Fraturas Osteoporóticas do quadril - Prevenção com Cálcio Exercícios e Vitamina D

A osteoporose é caracterizada por redução da massa óssea e fragmentação da arquitetura óssea, resultando em um risco aumentado de fratura. 

Aproximadamente 1 em cada 2 mulheres e 1 em cada 5 homens com 50 anos ou mais sofrerão fratura osteoporótica durante a vida.

A fratura de quadril é a fratura osteoporótica mais grave, com um risco de aproximado de 30% de morte nos 12 meses seguintes à fratura. Em centros que realizam a cirurgia rapidamente e com mais recursos. Sendo maior que 50% dos casos onde a cirurgia é retardada por questões diversas.
A incidência de fratura de quadril aumenta exponencialmente com a idade, principalmente entre mulheres com 60 anos ou mais e homens com 70 anos ou mais.  Destacando os altos riscos absolutos de fratura de quadril após os 80 anos.

A vitamina D é essencial para a saúde músculo-esquelética, pois promove:

  • a absorção de cálcio, 
  • a mineralização e formação de tecido osteóide no osso  
  • manutenção da função muscular. 

O baixo nível de vitamina D causa:

  • hiperparatireoidismo secundário, 
  • perda óssea 
  • fraqueza muscular. 
  • maiores riscos de quedas e fraturas. 
  • Osteomalácia
A suplementação combinada com 800 UI de vitamina D por dia e 1200 mg de cálcio por dia tem sido recomendada para a prevenção de fraturas em idosos residentes em instituições e naqueles com baixo status de vitamina D. 

Qual a relação entre a concentração de vitamina D no sangue e o risco de fraturas?

A meta-análise dos estudos observacionais da concentração sanguínea de 25 (OH) D e do risco de fratura (11 estudos com 39141 participantes) demonstrou que concentrações mais elevadas de 25 (OH) D no sangue estavam associadas a riscos menores de qualquer fratura e fratura de quadril .
Um aumento de 10,0 ng / mL na concentração de 25 (OH) D foi associado a um risco 7% menor de qualquer fratura e um risco 20% menor de fratura de quadril.
Por outro lado, uma metanálise dos ECRs de suplementação diária com vitamina D e cálcio (6 ECRs com 49282 participantes) demonstrou uma redução marginalmente significativa no risco de qualquer fratura de 6% e de quadril de 16%.

Riscos cardiovasculares e renais do uso de suplementos

É importante ressaltar que a vitamina D combinada com cálcio versus placebo ou nenhum tratamento demonstrou que o tratamento combinado com vitamina D e cálcio estava associado a uma redução de 16% em o risco de fratura de quadril.
No entanto, foram levantadas preocupações sobre a segurança da combinação de cálcio e vitamina D para doenças cardiovasculares e maiores riscos de cálculos renais associados a suplementos de cálcio. Isso parece ser mais intenso nas pacientes suplementados isoladamente com cálcio em capsulas e é menor nos pacientes que associam suplementação e consumo intenso de alimentos ricos em cálcio,  especialmente laticínios.

Como Tratar e evitar as fraturas osteoporóticas de quadril ?

O melhor tratamento é realizado com a prevenção realizada através de um programa de atividades físicas regulares, exposição adequada ao sol ou suplementação de vitamina D oral e ingestão adequada de alimentos ricos em cálcio, principalmente laticínios ou na sua impossibilidade suplementação oral com comprimidos de cálcio.

Baseado no Artigo:
Vitamin D and Calcium for the Prevention of Fracture: A Systematic Review and Meta-analysis. Pang Yao, PhD; Derrick Bennett, PhD; Marion Mafham, MD; Xu Lin, MD, PhD; Zhengming Chen, DPhil; Jane Armitage, FRCP; Robert Clarke, FRCP,MD JAMA Network Open. 2019; 2 (12): e 1917789. doi:10.1001 / jamanetworkopen. 2019. 17789

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte

Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 28 /01/2020

Comentários

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura do Antebraço

Fratura de tíbia - Diafisaria

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),

Arquivo

Mostrar mais