Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedista,Traumatologia e Medicina Esportiva: Edema Ósseo e Contusão óssea

Edema Ósseo e Contusão óssea

O que é o edema ósseo?
O edema ósseo é o edema que ocorre dentro do osso, ele está associado a um trauma periarticular. Observamos o edema ósseo na contusão óssea, nas fraturas e nas lesões ligamentares intra ou periarticulares.
O que é uma contusão óssea?
R. A contusão óssea é um diagnóstico relativamente recente e surgiu com a maior investigação feita após contusões e lesões nos atletas com o exame de ressonância nuclear magnética.  
Com o aumento do uso da ressonância observamos que alguns pacientes com lesões nos ligamentos articulares muitas vezes apresentavam sinais de edema intraósseo, esse edema é causado pela ruptura de algumas trabéculas ósseas. 
Essa ruptura de trabéculas é uma microfratura?
Sim, a região metafisária ( região próxima as articulações nos ossos longos como o fêmur e a tíbia) tem um grande quantidade de trabeculado ósseo. Rompendo somente algumas trabéculas o osso não perde a forma e não mostra uma fratura na radiografia simples. Essa é uma causa frequente de dor crônica periarticular pós contusão. Essas lesões ocorrem em atletas e não atletas. 
Em geral o tratamento consiste em evitar a carga sobre o membro machucado. O contusão óssea em geral não apresenta traço de fratura mesmo após algumas semanas, porém, em alguns casos mais graves, quando o paciente não faz repouso e pisa sobre o membro fraturado o osso da região metafisária pode colabar ( afundar ) deixando uma depressão dentro da articulação e levar a uma artrose secundária 
Fratura oculta é o mesmo que fratura de stress?
R. A fratura de stress é um tipo de fratura oculta. A fratura de stress é causada por microtraumas repetidos.
Essas fraturas são muito comuns nos membros inferiores de atletas corredores, principalmente na tíbia e nos metatarsos, porém, pode ocorrer em outros ossos. O diagnóstico precoce também pode ser feito com a ressonância que mostra uma área de " edema " ósseo. A fratura oculta em geral ocorre após um trauma agudo e a fratura de stress ocorre após um repetição de microtraumas. A fratura de stress pode ocorrer por exemplo após uma caminhada de várias horas, ou em pessoas que aumentaram de peso e estão caminhando ou  correndo para perder peso. Isso ocorre porque o esqueleto ainda não está forte o suficiente para aguentar aquela carga. 
O que ocorreu com o Elano na Copa do Mundo?
O diagnostico foi de edema ósseo no Talus (fornecido pelo Médico do Esporte que acompanhava a seleção) essa lesão provavelmente ocorreu no momento da falta criminosa que o jogador sofreu. Houve provavelmente o impacto do tálus contra a tíbia num movimento semelhante ou do entorse, porém, não houve fratura pois o pé estava no ar. Caso o pé estivesse apoiado no chão ele provavelmente teria uma fratura grave do Tornozelo ou na perna.

Dr Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 15/07/2014

62 comentários:

  1. Caro Dr. Marcos, sou Eduardo Gomes (edugomes96@hotmail.com) Fisioterapeuta, 33 anos de Belém-PA. Tenho uma paciente que relata caso de edema ósseo há mais de 3 anos, diagnóstico esse, confirmado através de RNM. A mesma durante esse período realizou tratamento fisioterapêutico e medicamentoso e condrotomia, em virtude de condromalácea patelar e ainda refere muita dor. Minha dúvida está no período de tempo para recuperação do edema. Não seria tempo suficiente para ainda aparecer esta lesão em uma Ressonância?

