporose são um grupo pouco tratado em relação à farmacoterapia e outras intervenções para prevenir novas fraturas. Um diagnóstico de osteoporose é raramente incluído nos relatórios de admissão ou alta de pacientes com fratura de quadril.

Quais os fatores de  risco para osteoporose?

Fatores importantes de risco para fraturas relacionadas à osteoporose que podem ser tratadas são inatividade física, baixo peso, tabagismo, alto consumo de álcool, tendência a cair, visão prejudicada, baixa exposição à luz solar e uso de corticosteroides.

Quais os fatores de risco para fraturas ?

A osteoporose é apenas um dos vários fatores de risco para fraturas. A mensuração da densidade óssea tem pouca probabilidade de prever fratura de quadril em indivíduos que, de outra forma, apresentam pequeno risco de fratura. Fatores de risco importantes que não podem ser influenciados incluem idade avançada, sexo feminino, fratura prévia e hereditariedade. O valor da medida da densidade óssea é maior naqueles com múltiplos fatores de risco.

Qual o Melhor método para prever fratura do quadril e da coluna ?

Nenhum método específico de diagnóstico ou local de medição é ideal para determinar o risco de fratura em todas as partes do esqueleto. A medição da densidade óssea no quadril é melhor para prever o risco de fratura de quadril. Medições nas vértebras são melhores para prever fratura vertebral. Há mais incerteza em relação às comparações dos vários métodos de medição - absorciometria de raios X de dupla energia (DXA), ultra-som e tomografia computadorizada (TC).

Qual o papel dos exercícios físicos na prevenção da osteoporose ?

O exercício físico durante pelo menos 30 minutos, 2 a 3 vezes por semana, tem um efeito positivo na densidade óssea em meninas e meninos. Este efeito provavelmente permanece ao longo da idade adulta jovem. A atividade física é particularmente importante em crianças e adolescentes, quando a massa óssea máxima é formada, porém também é muito importante na vida adulta e na terceira idade Treinamento com pesos, como saltos, exercícios aeróbicos, treinamento de resistência e levantamento de peso, provavelmente têm os maiores efeitos sobre a densidade óssea.

Qual a importância do leite e derivados na prevenção da osteoporose

Acredita-se que a alta ingestão de cálcio, principalmente de produtos lácteos, aumente a densidade óssea em crianças e adolescentes. Acredita-se que o aumento da ingestão de cálcio antes e depois da menopausa seja importante, mas os efeitos positivos são melhores com nutricionais como um todo.

Quem deve ser avaliado com densitometria óssea?

Não há evidências científicas para apoiar o uso da medida da densidade óssea como método de triagem em todos os indivíduos saudáveis ​​de meia-idade. No entanto, a medição da densidade óssea desempenha um papel importante no exame de indivíduos com múltiplos fatores de risco para prever seu risco de fratura e iniciar intervenções preventivas, principalmente nas mulheres no pós menopausa.

Quais as medicações básicas para tratar a osteoporose?

Farmacoterapia: Cálcio e vitamina D são eficientes para reduzir o risco de fratura de quadril e outras fraturas, exceto fraturas vertebrais, em mulheres idosas. O alendronato e o risedronato (bifosfonatos) demonstram reduzir o número de fraturas, principalmente fraturas vertebrais, em mulheres na pós-menopausa com osteoporose. O estrogênio tem mostrado reduzir o número de fraturas, mas sua aplicabilidade é limitada devido ao aumento do risco de efeitos colaterais indesejáveis. Moduladores seletivos de receptor de estrogênio (SERM) tem demostrado reduzir o risco de fraturas vertebrais em mulheres na pós-menopausa com osteoporose. Temos hoje também disponíveis medicações mais modernas que promovem o crescimento ósseo e tem eficiência na recuperação da massa óssea

Como evitar as quedas nos pacientes idosos?

Para reduzir o número de quedas em idosos, as seguintes intervenções mostraram-se importantes:

  • Melhorar a força muscular diminuin do a sarcopenia 
  • Treinamento de equilíbrio, Uso de bengala e muleta
  • Revisão das medicações 
  • Retirada de benzodiazepínicos e outras dobras depressoras do sistema nervoso central.
Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 17/05/2018







Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Google+ Followers