Postagens

Tratamento não cirúrgico da LESÃO DO LCA

Tratamento não cirúrgico da Ruptura do Ligamento Cruzado Anterior No tratamento não cirúrgico, a fisioterapia progressiva e a reabilitação podem restaurar o joelho para uma condição próxima do estado pré-lesão e educar o paciente sobre como prevenir a instabilidade. Isso pode ser complementado com o uso de uma BRACE de joelho articuladO. No entanto, muitas pessoas que optam por não operar podem sofrer lesões secundárias no joelho devido a episódios de instabilidade repetitiva.

O tratamento cirúrgico geralmente é recomendado no tratamento de lesões combinadas (RUPTURA de LCA em combinação com outras lesões no joelho). No entanto, decidir contra a cirurgia é razoável para pacientes selecionados. O gerenciamento não cirúrgico de lágrimas LCA isoladas provavelmente será bem sucedido ou pode ser indicado em ALGUNS pacientes:
QUANDO PODEMOS TRATAR SEM CIRURGIA ?RUPTURAS parciais e sem sintomas de instabilidadeCom LESÕES completas e sem sintomas de instabilidade no joelho durante esportes d…

Uso do Tens em Fisioterapia nos Pacientes Cardiopatas dependentes de marcapasso e CDI

O uso do Tens  ( transcutaneous electrical nerve stimulation ) em pacientes dependentes de Marcapasso ou CDI pode ser um risco, seu uso deve ser primeiro autorizado pelo Eletrofisiologista - Médico especializada em Arritmias Cardíacas.

Envelhecimento saudável com boa massa muscular

Imagem
O paradoxo do IMC.       Pesquisadores da Escola de Medicina David Geffen, da UCLA, descobriram que pacientes com doenças cardiovasculares que têm alta massa muscular e baixa massa gorda têm um risco menor de mortalidade do que aqueles com outras composições corporais.  Os resultados também sugerem que, independentemente do nível de massa gorda de uma pessoa, um nível mais alto de massa muscular ajuda a reduzir o risco de morte.Esses achados indicam a importância de avaliar a composição corporal como forma de predizer mortalidade cardiovascular e total em pessoas com doença cardiovascular.

Em estudos anteriores sobre a relação entre composição corporal e mortalidade, os pesquisadores usaram uma medida clínica mais simples da composição corporal, chamada de escala bioimpedância elétrica. Eles observaram um possível efeito protetor da massa muscular tanto na mortalidade quanto no metabolismo em pessoas saudáveis. O novo estudo amplia as descobertas da pesquisa anterior usando a absorciomet…
Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),