    ResponderExcluir
  2. há um ano uma bandeja caiu no meu pé na hora não coloquei nada no lugar. só que ficou inchado,não doi, coloco gelo mais o inchaço não diminuiu o que fazer? será que tem jeito?
    luciene conceição, 38 anos. salvador ba
    lucy-conceicao@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. boa tarde ,meu nome é Ronaldo ,sou jogador de futebol estou atualmente na Grecia ,tive uma lesao no tornozelo faz 2 meses e continuei treinando e jogando com dor ,mais semana passada nao aguentei mais e fiz uma ressonancia e deu Edema osseo ,mais aqui eles nao sabem o que fazer pra me recuperar fiquei ja 2 semanas sem fazer nada so fazendo fisio ,,,,,teria uma outra forma ou medicamento que me ajudasse a recuperar ,preciso de ajuda ,,,nao posso ficar mais tempo parado ,,,,,obrigado

    ResponderExcluir
  4. Seu perfil no blog não tem email, preciso do seu email para responder.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, Dr. Marcos.
    Chamo-me Andreia, tenho 22 anos e sou estudante de medicina.
    Escrevo porque faz na 3ªfeira que vem três semanas que dei uma forte pancada (em brincadeira com o meu cão) no terço distal da tíbia. A dor foi extremamente aguda mas o inchaço na altura não foi muito pronunciado. De imediato ataquei com gelo, mas pouco aliviou. No dia seguinte viajei de avião e quando cheguei ao destino o inchaço estava bem maior e custava-me andar. Dirigi-me ao hospital dois dias depois e foi-me dado o diagnóstico de "contusão" (depois de nada ter sido acusado em raio-x). Prescreveram-me o gel Fastum. Após o 1ºdia após inicio de aplicação do fármaco iniciei sintomas gastrointestinais, dores de cabeça fortes e edema nas duas pernas. Acabei por cessar com as aplicações do gel 3 dias depois, e estes sintomas cessaram. Entretanto, a perna não melhorou, tenho posto gelo e um gel à base de heparina (Lioton) mas continuo com o mesmo "durão" no sitio da pancada, dor intensa ao caminhar e inchaço pronunciado no final do dia. Também notei o aparecimento de telangiectasias nas faces internas dos pés desde o início deste problema. Tudo isto tem contribuido para andar num estado de grande ansiedade e frustração.
    Será que me pode ajudar?
    ailmartins88@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Doutor.
    Meu nome é Anderson, tenho 34 anos e sou corredor há 15. Nos últimos 10 meses parei de treinar para provas de meia-maratona e comecei a direcionar meus treinos à maratona e ultramaratona até 55km. Em fevereiro corri uma ultramaratona de 50km em Rio Grande/RS que me rendeu inflamação da banda iliotibial na perna direita, a partir do kilômetro 30. Como foi detectado no início, no dia seguinte iniciei fisioterapias e após 20 sessões a inflamação cessou. No início deste mês participei de uma corrida de montanha de 54km, onde na metade do trecho senti uma fisgada na altura do côndilo femoral seguida de dor leve mas incômoda durante o restante da prova. Na ecografia foi constatada síndrome do trato iliotibial novamente e iniciei fisioterapia, mas a partir do dia seguinte a área dolorida aumentou bastante e me dificultou muito a flexão do joelho e locomoção (sempre com dor lateral). Fiz ressonância, onde foram identificadas as seguintes alterações:

    "- Observa-se tênue alteração de sinal de espessamento do trato iliotibial adjacente ao côndilo femoral, com edema do tecido adiposo, bem como distensão da bursa;
    - Edema entre a cabeça medial do gastrocnêmio e o tendão semimembranoso, que pode estar relacionado a cisto de Baker colabado."

    A partir disto, pergunto:
    - O cisto de Baker origina-se sempre de uma saliência na posterior do joelho ou pode ter outro sintoma? Pergunto porque não observei nada na posterior antes de ele ter supostamente colabado. Caso realmente seja cisto de Baker, após ter rompido, o líquido pode ter migrado para a lateral do joelho, onde somente lá eu sinto dores?
    - A descrição da região da inserção do iliotibial no côndilo refere-se somente à síndrome ou pode ser outra coisa. Clinicamente o ponto de maior dor é igual ao da outra perna.
    Obrigado
    Anderson

