Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: 02/01/2011 - 03/01/2011

Cartilagem: Funções, Lesões e Tratamento

1- O que é cartilagem?
A cartilagem é um tecido que reveste as nossas articulações. Formado principalmente por colágeno, água e suas células específicas chamadas condrócitos. Não possui vasos sangüíneos, linfáticos ou inervação.

2- Pra que serve a cartilagem?
Ela tem como função amortecer o impacto e suavizar o deslizamento entre as superfícies ósseas.

3- Quais articulações podem ser envolvidas?
Todas. As mais envolvidas e mais sintomáticas são as que sustentam peso, principalmente quadril, joelho e tornozelo.

4- É verdade que a cartilagem uma vez lesada nunca mais é reparada?
Sim. A cartilagem praticamente não possui poder de cicatrização ou regeneração. O que ocorre em alguns casos é a formação de um tecido cicatricial fibrocartilaginoso, sem as mesmas características da cartilagem normal.

5- Qual o quadro clínico da lesão de cartilagem?
Geralmente os pacientes apresentam dor, inchaço e travamento da articulação envolvida. A limitação às atividades ocorre de acordo com o tamanho e o local da lesão.

6- Existe algum exame de imagem que confirme a lesão?
Sim. A Ressonância Magnética é extremamente útil. Os aparelhos mais modernos mostram a lesão com detalhes, inclusive com estudo do seu metabolismo.

7- Existe tratamento para a lesão da cartilagem?
Sim. O tratamento pode ser não-operatório (através de medicamentos, fisioterapia e orientações) ou cirúrgico.

8- Como é feita a cirurgia?
Existem várias opções que dependem do tamanho e do local da lesão, além das características do paciente. Entre as principais temos: 
Condroplastia: regularização da lesão. 
Microperfurações: são realizados pequenos orifícios no osso exposto com o objetivo de estimular pequeno sangramento local e a formação do tecido cicatricial fibrocartilaginoso. 
Mosaicoplastia: retirada de um fragmento de ósseo revestido com cartilagem de um local que não recebe carga do próprio paciente e colocado na lesão. Transplante de condrócitos: células da cartilagem são retiradas, cultivadas em laboratório e reimplantadas no defeito. Pouco disponível no Brasil devido ao seu alto custo. Cartilagem sintética: material de baixo atrito, colocado no local da lesão.

9- E quando a lesão é muito grande? 
Existe possibilidade de realizar estas cirurgias? Não. Nas lesões mais extensas e com um processo de artrose já estabelecido, estes procedimentos não estão indicados. Nesses casos, geralmente a principal indicação é a artroplastia, em que substituímos toda a superfície articular. São procedimentos utilizados em último caso, reservados a pacientes mais idosos.

Artigo escrito pelo Médico Ortopedista colaborador e Membro da Equipe.
Dr. Rodrigo Castelo Branco
Especialista em Cirurgia de Joelho
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
04/02/2010
Dr. Marcos Brito da Silva Ortopedia, Traumatologia e Medicina do Esporte Botafogo, Rio de Janeiro, RJ atualizado em 26/06/2013

Google+ Followers