Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedista,Traumatologia e Medicina Esportiva: Lesão Meniscal no Joelho

Lesão Meniscal no Joelho

O joelho é a maior  articulação do corpo e uma das mais vulneráveis a lesões. As lesões meniscais são extremamente comuns no joelho. Com um bom diagnóstico, tratamento e reabilitação, os pacientes freqüentemente retornam as atividades anteriores a lesão meniscal.
  • Lesão do menisco (menisco Interno e menisco externo)
  • Anatomia do joelho - Menisco
  • Descrição da lesão meniscal
  • Causas da lesão do menisco
  • Sintomas da rutura do menisco
  • Exame Médico do joelho com lesão meniscal
  • Lesão Meniscal Grau I, II e III
  • Tratamento da lesão meniscal
A lesão do menisco é uma lesão frequente?
Sim, as roturas meniscais estão entre as lesões de joelho mais comuns. Os atletas, particularmente aqueles que praticam esportes de contato, estão em risco de rupturas meniscais. No entanto, qualquer pessoa em qualquer idade pode lesar um menisco. Quando as pessoas falam de uma lesão na cartilagem no joelho, elas estão geralmente se referindo a um rompimento do menisco.

Qual a lesão de menisco mais frequente?
O menisco mais lesado é o menisco interno ou menisco medial. O menisco lateral também é lesado porém essa lesão é mais rara.

A anatomia do joelho
Três ossos se encontram para formar o  joelho: o fêmur (fêmur), tíbia (tíbia), e  rótula (patela).

Meniscos são duas peças em forma de cunha de fibrocartilagem que agem como "amortecedores" entre o fêmur e a tíbia. Eles são resistentes e elásticos para ajudar a amortecer a articulação e mantê-la estável. 

Descrição da lesão meniscal
Os meniscos rompem de maneiras diferentes. Lesões são classificadas por sua aparência e localização. Lesões comuns incluem longitudinal, transversa,  Flap, alça de balde e lesões complexas.

As lesões de menisco são sempre lesões isoladas?
Não, muitas vezes a lesão meniscal está associada a lesão ligamentar (Lesão  do LCA-Ligamento Cruzado Anterior) e lesões condrais. 

Quais as causas da lesão do menisco?
Lesões repentinas de menisco geralmente acontecem durante a prática desportiva. As lesões em geral ocorrem com movimentos de agachamento e ao girar  o joelho. O contato direto como no futebol às vezes está envolvido.

Lesão meniscal em pacientes com mais de 55-60 anos
As pessoas mais velhas são mais propensas a ter lesão meniscal degenerativa.  Basta rodar um pouco mais o joelho ao levantar de uma cadeira. Pequenos  movimentos podem ser suficientes para provocar uma lesão se os meniscos estiverem enfraquecidos com a idade.

O que os pacientes sentem no momento da lesão meniscal?
Alguns pacientes relatam um  "pop" ( misto de barulho com sensação de estalo no joelho) quando lesa um menisco. A maioria das pessoas conseguem  andar sobre o joelho com lesão meniscal. Muitos atletas continuar jogando com uma lesão meniscal. Com a passar dos dias (2 a 3 dias), o joelho vai gradualmente se tornando mais duro e inchado.

Quais os sintomas mais comuns de lesão meniscal?
* Dor
* Rigidez, inchaço e derrame articular ( água no joelho)
* Sensação de bloqueio no joelho - dificuldade para dobrar e esticar a articulação
* Sensação que o joelho "está fora do lugar"
Sem tratamento, um pedaço do menisco  pode se soltar e flutuar dentro da articulação fazendo com o joelho trave (semelhante a uma cavilha colocada numa engrenagem que emperra o movimento)

Diagnóstico com Exame Físico 
Depois de discutir os sintomas e história médica, palpamos a interlinha articular, dor a palpação dessa região em geral provoca dor nas lesões meniscais.
Em casos de duvida podemos usar testes especiais como o teste de McMurray.