    ResponderExcluir
  7. olá drº marcos sou sheila rodrigues de 28 anos, de belém do pará,em 1º lugar muito obrigada por ter me respondido ao email que lhe enviei, mas preciso de ajuda com urgência, os médicos daqui de belém me disseram que eu tenho síndrome de ehlens danlos, e mais alguma coisa que nenhum deles consegui descubrir, faço exames há quase anos e em todos da, contuão óssea edema ósseo, derrame intra articula, e sinovite de repetição. Ja fiz várias cirugias,infiltração, fiz biópsia, faço fisioterapia todos os dias, faço tratamento com corticóides, imuno supressores, mas eu não respondo a nenhum tratamento, os joelhos, doem sempre, só para um pouco a dor com analgésicos fortissimos, e o lado esquerdo ja esta com atrofia, e ja não tem quase nenhuma força, por favor drº marcos me ajude.

    ResponderExcluir
  8. ( Marcello_fg@hotmail.com )

    Boa tarde Marcos,vi esse blog por acaso!
    meu nome é Marcello,tenho 18 anos eu fiz uma
    resonancia que constatou (lesão osteocondral na porção superomedial do dumus do talus com importante edema osseo adjacente)ja estou 10 meses contundido e sinto muita dor,eu me trato no HTO um otimo hospital,um doutor me sugeriu uma sirurgia que eu ficaria 3 meses em recuperação e a minha doutora que me acompanha a mais tempo sugeril mais 2 meses de bota,para ver se da algum resultado,porem eles n me passaram nenhum remedio para acompanhar no tratamento,como um anti flamatório ou algo do tipo...que o senhor poderia me sugerir,minha contusão é muito parecida com a do elano,e me machuquei jogando bola! quero seguir a profissão mas não consigo voltar a jogar gostaria de uma ajuda sua!
    ( Marcello_fg@hotmail.com )
    um ,abç fique com deus!

    ResponderExcluir
  9. Para dar uma opinião no seu caso precisaria examina-lo e ver seus exames.

    ResponderExcluir
  10. Fernandinho, Somente seguidores do blog podem postar perguntas

    ResponderExcluir
  11. Dr. Marcos Britto,

    Sou atleta de futebol de areia em Vitória/ES. Há cerca de 8 meses atrás estava treinando para uma competição e senti uma dor muito forte. Fui ao ortopedista e foi constatada uma fratura por estresse no osso navicular. Fiquei com o pé imobilizado durante 1 mês e após esse período fui liberada para voltar aos treinamentos. Após 3 treinamentos, senti novamente uma dor. No entanto, era uma dor diferente daquela anterior. Fui a outro ortopedista, fiz uma ressonância magnética e tive o diagnóstico de um pequeno cisto na medular óssea no terço lateral do navicular com edema circunjacente. Pois bem, fui encaminhada para fazer 20 sessões de fisioterapia.
    Após as 20 sessões de fisioterapia fui liberada para retornar aos treinamentos. Durante uns 6 meses treinei normalmente, sem dor ou qualquer desconforto. No entanto, há três dias atrás senti novamente a dor que senti da segunda vez, quando foi diagnosticado o edema. Minha dúvida é: É possível que a lesão anterior não tenha se curado? Posso ter tido novamente outra lesão?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  12. Responderá melhor a essa pergunta o médico que tiver a oportunidade de examiná-la e avaliar os seus exames, caso você tivesse permanecido no mesmo médico isso facilitaria ainda mais. Sugiro que você seja novamente avaliada por um ortopedista e na medida do possível comparar os exames atuais com os anteriores.

    ResponderExcluir
  13. Dr. Marcos, primeiramente bom dia.

    Doutor, há 3 semanas caí da escada e meu joelho ficou muito inchado. Tomei os medicamentos (flotac e maxsulid) e melhorou, porém ainda ando mancando um pouco da perna esquerda. Fiz uma ressonância magnética e no laudo apareceu a seguinte expressão: ZONA DE EDEMA ÓSSEO/FRATURAS TRABECULARES NA TÍBIA PROXIMAL PREDOMINANTEMENTE PÓSTERO-LATERAL.

