Postagens

Mostrando postagens de 2020

Artrose do Quadril ou Coxartrose

Imagem
Artroplastia total do quadril é um procedimento ortopédico comum. Como o envelhecimento da população, espera-se que se torne ainda mais comum. A cirurgia de substituição da articulação do envolve a remoção da cabeça do fémur e a substituir do mecanismo de bola-e-soquete do quadril por implantes artificiais. Isto alivia a dor e melhora a mobilidade. A Prótese de quadril também é usada em algumas situações após a fratura do quadril. As cirurgias de prótese de quadril são realizados pelo ortopedista especialista em quadril A Substituição do quadril minimamente invasiva permite ao cirurgião realizar a substituição de quadril por meio de uma ou duas pequenas incisões. Os pacientes geralmente têm menos dor, em comparação com a cirurgia tradicional e a reabilitação é mais rápida. Artrose e Prótese de quadril A Osteoartrite do quadril é a razão mais comum para uma substituição dessa articulação. A osteoartrite é causado pelo desgaste ou pelo envelhecimento. Isso faz co

Velhice saudável dicas ortopédicas

Imagem
Mudanças simples em sua dieta e estilo de vida pode ajudá-lo a evitar problemas ortopédicos graves: Mantenha um peso saudável: para cada ganho de 5 kg de peso, há um risco 36% maior de desenvolver artrose no joelho e quadril.  A obesidade coloca mais peso nas articulações, dificultando a marcha. Andando menos ocorre enfraquecimento dos músculos (  obesidade sarcopênica ) isso aumenta a probabilidade ocorrencia de lesões. Mantenha-se em movimento: Exercícios suaves são benéficos mesmo para indivíduos com algum problema ortopédico  Os exercícios devem incluir alongamento, caminhada em terrenos planos, natação e bicicleta.  Evite exercícios que sobrecarreguem as articulações, como flexões dos joelhos ( agachamento ). Faça exercícios para aumentar a massa muscular independentemente da sua idade. Fortaleça o Core, músculos abdominais e lombares fortes ajudam a equilibrar o peso corporal.  Yoga e Pilates são dois bons exercícios para fortalecer e promover a saúde ortopédica. Tai Chi Chuan  

Traumatologia no Esporte

Imagem
As lesões ortopédicas no esporte são iguais as demais lesões ?   Em alguns casos são semelhantes porém frequentemente o mecanismo de trauma que ocorre durante a prática esportiva provoca lesões específicas do atleta, essas lesões com alguma frequencia requerem tratamento diferenciado. Porque o tratamento das lesões do atleta é diferente? Não necessariamente o tratamento das lesões no atleta será diferente do restante da população, porém, em alguns casos precisaremos optar por tratamentos mais agressivos, Isso irá permitir um retorno mais precoce as atividade físicas, que somente é alcançado nos indivíduos com uma massa muscular diferenciada e que vençam a dor do tratamento fisioterápico precoce.  Em algumas situações isso não é possível, algumas vezes pelas limitações impostas pela próprio trauma. O tempo de cicatrização das lesões é o mesmo, independente se o indivíduo faz ou não esportes. Isso pode ser frustante. O ORTOPEDITA COM ALGUM FREQUENCIA É CONVOCADO PARA ATENDER O ATLETA. Ne

Quebra da Placa após fratura

Imagem
As placas ( platinas) de aço ou titânio podem se quebrar após a osteossíntese? Sim , as placas podem quebrar. Isso ocorre sempre que a fratura não cola ( não consolidação da fratura ou pseudartrose). a quebra da placa ocorre principalmente nos membros inferiores ( tíbia e fêmur|)  onde há maior sobrecarga mecânica , porém podem ocorrer também no rádio, ulna, úmero e clavícula. A contração muscular ou o ciclo de marcha com apoio repetido no solo que ocorre quando andamos leva ao estresse repetido do implante que, após um determinado numero de ciclos ,entra em falencia e se quebra.  E xemplo, uma fratura de femur submetida a osteossintese com placa e parafusos o paciente incia a marcha e apoio no solo sem a orientação médica ou antes de ocorrer a consolidação em 2 a 3 meses após o iníncio da marcha a placa quebra. Tanto as placas de titânio como as placa de aço inoxidável ( Cromo, Vanadio e  Molibdênio  ) Marcos Britto da Silva, MD, MSc Médico Ortopedista e Traumatologia do Esporte TEOT

MD no lugar DR para médicos

O que significa a sigla MD ?  Porque os médicos estão usando o sigla MD em substituição ao Dr (Doutor) ? Há alguns dias o Cremerj editou uma resolução 315/2020 autorizando os médicos do Rio de Janeiro a usarem o Sufixo MD ao final do nome do médico para facilitar a identificação dos M édicos D iplomados em substituição ou adição ao pronome Dr. abreviação da palavra doutor. CREMERJ 315/2020 RESOLVE: Art. 1o É FACULTADO o uso da sigla MD latim: Medicinae Doctor; português: Médico Diplomado, após o nome, separado por vírgula, sem pontos entre e após as letras M e D, para todos os médicos diplomados. Parágrafo único. O médico que se graduou em país estrangeiro só poderá usar a sigla após revalidação do seu diploma e registro no Conselho Regional de Medicina. Art. 2º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação. NA EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS DA RESOLUÇÃO Nº 315/202 o CREMERJ citou  trechos escrito pelo colega Elcio Luiz Bonamigo , conselheiro federal suplente ( CFM ) , 29 de Novembro

