Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2021

Corticoide, osteoporose e fraturas

Os glicocorticóides causam significativa perda óssea, afetando predominantemente o osso trabecular, com consequentes fraturas por fragilidade óssea. O risco de fraturas está relacionado à dose e duração do uso dos corticoides, um risco aumentado pode ser observado mesmo em doses baixas e até no primeiro mês de tratamento. O médico deve prevenir ou tratar a osteoporose em todos os pacientes que tomam o equivalente à prednisona na dose de 2,5 mg ou mais por dia, durante 3 meses ou mais. PONTOS CHAVE A ferramenta de avaliação de risco à fratura (FRAX) inclui uma pergunta sim ou não sobre o uso de glicocorticóides, mas a fórmula é baseada em uma dose média e o escore FRAX deve ser ajustado para cima em pacientes em altas doses e para baixo em pacientes em doses mais baixas . Modificações no estilo de vida e otimização da ingestão de cálcio e vitamina D são recomendadas para todos os pacientes em terapia prolongada com glicocorticóides. Os bisfosfonatos são os medicamentos de primeira linha

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Entorse do Tornozelo

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Fratura de tíbia - Diafisaria

Fratura do Antebraço

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),