Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

Hernia de Disco Lombar e Cervical

Imagem
Hérnia de disco Anatomia do disco Causas da Hérnia de Disco Fatores de risco / Prevenção das hérnias de Disco Sintomas das Hérnias de Disco Diagnóstico das Hérnias de Disco Tratamento das Hérnias de disco Quando as pessoas dizem que estão com uma vértebra fora do lugar no pescoço ou nas costas, o que eles estão descrevendo normalmente é uma hérnia de disco. A hérnia de disco é uma fonte comum de dor no pescoço, costas, braços ou pernas. Anatomia Os Discos intervetebrais são como almofadas encontrada entre os ossos da coluna vertebral (vértebras). O canal medular é um espaço oco no meio da coluna vertebral que contém a medula espinhal e as raízes nervosas. Os discos entre as vértebras permitem a flexão, rotação e lateralização da coluna vertebral. Os  Discos intervertebrais também funcionam como amortecedores. Anatomia normal da coluna lombar. Os discos da coluna lombar  são compostas de um anel exterior grosso de tecido fibroso  e uma substância gelatinosa no interior (n

Corrida a aterrissagem do pé no chão.

Quando corremos o modo como o pé toca a chão é importante. Temos basicamente 3 tipos de aterrissagem O ciclo da marcha em execução consiste na postura, balanço aéreo O ciclo consiste de salto e aterrissagem controlada e repetitiva, ao contrário do passivo marcha pêndulo invertido observado em pé. A maior distinção entre os pés descalços e corrida calçado é reconhecida na primeira parte da fase de apoio, conhecida como a greve pé pattern.13 O padrão de ataque é classificado como uma greve antepé (FFS), greve midfoot (MFS), ou greve retropé ( RFS) .13 os corredores que usam o padrão FFS, inicialmente, fazer contato com o solo ao longo dos quarto e quinto cabeça dos metatarsos, seguido de dorsiflexão do tornozelo. Esta ação é atenuado pela contração muscular complexa-sóleo gastrocnêmio-sóleo excêntrica para evitar greve de calcanhar. músculos intrínsecos do pé disparar isometrically para absorver a força através dos dedos do pé. Concentric gastrocnêmio-sóleo contração complexo sóleo

Como Tratar a Rigidez de Cotovelo

Como tratar o cotovelo que perdeu a mobilidade ? O tratamento da rigidez de cotovelo é um desafio. Comumente a rigidez surge de fatores intrínsicos ( incongruência osteoarticular e extrínsecos (contratura de partes moles) Abordagem cirúrgica. A artroscopia pode ser usada para liberação de partes moles porém a curva de aprendizado é longa e devemos ter cuidados redobrados com o nervo ulnar.  Como no futebol o cotovelo é uma caixinha de surpresas. lesões inocentes com uma fratura simples da cabeça de rádio com alguma frequência causa limitação dos últimos graus de extensão e limitações mais severas em outros casos. principalmente depois de imobilizações prolongadas. Fraturas complexas e fraturas luxações evoluem com perda funcional e frequentemente os casos mais desafiadores se referem aos casos de rigidez pos instabilidade onde o desarranjo ligamentar apresenta um desafio a mais e o balanço em liberação ligamentar para ganhar arco de movimento e uma eventual piora da es

Prevenção do tromboembolismo

A AAOS Orienta sobre a Prevenção da doença tromboembólica venosa em  pacientes submetidos de forma eletiva a  Artroplastia  quadril e joelho. ( Colocação de prótese ) A seguir, um resumo das recomendações da diretriz de prática clínica da AAOS ' ,  Prevenção da doença tromboembólica em pacientes submetidos a colocação de prótese do quadril e do joelho. 1 . Recomendamos contra a doppler de rotina na triagem pós-operatório de pacientes que se submetem a artroplastia do joelho e quadril. Grau de Recomendação: FORTE Descrição: A evidência é baseada em dois estudos com resultados consistentes contra a intervenção   2 . Pacientes submetidos a artroplastia eletiva do quadril ou joelho já estão em alto risco para tromboembolismo  venoso . O médico pode avaliar melhor o risco de tromboembolismo  venoso   determinando se estes pacientes apresentam um quadro de tromboembolismo  venoso  Prévio . Grau de Recomendação: Limitado Descrição: Evidências de dois ou mais estudos "Baixa&q