Luxação Acromio Clavicular do Ombro

Imagem
Luxação Acrômio Clavicular a Direita A articulação acrômio clavicular é conhecida com articulação AC.  A luxação é a perda permanente das relações articulares de uma junta.  A luxação AC é uma separação completa, com ruptura dos ligamentos ao redor da articulação acrômio clavicular.  A articulação AC é onde a clavícula encontra o ponto mais alto da escápula (omoplata ou osso da Pá) chamado de acrômio. Qual o Mecanismo de lesão na luxação acrômio-clavicular? A causa mais comum para uma luxação AC é de uma queda diretamente sobre o ombro, frequente durante um jogo de futebol ou uma queda de bicicleta. A queda machuca os ligamentos que rodeiam e estabilizam a articulação AC. Se a força for suficientemente grande, os ligamentos peri articulares rompem ao redor e de baixo da clavícula. Isso provoca usa separação da clavícula da escápula. O Omoplata se move para baixo a partir do peso do braço. Isso cria uma saliência ou protuberância na parte superior do ombro. Veja vídeo

Artrite, Artrose e Artrite Reumatóide.

Imagem
O presente texto tem a finalidade de definir dois problemas muito frequentes no dia a dia do ortopedista: a ARTRITE e a ARTROSE .   O que é artrite ?  A Artrite é literalmente " inflamação da articulação". usamos em geral o termo artrite nas patologias inflamatórias das articulações. (exemplo artrite reumatóide, artrite psoriática) e também nas patologias infecciosas (artrite séptica, artrite gonocócica) O que é artrose ? ( Imagem de artrose do joelho Esquerdo) A artrose é um tipo de artrite. A artrose também é conhecida como osteoartrose ou osteoartrite. Temos dois tipos básicos de artrose: a artrose primária e a artrose secundária. A Artrose Primária é uma forma de artrite que ocorre com o envelhecimento natural, portanto é uma desgaste natural na articulação que ocorre com o envelhecimento. Já a artrose Secundária ocorre secundariamente a um trauma articular . A artrose é mais frequente nas articulações dos membros inferiores (joelhos, quadris e tornozelo)

Fraturas Osteoporóticas do quadril - Prevenção com Cálcio Exercícios e Vitamina D

Imagem
A osteoporose é caracterizada por redução da massa óssea e fragmentação da arquitetura óssea, resultando em um risco aumentado de fratura.  Aproximadamente 1 em cada 2 mulheres e 1 em cada 5 homens com 50 anos ou mais sofrerão fratura osteoporótica durante a vida. A fratura de quadril é a fratura osteoporótica mais grave, com um risco de aproximado de 30% de morte nos 12 meses seguintes à fratura. Em centros que realizam a cirurgia rapidamente e com mais recursos. Sendo maior que 50% dos casos onde a cirurgia é retardada por questões diversas. A incidência de fratura de quadril aumenta exponencialmente com a idade, principalmente entre mulheres com 60 anos ou mais e homens com 70 anos ou mais.  Destacando os altos riscos absolutos de fratura de quadril após os 80 anos. A vitamina D é essencial para a saúde músculo-esquelética, pois promove: a absorção de cálcio,  a mineralização e formação de tecido osteóide no osso   manutenção da função muscular.  O baixo nível

Vitamina D: Importancia para a Saúde

Vitamina D e Sol  A vitamina D é produzida no pele a partir do colesterol quando a pele é exposta aos raios solares. Portanto o Sol é fundamental para o organismo produzir vitamina D. É possível produzir vitamina D sem se expor ao sol ? veja resposta abaixo. Como ocorre a produção de vitamina D na pele? A produção de vitamina D na pele ocorre principalmente nas camadas espinhosa e basal, sendo maior com exposição aos raios solares com comprimento de onda entre 295-297 nm. Para isso ocorrer precisamos de Índice UV maior que 3 (no Brasil esse índice é maior que 4-9 o ano todo) Nos países de clima temperado ela ocorre na primavera e verão porém nunca atinge esses índices nos pólos. Inclinação do Sol e Produção de vitamina D A medida em que vamos nos afastando da linha do equador o sol fica mais inclinado em relação a terra e para os raios Solares chegarem a superfície terrestre tem que atravessar uma camada maior de atmosfera. Isso também ocorre em relação ao dia. Qua

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura de tíbia - Diafisaria

Fratura do Antebraço

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),

Arquivo

Mostrar mais