Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva

Fraturas Complexas do Punho

Qual a importância de identificar e tratar uma fratura de punho em pacientes idosos?

A fratura de punho é um preditor de uma fratura mais grave em paciente idosos, deve servir de alerta. Quando o idoso cai e quebra o punho demonstra que ele tem uma fragilidade óssea, mas significa que ainda possui mecanismos de defesa (consegue colocar a mão à frente do corpo no momento da queda). Esse idoso, sem tratamento adequado, provavelmente irá sofrer uma fratura mais grave nos próximos 10 anos. O tratamento das Fraturas complexas do punho é sempre um desafio para o Cirurgião Ortopedista.

Qual a incidência de fraturas do punho ?

 A fratura de punho (também conhecida por fratura de pulso) ocorre com muita frequência, algo próximo a 500 mil fraturas por ano no Brasil.

Quem é a população que é mais afetada por essa fratura?

A fratura de punho ocorre mais intensamente em dois momento: entre 5 e 25 anos, em pacientes jovens vítimas de queda com trauma de maior energia cinética e volta a sofrer um aumento de incidência em pacientes idosos, sendo ainda mais frequente naqueles com fragilidade óssea.


O idoso que cai e quebra o punho está com boa saúde ?

Em geral sim, inclusive possuem boa cognição, pois há o discernimento do cérebro para se defender (posicionar o braço à frente do corpo). Quando a capacidade de coordenação motora diminui, ao cair, o idoso tem muito mais chances de sofrer fraturas do ombro e cotovelo.

Qual o melhor tratamento para as fraturas graves do rádio e ulna na região do punho?

As fraturas complexas do punho são melhor tratadas com placas e parafusos bloqueados. Implantes modernos que permitem um tratamento ótimo mesmo em pacientes com osteoporose avançada.
As fraturas de punho são consideradas fraturas articulares. Como as articulações são a parte do corpo responsável pelo movimento, fraturas desse tipo que consolidam com deformidade ou degrau articular desenvolverão artrose com o passar do tempo. O indivíduo sentirá dor e terá algum grau de perda de força e de arco de movimento. O tratamento cirúrgico das fraturas graves tem por objetivo restabelecer a anatomia e dessa maneira permitir que o organismo promova a consolidação da fratura numa posição próxima da original, minimizando as sequelas.
Fratura de Punho articular multi fragmentar tratada com  Placa bloqueada volar, no pós operatório o paciente não usa gesso e em menos de 24 horas está liberada para movimentar os dedos, isso melhora muito a recuperação da função após a fratura.


O tratamento com gesso pode levar a rigidez articular e diminui a mobilidade e a independência do idoso durante meses
Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 18/07/2017

Postagens mais lidas na última semana