MEDICINA ESPORTIVA

Abaixo uma relação com alguns dos artigos publicados sobre medicina esportiva. FRIO OU CALOR APÓS A LESÃO ESPORTIVA MORTE SÚBITA - QUANDO O ESPORTE MATA ANABOLIZANTES QUAL O TENIS IDEAL PARA A PRATICA DE ESPORTES CHECK UP ESPORTIVO AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NO ESPORTE ENTORSES E DISTENSÕES ENTORSE DE TORNOZELO CORRIDA: DICAS PARA O TREINAMENTO CAMINHADAS PARA OBESIDADE EXERCÍCIOS DE ALTO IMPACTO E ARTROSE SINDROME COMPARTIMENTAL FATORES PREDISPONESTES SINDROME COMPARTIMENTAL CRÔNICA EM ATLETAS RABDOMIÓLISE E DESIDRATAÇÃO   OMBRO DO MALHADOR DE ACADEMIA DESIDRATAÇÃO NOS ESPORTES LESÃO SLAP DO OMBRO EXERCÍCIOS E ALCOOL FRATURAS OCULTAS E FRATURAS DE ESTRESSE TENDINITE LESÃO DO LCA DOR NOTURNA E MIOFASCICULAÇÃO LESÕES COMUNS NO JOELHO LESÃO DO MENISCO DO JOELHO AFILAMENTO CARTILAGINOSO NO JOELHO RUPTURA DO BICEPS BRAQUIA L MÉDICO DO ESPORTE ALIMENTAÇAO E SUPLEMENTOS NO ESPORTE HIDRATAÇÃO NOS ESPORTES HIDRATAÇÃO EM CRIANÇAS E IDOSOS NUTRIÇÃO NOS ESPORTE VIT

Mancha Roxa

O que é a mancha roxa na pele ? A macha roxa no pele é uma equimose. Porque estou com uma mancha roxa na pele? A mancha roxa na pele significa que ocorreu uma lesão nos vasos sanguíneos com a saída de sangue de dentro dos capilares, da veia ou da artéria. Como surge a mancha roxa na pele ? O equimose surge após uma pequena batida no local ou após vários dias de uma entorse ou lesão muscular. Sempre que surge uma mancha roxa na pele devemos investigar as causas que levaram a esse sangramento. Tenho manchas roxas na pele sem nenhum trauma. O surgimento de equimoses espontâneas devem ser investigados por um médico. Dr Marcos Britto da Silva Ortopedista, Medicina do Esporte Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil atualizado 10/05/2019

Pé Plano Flácido e Pé Chato - Evolução e Tratamento

Imagem
O que é o pé plano flexível ou pé chato? Pé plano flexível é uma condição na qual o arco do pé desaparece quando o pé apoia no chão e reaparece quando o paciente levanta os artelhos ou ainda quando a criança fica na ponta dos pés. O pé plano flexível é uma doença grave? Não, Os pais e outros membros da família frequentemente se preocupam desnecessariamente com um arco plantar interno anormalmente baixo ou ausente no pé de uma criança. Imaginam que isso levará a deformidades ou uma deficiência no futuro. A maioria das crianças recupera algum arco plantar interno a medida que a criança cresce sem quaisquer problemas e sem tratamento com órteses ou palmilhas. A condição geralmente é indolor e  não interfere com a prática de esporte. Porém alguns casos de pés planos flácidos graves que não corrigem com o passar dos anos também se beneficiam de tratamento cirurgico. Todo pé plano é benigno? Não, algum pés planos são patológicos e requerem tratamento inclusive cirúrgico.

Sindrome Compartimental Aguda e Crônica em atletas

Imagem
O que é a Síndrome Compartimental? A síndrome compartimental é uma condição dolorosa que ocorre quando a pressão dentro dos músculos se eleva a níveis perigosos. Esta pressão pode diminuir o fluxo sanguíneo, o que impede a nutrição e a oxigênação adequada do nervo e colocando as células musculares em isquemia.   Quais os tipos de Síndrome compartimental? A síndrome do compartimental pode ser aguda ou crônica.   A Síndrome Compartimental Aguda é uma emergência médica. Ela é geralmente causada por um ferimento grave. Sem tratamento, pode levar a lesões musculares permanentes devido a destruição muscular e neurológica. Síndrome compartimental Crônica , também conhecida como síndrome do compartimento de esforço, em geral não é uma emergência médica. É mais freqüentemente causadas por esforço repetido em atletas.   O que é um compartimento? Os compartimentos são agrupamentos de músculos, nervos e vasos sanguíneos em seus braços e pernas. Ao redor  desses tecidos há uma

Entrevista sobre Osteoporose

Entrevista sobre Osteoporose

Postagens mais visitadas deste blog

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura de tíbia - Diafisaria

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Fratura do Antebraço

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),

Arquivo

Mostrar mais