    O que significa isso? Se o senhor puder responder minha pergunta agradeço muito.

    tenho 2 e-mail: renan_499@yahoo.com.br e renan.crozariolo@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Boa Tarde Dr.Marcos!
    Me chamo Barbara e a 45 dias sofri um acidente de moto e o raio-x não mostrava nenhum tipo de fratura no meu tornozelo, porém realizando a RNM obtive o diagnóstico de "contusão medular óssea na cabeça, colo e coluna medial do tálus e no maléolo medial", "edema medular ósseo subcondral junto a articulação calcaneocuboide" e "ligamento talofibular anterior indefinido com líquido na topografia, inferindo rotura completa".
    Após todo o relatório, apenas foi me recomendado utilizar um robofoot e não forçar o pé. Porém desde o acidente que estou com o pé para cima e continua sempre muito inchado e roxo, e principalmente a noite as dores são insuportáveis.
    Tenho consulta com um médico especialista, porém apenas no começo do próximo mês.
    Por isso escrevo para lhe perguntar: Esse diagnóstico da RNM mostra ser algo realmente sério? O tornozelo (meu caminhar) pode voltar ao normal? Costuma ser demorado assim mesmo?
    Se puder responder a essas perguntas ficarei muito grata.
    Desde já, obrigada!
    Barbara
    (b.ba.barbara@gmail.com)

    ResponderExcluir
  15. A ressonância revela uma fratura oculta, o tratamento será determinado pelo seu ortopedista ao rever as imagens. Para dar uma opinião em relação a evolução eu precisaria examinar seu pé e ver as imagens dos exames pessoalmente.

    ResponderExcluir
  16. Bom Dia, DR Marcos Britto da Silva, tive uma lesão muscular mais ou menos perto da virilha, porém pensei que era só uma lesão muscular... comecei a jogar futebol e comecei sentir algumas dores no na região lesionada e observei que o osso esta um pouco alto ... não sei se é um edema ósseo. gostaria que você me orientasse fico grato e agradeço desde já!
    caso responda esse é meu e-mail aragones.souza@gmail.com

    ResponderExcluir
  17. Olá Dr. Marcos, primeiro, obrigado por postar esse conteúdo muito interessante de grande apoio.

    Eu tenho uma lesão no talus, trata-se de um edema ósseo, que já está presente a mais de 4 anos. A dor é muito intensa, o ponto de maior dor se situa, na região entre a tíbia e o talus, próximo ao maleolo interno do pé direito.

    Eu tenho ressonância de 3 anos e todas apontam o edema no mesmo ponto. Eu já fiz uma artroscopia no tornozelo e foi feita uma raspagem retirando um protuberância óssea que poderia ser a responsável pelo edema.

    O fato é que o edema continua, eu pediria a sua ajuda no sentido de me orientar na forma de tratar o edema. Claro que o tratamento passa pela causa, eu suspendi as atividades físicas a muito tempo, tenho feito fortalecimento para os membros inferiores com muito cuidado, evito sobrecarga na articulação do tornozelo.

    Existe algum tratamento específico para edema ósseo?

    Muito obrigado pela atenção, caso seja possível me dar um apoio eu lhe agradeço muito.

    ResponderExcluir
  18. O edema ósseo pode estar relacionado a sobrecarga mecânica, antes de indicar nova cirurgia você deveria analisar a biomecanica do pé, sobrepeso, pisada errada, pé plano, problemas endócrinos, carencias vitaminicas e nutricionais, etc. Existe vários tratamento, inclusive cirúrgicos.

    ResponderExcluir
  19. Ola Dr. Parabéns pelo blog. Estou com um problema e gostaria de entender o mesmo, um pouco de desespero pois ja estou com este problema a um bom tempo. Desde fevereiro quando me machuquei numa prática de exercicios corporais.