Exames de Raios-X.
As Radiografias simples não mostram as lesões meniscais porém podem apresentar outras causas de dor no joelho, como a artrose.

Qual exame de imagem é usado para diagnosticar a lesão de menisco?
O exame padrão ouro para diagnóstico da lesão de menisco é a ressonância magnética (RM).

Qual a classificação das lesões meniscais?
A lesão do menisco e classificada em 3 graus, Grau I: lesão intrasubstancial do menisco, não se estende a superfície , Grau II: lesão do menisco que se estende a uma das superfícies, Grau iii, lesão que se estende as duas superfícies ( superior e inferior)

Como é feito o tratamento da lesão de menisco?
O tratamento vai depender do tipo, tamanho e localização da lesão meniscal .
A parte externa do terço periférico do menisco tem um rico suprimento sanguíneo e é chamada de zona vermelha. Uma lesão na zona "vermelha" pode curar sem cirurgia, ou muitas vezes podem ser reparados com cirurgia. (meniscorrafia) Um corte longitudinal é um exemplo deste tipo de lesão.
Em contraste, os dois terços internos do menisco não tem um suprimento de sangue e se nutrem através do liquido sinovial, essa região é chamada de zona branca. Sem os nutrientes do sangue, as lesões nesta zona "branca" não cicatrizam. As lesões são muitas vezes complexas e apresentam afilamento na cartilagem da tíbia e do fémur que ficam apoiadas nessa região do menisco. As lesões nessa região são tratadas cirurgicamente com meniscectomia parcial.
As lesões em pacientes mais velhos em geral são lesões degenerativas e muitas vezes não são operadas.

O tratamento Conservador da lesão meniscal (não cirúrgico)
O protocolo RICE (arroz em inglês) é eficaz para a maioria das lesões esportivas. RICE significa descanso, gelo, compressão e elevação.(rest, ice, compression, elevation)
* Rest. Repouso e aliviar a carga, andar com um par de muletas
* Ice. Gelo por 20 minutos várias vezes ao dia. Não aplique gelo diretamente sobre a pele.
* Compression.  Bandagem elástica de compressão tipo joelheira
* Elevação. Para reduzir o inchaço, colocar o joelho num nível mais alto que o  coração.
Antinflamatórios podem ajudar a melhorar o quadro algico.

Tratamento Cirúrgico
A artroscopia do joelho é um dos procedimentos cirúrgicos mais realizados. Nele, uma microcâmera é introduzida através de uma pequena incisão. Isso proporciona uma visão clara do interior do joelho. Inserimos instrumentos cirúrgicos ortopédicos em miniatura através de outra pequena incisão para cortar ou reparar a lesão.

Fisioterapia pós operatória.
Recomendamos exercício físico regular para restaurar a mobilidade e força do joelho. O paciente precisa realizar exercícios para melhorar a amplitude de movimentos. Exercícios de fortalecimento são gradualmente adicionados ao  plano de reabilitação.
A maior parte da reabilitação pode ser feita em casa, porém muitos paciente requerem fisioterapia com auxílio de um fisioterapeuta.

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 20/06/2014.

Leia Mais sobre Condropatia patelar

101 comentários:

  1. Senhores, acabei de pegar meu exame e a conclusão da RM foi:

    - Rotura complexa do menisco lateral, associada a cisto parameniscal no recesso lateral.

    Maiores detalhes:
    - Rotura complexa do corpo/corno posterior do menisco lateral, comunicando a margem capsular com a superfície articular inferior, além de pequena rotura radial na transição entre o corpo e o corno anterior. Associa-se formação cística parameniscal multioculada, situando-se no recesso lateral, medindo aproximadamente 3,3X3cm

    O resto tudo íntegro e sem sinais de derrames articulares....

    Isso é pasível de operação ou tem uma forma menos evasiva?????

    Atte,

    Vagner
    vagnolio@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Leia o FAQ, Caro seguidor sua resposta foi enviada por email.

