Como chegar com saúde aos 85 anos de idade ?

Na década de 1970 os Noruegueses fizeram essa pergunta e iniciaram um estudo prospectivo onde acompanharam aproximadamente de 1000 homens que trabalhavam em escritório ou eram trabalhadores braçais. 

Eles observaram a influencia do estilo de vida na longevidade.
Os parâmetros avaliados foram:
  • Tabagismo
  • Obesidade 
  • Sedentarismo
Em 2006 o estudo foi encerrado e os dados foram analisados.
Somente 31% dos homens chegaram a idade de 85 anos.

As principais conclusões foram:
Tabagismo:
Somente 22% dos fumantes chegaram a idade de 85 anos, contra 38% dos não fumantes ou seja não fumar dobra a sua chance de chegar vido aos 85 anos. O exercício se mostrou um fator de melhora da longevidade porém não aumentou a saúde dos fumantes, ou seja: se você fuma não adianta fazer exercícios para melhorar a longevidade.

Obesidade
A obesidade foi um fator negativo na longevidade:
29% dos obesos moderados alcançaram 85 anos contra 46% dos não obesos. 

Atividades físicas regulares
As atividades físicas regulares foi o principal fator de melhora da longevidade no grupo estudado.
49% dos não fumantes que praticaram exercícios físicos regularmente chegaram aos 85 anos de idade em comparação com 28% dos indivíduos com baixa atividade física, esses resultados ocorreram independentemente do peso. ou seja se você está acima do peso porém pratica atividades físicas regulares tem maior chance de viver mais.

Referencia:

Life style and longevity among initially healthy middle-aged men: prospective cohort study: Trond Heir, Jan Erikssen and Leiv Sandvik

Marcos Brito da Silva
Ortopedia, Traumatologia e Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
atualizado em 16/10/2013.

Comentários

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Fratura de tíbia - Diafisaria

Cisto de Baker no Joelho

Entorse do Tornozelo

Bula do Addera D3

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),