    Fiz alguns exames que não deram nada, meu pé esquerdo estava bem inchado, fiz uma ressonância e deu isso:

    Diagnostico da ressonancia:

    - Edema ósseo no terço medial do dômus do tálus e no terço anterior da tibia distal, sugestivo de contusões ósseas.
    - Restante da estrutura óssea íntegra
    - Osso navicular acessório tipo II
    - Espaços articulares preservados
    - Derrame articular tibio-talar
    - Tendões e ligamentos íntegros.
    - Fáscia plantar com espessura e sinais normais

    Faço fisioterapia: Microondas e Sinésio a 6 meses. Ja fiz 20 sessões de sinésio e milhares de microondas e ultra... Não melhorei completamente ainda, ainda tenho dores no tornozelo. Meu pé ficou chapado no chão e uso uma palmilha que deu uma corrigida voltando com o arco mas ainda na região que me doi sinto inchado, vejo inchado e tenho dor, não prático esportes ainda por isso e tem sido muito dificil...

    Você poderia me dar alguma dica do que fazer? Algum caminho?

    ResponderExcluir
  20. Você vai precisar de um acompanhamento ortopédico. Leve esse resultado o mais rápido possível a um especialista.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite, gostaria de saber o que é edema ósseo subcondral no condilo femoral lateral... pois fiz uma ressonancia, e o resultado foi esse.
    Obrigada, estou aguardando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Significa que você tem um edema no osso que fica abaixo da cartilagem ( subcondral)

      Excluir
  22. Bom dia Dr. Marcos!
    A cerca de 15 dias durante um treino de karate levei um chute nos dedos indicador e médio da mão esquerda. Na mesma hora houve inchaço e mta dor. Fui para casa e fiz compressas com gelo. No dia seguinte fui a uma UPA onde após examinar o raio-x o médico disse q era uma contusão e me imobilizou por 10 dias. Passado os 10 dias tirei a tala e meu dedo estava duro, sem mobilidade e mto inchado, fui a uma fisioterapeuta que me indicou compresas de gelo 2x ao dia, anti-inflamatório tópico e exercicios para recuperção da mobilidade. Ainda sinto dor, mas já movo o dedo quase que perfeitamente, contudo o inchaço não some. Isso é normal?
    Meu email é contato@sarahcadosh.com

    Agradecida :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas lesões articulares podem evoluir com inchaço porém você deve procurar um ortopedista.

      Excluir
  23. Olá Dr. Marcos tenho 33 anos eu bati a cabeça no registro do chuveiro e depois sem eu percebe apareceu um galo é bem acima da testa faz 2 anos e não some não dói apenas esta incomodando esteticamente é um caroço duro tem mais ou menos 6 milimetro de circunferência não aumenta e nem diminui fiz tc do cranio fui na clinica e o Dr disse que terei que procurar um neuro, moro no RJ também, gostaria marca uma consulta. email andreps77@hotmail.com
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  24. Bom dia, há 2 semanas, bati o calcanhar em alta velocidade e comecei a sentir dor. O pé inchou um pouco (não muito). Fiz raio-x duas vezes e não houve fratura alguma. Porém, meu pé ainda dói e apresenta um inchaço bem pequeno e localizado exatamente no local da batida. Tenho uma competição de corrida em novembro e estou muito receosa de me machucar mais se voltar a treinar. Tenho treinado na areia fofa e não sinto dor desta maneira. Gostaria de saber o que posso fazer para acelerar a recuperação. Tenho feito aplicação de gelo 5 vezes por dia.

    ResponderExcluir
  25. Você deve primeiro saber o diagnóstico final, como você leu acima existem fraturas que não aparecem no RX.

    ResponderExcluir
  26. Caro, Lucas Emannuel , leia sobre fratura do tornozelo, acho que as informações podem que ajudar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Completando: encurtamento capsular e ligamentar e impacto ósseo.

      Excluir
  27. Boa Noite Dr., tenho 43 anos, não sou esportista e nem faço exercícios físicos, a mais ou menos um mês e meio que venho sentido uma dor na virilha, percebo que quando caminho esta dor aumenta bastante. Fiz ressonância magnética e gostaria muito que o Sr. pudesse ler o resultado da RM e me desse alguma orientação.