    ResponderExcluir
  3. minha Mãe tem 53 anos e já realizou 5 cirurgias no joelho, o diagnostico é de sinovite,ela tem de frequentemente passar por infiltrações com medicação para poder suportar as dores,agora nem as infiltrações estao dando certo,por favor,gostaria de orientação neste caso,sou filho dela,wagne lima

    ResponderExcluir
  4. Somente seguidores do blog podem fazer comentários ou perguntas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Doutor...é comum o paciente de uma lesão no menisco tem perda da musculatura da coxa,atrofia,amolecimento do músculo,enxerguei uma notável diferença na espessura e rigidez entre uma coxa e outra.

      Excluir
    2. A inatividade lesa a atrofia, quem tem uma lesão qualquer e limita os movimentos devido a dor ou a lesão, evolui com atrofia da musculatura.

      Excluir
  5. Boa tarde!
    Recentemente vi uma matéria do Sr. sobre joelho e achei
    muito interessante, por isso venho através desse e-mail solicitar uma
    indicação para uma cirurgia, pois ao jogar futebol com amigos do
    trabalho no ano de 2005 ocorreu um torção ao ir até um especialista
    foi detectado uma pequena fissura na tibia foi realizado o tratamento
    indicado gesso fisioterapia e tudo que tem direito, mas acredito que
    esse diagnóstico tenha mascarado um outro problema que acabo de
    identificar após relutar durante anos em voltar ao médico, pois sempre
    que tentava alguma atividade( que era realizada quase nunca) a minha
    perna dobrava lateralmente resultado após minha ultima tentativa de
    jogar bola resolvi procurar um especialista que após exames
    identificou o rompimento do ligamento cruzado anterior que pra mim
    ocorreu em 2005. Então conforme o diagnóstico recente de duas semanas
    será necessário realizar uma cirurgia, por esse motivo venho atráves
    desse e-mail solicitar uma recomendação de um profissional do ramo.
    Infelizmente devido ao trabalho somente poderei realizar a cirurgia em
    2012 no periodo das férias , atualmente possuo dois planos de sáude Unimed e Bradesco Saúde.

    Tenho 36 anos e sou morador da Cidade do Rio de Janeiro, mas posso também
    realizar cirurgia na cidade de Patos de Minas onde geralmente passo as
    férias, caso conheça algum profissional ficarei muito grato pela
    indicação.


    Desde já agradeço sua atenção e Muito Obrigado!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Recomendo o Dr. Marcos Britto da Silva para realizar seu tratamento cirúrgico. Caso seja do seu interesse posso marcar uma consulta pelo telefone 21 30872020

    ResponderExcluir
  7. Motivodacruz, eu precisaria examina-la para responder sua pergunta

    ResponderExcluir
  8. Boas
    Através de uma RM foi me diagnosticado uma pequena fractura do corno posterior do menisco interno e rotura parcial do LCA
    Que fazer??? Apesar de ser pequena fractura aconselha a cirurgia ou não?
    Pratico desporto, Futebol 2/3 vezes por semana, ou corrida...
    Estou saturado, pois isto ja foi a 3 semanas, so fiz a RM a semana passada pois tive uma inflamaçao grande, agora so tenho o apoio de uma canadiana, apesar de ja conseguir andar... pois ja nao tenho nada inchado...

    ResponderExcluir
  9. Acabei de pegar minha Ressonancia Magnetica do joelho direito e o resultado veio assim: compartimento medial
    -existe um afilamento do corpo meniscal
    -ligamento colateral medial íntegro, observando um edema periligamentar junto a sua origem.
    -existe uma area de edema envolvendo o côndilo femoral e o aspecto posterior do planalto tibial.
    pivo central
    -existe uma area de edema na regiao das espinhas tibiais.
    compartimento extensor
    -ha um pequeno derrame articular.
    RN compativel com area de edema ósseo envolvendo o côndilo femoral, o planalto tibial medial e a regiao das espinhas tibiais.
    -lesao por estiramento do ligamento colateral medial.
    -afilamento do menisco medial.
    O que tudo isso quer dizer?

