IFA Impacto FemoroAcetabular

O diagnóstico de impacto femoro acetabular é relativamente recente na ortopedia e devido a esse fato geralmente é tratada pelo especialista em medicina desportiva ou pela ortopedista especialista em quadril.

O que é o impacto femoroacetabular?
O impacto femoro acetabular é o choque da cabeça do fémur contra o acetabulo.

O impacto femoro acetabular pode causar osteoartrite do quadril?
Sim, o impacto acetabular pode levar a artrose do quadril no paciente jovem. O contato entre o colo do fémur e o rebordo acetabular pode levar a lesão do labrum acetabular que pode progredir para uma artrose num paciente antes dos 50 anos de idade, principalmente nos atletas.

Quais os tipos de impacto femuro acetabular?
Segundo Ganz et al. existem dois tipos básicos de impacto femoroacetabular: Cam e Pincer. O impacto tipo CAM ocorre quando a cabeça do fémur  tem um raio de curvatura excêntrica e a cabeça femoral não encaixa perfeitamente dentro do acetábulo. O impacto femuro acetabular tipo Pincer ocorre devido a um choque anormal entre o colo do fémur e a reborda acetabular.

Classificação de Ganz para impacto femoro acetabular.
 

















Qual a história natural do impacto femoro acetabular?
A doença em geral inicia quando o paciente é adulto jovem, geralmente atleta de alta ou baixa demanda. Os sintomas inicialmente são de pouca intensidade ou podem surgir após um trauma pequeno do quadril. Os sintomas de dor em geral são intermitentes e pioram com a atividade física como caminhadas ou corridas e eventualmente nos treinos de outros esportes. As dores em geral são na região do quadril porém algumas vezes o paciente pode referir dor próxima ao joelho ou principalmente na face medial. Alguns paciente relatam piora da dor no movimento de levantar da cama ou da cadeira.

Como é feito o diagnóstico do da síndrome de Impacto femoroacetabular?
O diagnóstico é feito através do exame clínico com manobras especiais, exame radiográfico do quadril e da ressonância nuclear magnética.

Como é feito o tratamento do Impacto femoroacetabular?
No não atleta realizamos mudança nos hábitos de atividade física, porém nos atletas em geral o tratamento é cirúrgico pois em geral as dores estão relacionadas a atividade física e o atleta não quer passar a ter uma vida sedentária. Importante diferenciar o impacto femoroacetabular de outras patologias que provocam os sintomas semelhantes me isso é feito com um exame clínico acurado, interpretação dos exames de imagem  e da história clínica.

Dr. Marcos Britto da Silva
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 04/09/2016

Referencia da imagem publicada nesse artigo:
Journal American Academy Orthopaedic Surgery  2007;15:561-570
Autores: Dr. Parvizi is Associate Professor (Rothman Institute at Thomas Jefferson University Hospital, Philadelphia, PA.
Dr.Leunig is Associate Professor, Department of Orthopedic Surgery, Balgarist University Hospital, Zurich,
Switzerland.
Dr. Ganz is Professor, Department of Orthopedic Surgery, Balgarist University Hospital.

Comentários

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Fratura de tíbia - Diafisaria

Cisto de Baker no Joelho

Entorse do Tornozelo

Bula do Addera D3

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),