    Estruturas ósseas sem sinais de fratura.
    Edema medular ósseo na cabeça/colo femoral.
    Pequeno derrame articular associado a sinovite.
    Lábio acetabular e revestimentos condrais sem sinais de lesão.
    Ligamentos capsulares e redondo de aspecto normal.
    Tendões avaliados de aspecto habitual nas suas origens e inserções.
    Ausência de bursites.
    Feixes neurovasculares livres.
    Ventres musculares com trofismo e sinal preservado.

    Conclusão:
    Edema medular ósseo na cabeça/colofemoral associado a pequeno derrame articular e sinovite. Estes achados são inespecíficos, podendo ser considerada a possibilidade da síndrome do edema ósseo transitório. Sugere-se controle evolutivo.

    Desde já agradeço.

    meu e-mail: paulocesg1@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisaria examinar você e ver as imagens para poder emitir minha opinião.

      Excluir
  28. Boa noite Doutor, minha irmã tem 8 anos e sofreu um atropelamento de moto, recebeu uma pancada no lado direito do quadril proximo os flancos,e o femur o local sofreu raladura, enxacho e roxidão é preciso fazer um exame com raio x para verificar se houve alguma lesão grave ?

    ResponderExcluir
  29. Bom dia Dr., fiz a ressonância magnética e ficou constatado um edema ósseo no maléolo lateral do tornozelo direito, esta lesão já tem mais de 2 anos. O ortopedista me disse que não tem tratamento pra este caso, somente o repouso para o tornozelo se recuperar, mas se tratando de um tornozelo fica complicado não sofrer impacto. Existe algum tratamento para este caso? Obrigado

    Max Ferreira

    maxigoncalves100@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde, Dr. Marcos. Estou com "contusão ossea na cuboide, caracterizado por edema difuso da sua medular ossea, notadamente na porçao lateral onde observamos irregularidades da cortical ossea, sem nítido traço de fratura sugerindo microfratura de trabéculas osseas; e discreta alteração de sinal e afilamento do ligamento talofibular anterior sugerindo estiramento/ lesao parcial previa, permanecendo feixe de fibras de sua banda inferior ainda inseridas; e discreta alteração de sinal da inserção calcanea do ligamento fibulocalcaneo, sugerindo estiramento, sem sinais de roturas". O ortopedista pediiu para que ficasse de repouso, colocando gelo duas vezes no local e passando uma pomada anestesica (diclofenaco), mas já vai fazer dois meses e a dor só aumenta, mesmo usando bota e muleta, o que fazer mais?
    Preciso da sua ajuda!!!!

    Juliana Souza
    jumrad@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para que ajudar precisaria examiná-la e avaliar seus exames

      Excluir
  31. Marcos Britto da Silva -Poderia me dizer a gravidade do meu problema?

    Ressonância Magnética do Cotovelo Esquerdo, Análise:

    - Edema ósseo subcondral no capítulo, com sinais de discreto afilamento da superfície condral correspondente.
    - Associa-se discreta efusão sinovial radio-umeral.
    - Demais estruturas ósseas com sinal preservado.
    - Tendões flexores, extensores, bíceps e tríceps braquiais apresentam espessura e sinal habituais.
    - Planos musculares com sinal habitual.
    - Ligamentos colaterais a anular íntegros.

    Impressão diagnóstica:
    Focos de edema ósseo subcondral no capítulo, com discreta irregularidade condral, associado a discreta efusão sinovial rádio-umeral.

    Nunca havia sentido nenhum tipo de problema no cotovelo, nem ao menos um pequeno estalo ou coisa parecida. Certo dia malhando senti um desconforto ao levantar um peso e decidi e procurar um médico e passar a fazer crioterapia, no começo não sentia absolutamente nada e nos exames do médico não foi constatado nada. Após 1 mês dessa sensação ao levantar o peso comecei a sentir dor mesmo sem ter retornado à academia, passei 15 dias sentido, logo após esse período a dor passou, mas a sensação do inicio do problema reapareceu no lugar dela.