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, doutor Marcos, preciso de uma orientação,pois estou sentindo muitas dores no joelho direito, já fui à tres ortopedistas diferentes e todos eles insistem em analgésico e gelo(o que não está adiantando),no resultado de minha RM, diz que: AXIAL.FSE PD FAT SAT
    SAGITAL. FRFSE T2 e FSE PD
    CORONAL. FSE T1,FSE PD FAT SAT e STIR

    Area nodular circunscrita, de contornos lobulados e limites bem definidos, na medular óssea da região diafisária distal do fêmur direito, apresentando hipossinal em T1 e T2 e hipersinal em STIR e FSE PD FAT SAT, medindo cerca de 2,2 x 1,0 x 0,8 cm.
    Observa-se, tambem, área irregular de forte hipersinal em STIR na medular óssea do côndilo femoral interno, ínfero-medialmente, caracterizando padrão de edema ósseo.
    Elementosósseos identificados restantes de morfologia e intensidades normais. Espaços articulares conservados. Cartilagens articulares e patelar preservadas.
    Meniscos evidenciando discretas áreas intrassubstanciais de hipersinal, em FSE PD E FSE PD FAT SAT, no corno posterior do menisco medial e corno anterior do menisco lateral,sem extensão às superficies articulares correspondentes.
    Ligamentos cruzados e colaterais integros.retinaculos patelares, medial e lateral de aspecto anatomico.Tendões do quadriceps e patelar de espessura e intensidade de sinais normais. Minima quantidade de liquido intra-articular.Gordura de Hoffa preservada.Grupos musculares e demais estruturas de partes moles, compreendidos no exame, sem evidencia de anormalidades.
    Essa dores já perduram à quase tres meses sem solução; Por favor, o Sr pode me orientar, ou ao menos me dizer o que significa este laudo? Já estou à dois meses sem trabalhar pegando atestado de 15 em 15 dias ppor motivo de dor e sem solução.
    Meu nome é Artur, tenho 38 anos e moro em Alagoas,meu e-mail é artur.renatosnts@gmail.com ,ficaria muito grato com sua orientação.
    Agradeço desde já, Artur

    ResponderExcluir
  11. Boa noite,
    Tive uma lesão no joelho em um jogo de futebol, no meu exame de RM venho o seguinte laudo.

    Pequena Lesão radial na porção interna da transição margem livre/porção periferica do corpo do menisco lateral.
    Ligamento cruzado anterior com orientação mantida, porém apresentando alteração de sinal e má definição de suas fibras proximais compativel com lesão.
    Estiramento das fibras proximais do ligamento colateral medial junto a inserção femural.
    Pequeno derrame articular com espessamento sinovial.
    Áreas de edema osseo femuro-tibial no compartimento lateral de aspecto contusional.

    Me passe uma posição sobre qual será o tratamento mais convencional e eficiente.

    Aguardo contato (kakaiu_15@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  12. Caio, não realizamos consulta pela internet, minha orientação é que você procure um ortopedista que irá correlacionar as imagens da ressonancia com seu exame físico e determinar se há necessidade de cirurgia para seu caso.

    ResponderExcluir
  13. boa dia,meu nome e erick,tenho 22 anos e apos resultado de ressonancia(estiramento de grau 2 do menisco medial) gostaria de saber se e caso de cirurgia ou nao.Apos 3 anos as dores voltaram,com menos intensidade.O melhor a fazer seria uma artroscopia, ou fisioterapia??

    ResponderExcluir
  14. Precisaria examinar você, alguns casos são cirurgicos outros resolvemos com fisioterapia

    ResponderExcluir
  15. Td Bem !! Eu tive uma torção no joelho alem de doer muito fiquei quase 2 meses com gesso pois não tinha recursos p fazer uma RM, acabo q me apareceu uma boa oportunidade de Emprego e tirei o gesso agora uns 5 meses depois tenho sofrido de dores no joelho ,mobilidade do joelho comprometida e qualquer passo em falso q dou la se foi meu dia fico com muita dor... enfim atraves do convenio do trabalho fiz uma RM e deu que tem uma lesão no menisco medial e uma bursite na pata de ganso. DR. Isso é grave e qual mo tratamento e qual tempo eu devo ficar afastado do trabalho se for o caso? Obrigado pela atenção!!!
    Mauricio Oleiro Machado.

    ResponderExcluir
  16. PARA DETERMINAR SE VOCÊ PRECISA OPERAR OU SE AFASTAR OU NÃO DO TRABALHO VOCÊ DEVE SER EXAMINADA POR UM ORTOPEDISTA.

    ResponderExcluir
  17. Olá Dr. Marcos,

    Peguei minha ressonancia hoje, a conclusão foi:
    Contusões osseas nos condilos femorais e no plato tibial externo;
    Lesão na junção menisco-capsular interna;
    Provavel lesão do corno posterior do menisco externo;
    Hemartrose;
    Lesão do ligamento cruzado anterior.

    Preciso operar Dr.?

    Att
    Leo Ferreira

    ResponderExcluir
  18. O exame físico vai determinar se há necessidade de cirurgia porém isso é uma possibilidade

    ResponderExcluir
  19. Dr Marcos estou com fratura na patela e tibia e lesao leve no menisco ,estou com gesso na perna sera que logo com 45 dias de repouso posso voltar a trabalhar ,e tudo que quero desde que nao fica com sequelas

    ResponderExcluir
  20. A consolidação da tíbia pode demorar mais tempo na dependência da localização e da anatomia do traço de fratura, seu ortopedista irá fazer nova consulta e avaliar os novos exames radiográficos e dessa maneira liberar ou não para retornar ao trabalho.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia Dr Marcos gostaria de tirar uma duvida , minha fez a 90 dias uma cirurgia de menisco , so q apos este periodo nao teve melhora alguma e diz q o joelho fica travando e nao consegue nem subir uma escada direito , pelos exames q fez esta semana estes foram os resultados lesao do corpo e do corno posterior do menisco medial , lesoes osteocondrais nos condilos femorais e tibias medias e artrose femoro tibial incipiente , se possivel queria saber qual deveria ser o procedimento para este problema .

    ResponderExcluir
  22. Marque uma consulta para que eu possa fazer um exame fisico detalhadoe e ver as imagens desse novo exame.

    ResponderExcluir
  23. Dr. boa noite.
    Bati o joelho e passei no médio o primeiro só imobilizou e me deu anti-inflamatório, o segundo pelo convenio da empresa imobilizou mais cinco dias e me passou anti-inflamatório, trocamos de convenio o terceiro medico tirou aguá do joelho e falou que nao havia necessidade da ressonancia devido o liguido não apresentar sangue, imobilizou e apos cinco dias me deu alta.
    não sinto dores forte apenas algumas pontadas rigidez, e quando aperto a região da pancada na lateral parte de dentro do joelho direito sinto uma dorzinha e meu joelho anda continua inchado apos quase um mês. como devo proceder e isso é normal.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite Dr. Marcos, em julho do ano passado me lesionei, apos resonancia foi constatado rotura do menisco medial.
    No dia 13 de abril deste ano realizei a artroscopia. Foram feitas 3 insições. Correu tudo bem, foi retirado quase metade do menisco, Não foi um cirurgia facil, durou cerca de 2 horas. Retirei os pontos fazem 3 dias, e uma das insições abriu um pouco, mas já estou fazendo curativos adequadamente.
    Não sinto dor nenhuma no joelho, mas o que me incomoda é que o joelho continua muito inchado. Se fico parado tudo bem, se começo a andar ele incha muito, consigo andar, mas a perna vai pesando. O cirurgião-ortopedista me falou que era normal isso, mas acho muito estranho. O que o senhor acha que pode ser? E se realmente esse inchaço é normal?
    Muito obrigado.
    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  25. Dr Marcos, boa tarde

    Meu esposo sofre com dores no joelho esquerdo, e sua RM veio com o seguinte laudo:
    Lesão no corno anterior do menisco lateral, com formação de grande cisto parameniscal nesta região.