    Meu médico receitou descanso [que já faço a 3 meses] e injeções de corticoide [só recebi uma injeção até agora].

    Coloco gelo todos os dias desde a "sensação" inicial. Gostaria de saber se vou voltar a ficar bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro passo é descobrir a causa, para poder ajudá-lo mais precisaria examiná-lo

      Excluir
  32. Ola doutor , sou o guilherme e estou lendo esse tópico para q talves poça achar uma solução pr mim. com 5 anos eu cai da escada e bati minha teste e formei dois galos na cabeça e ja tenhos 14 anos tem cura? como tirar isso me incomoda muito a alguma cirurgia e é grava? guisempresantos@gmail.com

    ResponderExcluir
  33. Doutor, gostaria da sua ajuda. Sou jogador de futsal na Italia. Ha cerca de 1 mes tomei 2 fortes pancadas no joelho na altura da rotula e inizio do femur. Continuei o jogo ate o final. No outro dia porem nao conseguia nem andar. Apos algumas semanas fiz uma ressonância magnetica e constatou Edema Osseo do Femur. Passaram-se ja 1 mes tenho feito Tecarterapia e repouso absoluto e ainda tenho dores embaixo da rotula para andar. Tenho feito fisioterapia e gelo. Comecei a fazer terapia na piscina para ver se ajuda. Tenho muita dor quando inizio a movimentar o joelho, ou deixo ele dobrado.
    O que posso fazer para acelerar a recuperaçao ? Preciso voltar a treinar/jogar.

    Por favor preciso de ajuda.
    melojonatas@hotmail.com
    Muito obrigado,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não retorne aos treinos sem autorização médica, Uma lesão mal curada prejudica o atleta por muitos meses.

      Excluir
  34. Dr. Marcos Britto da Silva, parabens pela materia e respostas, tive uma lesao no ombro, fiz ressonancia magnetica e gostaria de ser avaliado pelo senhor, seu consultorio aceita o plano cassi banco do brasil ? obrigado

    joao barros
    jbarros@hotmail

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, porém fornecemos notas fiscais e recibos para reembolso.

      Excluir
  35. Boa tarde Dr. Marcos Britto, parabéns por este espaço. Há dois anos atrás passei por uma cirurgia no tornozelo em decorrência de uma lesão osteocondral no domus talar, cirurgia esta feita por micro perfurações onde também foi colocado dois parafusos no maléolo(não sei se consegui explicar o procedimento), porém há seis meses venho sentindo dores novamente, fiz uma nova RM onde diz que * se observou significativa redução nas áreas de edema ósseo subcondral, na porção medial do domus do tálus, comparativamente ao exame interior, persistindo pequena área de irregularidade e alterações de sinal do osso subcondral.
    *também condropatia do maléolo posterior, com edema subcondral.
    gostaria de ter uma ideia de como deve ser tratado novamente este problema? e o que significa condropatia? saliento ainda que reduziu minha confiança ao meu médico a partir da volta da dor...
    OBRIGADO..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Condropatia se refere a uma cartilagem doente. Saliento que nós médicos não somos Deuses. Retorne ao seu médico.
      Para emitir minha opinião no seu caso precisaria examiná-lo.

      Excluir
  36. Boa Noite Dr., fiz uma cirurgia em janeiro de 2013 de reconstrução do LCA, desde a cirurgia eu sinto dor, em julho foi feito uma RM e constatou edema ósseo na tíbia próximo ao túnel que foi feito para passagem do novo ligamento, meu médico solicitou outra RM agora em novembro e eu fiz novamente e no laudo diz que permanece de forma semelhante a alteração do sinal das fibras proximais do neoligamento cruzado anterior junto à saída do túnel femoral, com manutenção de sua orientação, associada a edema/delaminação líquida circunjacente. O edema ósseo junto ao planalto tibial circundando o túnel ósseo tibial permanece de forma semente ao de julho de 2013. Este edema se estende para o planalto tibial, na sua área de carga. Consta tb um pequeno derrame articular e pequena distensão liquida da bolsa infrapatelar profunda. Gostaria da sua ajuda pois estou preocupado e o médico q fez a cirurgia não me passou nada pra fazer, fico no aguardo, Att, Rodrigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conversar com o ortopedista após um exame clínico detalhado é a melhor opção no momento.

      Excluir
  37. Sofri uma queda de motocicleta e meu pé foi prensado, mas segundo os exames não houve fratura, mas decorridos mais de oito meses meu pé ainda incha e já passei por quatro ortopedistas e não foi-me dado um diagnostico. Qual a patologia que possuo ,pois de manhã meu pé está normal, mas depois do trabalho (sou farmacêutica), o peito de meu pé fica inchado e dói muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ajudá-la precisaria examiná-la, se passou por 4 ortopedistas provavelmente seu caso é um pouco mais complexo.

      Excluir
    2. ao esmagar um tecido podemos provocar uma fratura, porém também podemos sofrer lesão das partes moles: tendões, músculos, ligamentos, cartilagem , artérias, veias e também os chamados vasos linfáticos.

      Excluir
  38. Boa Tarde Doutor. Fiz uma ressonância e o resultado foi: Pequeno foco de edema ósseo medular subcondral no aspecto interno da superfície articular distal do osso cuneirforme intermédio. O que isso significa? E se por acaso tenho alguma coisa desregular no meu pé esquerdo, qual o tratamento? Obrigado pela atenção. Email: maysia_carolina@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O edema ósseo pode estar relacionado a trauma agudo ou cronico e também uma sobrecarga mecanica

      Excluir
  39. Boa tarde Doutor. Sou corredor de rua e após uma meia maratona passei a sentir muitas dores no tornozelo esquerdo, realizei uma resonancia magnética e o laudo foi:
    - traços de fratura na medular óssea do calcâneo com importante edema adjacente;
    - discreto edema na medular óssea dos maléolos medial e lateral por provável contusão;
    - espeçamento e alteração de sinal do ligamento calcâneo fibular sugerindo injuria crônica;
    - afilamento do ligamento talo fibular anterior;
    - estiramento das fibras profundas do complexo deltoide;
    - estruturas miotendineas integras;
    - fascia plantar com morfologia e intensidade de sinal habituais;
    - pequeno derrame articular distendendo o recesso sinovial posterior
    Da talocalcanea.

    O que o senhor me diz, vou precisar de alguma intervenção cirúrgica?
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para indicar cirurgia precisaria examiná-lo, sugiro que você avalie se existe alguma causa de base dessa fratura.

      Excluir
  40. Boa noite!
    Há quase dois meses tive uma pequena fratura próxima a articulação do dedo anular da mão esquerda.
    O dedo foi imobilizado pelo médico com uma tala e fiquei umas duas semanas e meia com ele. O dedo não está mais roxo. Porém, a junta está um pouco inchada e o dedo um pouco curvado e não consigo deixá-lo esticado porque dói. E assim ele está ficando mais alto na parte de cima e dobrado. O que devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manter o acompanhamento ortopédico até o final da fisioterapia

      Excluir
  41. Bom dia. Tive uma entorse de tornozelo acredito que grau 2. Fiz uma ressonância e o resultado foi:
    Contusões ósseas no retrope
    Rotura das fibras profundas do ligamento fibulotalar anterior, este espessado, com aparente fino feixe das fibras superficiais em topografia habitual.
    Espessamento difuso do ligamento fibulocalcaneo e heterogeneidade da porção profunda do complexo ligamentar deltoide compatível com estiramento.
    Moderado derrame articular tibiotalar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu ortopedista irá usar esses dados acima e juntar com o exame físico para determinar seu tratamento.

      Excluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG
http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html
Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Últimas Artigos Revisados ou Publicados

Vídeos com Aulas e entrevistas com Dr. Marcos Britto da Silva

Loading...

Video Artroscopia de Joelho - Meniscectomia

Video Luxação Acromio Clavicular no Ombro

Video de Reconstrução do LCA

Localize Artigos por data