    Gostaria de saber o que exatamente isso significa, e se o tratamento nestes casos costumam ser cirúrgicos.

    Desde já agradeço.
    Danielle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As lesões meniscais são cirúrgicas em alguns casos, porém devemos analizar a anatomia da lesão, a idade do paciente e a circunstância do surgimento dessa lesão. Existem vários tipos de lesão meniscal, leve esse exame ao ortopedista que saberá pelas imagens se o caso é cirúrgico ou não.

      Excluir
  26. Dr.Marcos fiz a RM do meu joelho e nela foi constatada ruptura radial do menisco lateral, apresentando líquido na cartilagem.
    Tenho 15 anos e gostaria de saber se precisarei passar por uma cirurgia ou não ?
    E quanto tempo máximo para meu retorno as atividades físicas ?

    Desde já agradeço pela atenção.
    Abraço

    ResponderExcluir
  27. Mathias para responder a essas perguntas precisaria examinar você e ver as imagens do seu exame de ressonância, sugiro que você procure um ortopedista.

    ResponderExcluir
  28. Cara Sra Elizângela Lopes
    minha secretária me passou a sua solicitação. o modo como avaliamos se um pergunta ou comentário vem de um seguidor do blog é entrando no perfil do blog de quem perguntou.
    O seu perfil do Blogger é http://www.blogger.com/profile/13295568455922837520
    nesse link consta que a senhora segue 102 blogs! ( minha secretária contou um por um!
    porém o nome desse blog não aparece.
    Infelizmente não consigo responder a pergunta de todos e dessa maneira tive que escolher um critério, o critério é responder as perguntas de quem está seguindo o blog através do google friends connect.
    Não lí seu comentário inicial somente o último. Espero ter ajudado. leia mais em SAC e Sobre o Blog no menu superior

    ResponderExcluir
  29. Em primeiro lugar quero parabenizar o Dr. Marcos por este blog esta nota 10 ! e em segundo peço uma orientação em relação ao meu joelho, eu estava jogando futebol e fui chutar a bola e acabei chutando o vácuo e desde esse dia meu joelho esta me incomodando quando vou jogar futebol, mas quando estou em repouso esta perfeito.Posso correr normalmente mas chutar a bola de bico já vem logo uma fisgada o que possivelmente pode ser Dr. marcos? qual o tratamento? um abraço e fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa procurar um ortopedista para avaliá-lo.

      Excluir
  30. Ola DR. Marcos Britto,
    Me chamo Marta tenho 25 anos. Faz Uns trés mesmo mais o menos que venho tendo dores constante e forte no joelho direito e bem nessa regiao Meniscus que eu falo abaixo do joelho, nao consigo dobrar o joelho por muito tempo de dois fica rigido parece que nao vou consequir movimentar meu joelho tenho sempre que fica com a perna esticada nao consigo dobrar me ajoelhoar e nem me agaixar pois é uma dor ensuportavel muito doloroso. Essa semana passada chorrei de tanta dor e no desespero pequei gelo e comecei a passar na regiao lesionada precebi uma melhora e passei a fazer todos os dia e foi melhorando cada vez mais hoje esta bem melhor ja consigo dobrar o joelho e me agaixar amis nao por muito tempo tem que ser rapido pois doi. So que eu tinha marcado uma consutar com um ortopedista espacialisado em joelho porem ja esto bem melho so que devo ir mesmo meu joelho apresentando uma melhorar eu devo continuar como o gelo.

    ResponderExcluir
  31. Olá, Dr Marcos
    Era sendentário (42 anos com sobrepeso) e resolvi caminhar. Perdi 8 kg. Resolvi começar a "trotar" após 2 meses sentir "desconforto" quando fazia minhas caminhadas. Resumindo...RM. Resultado: Menisco lateral tem conf. normal e intensidade de sinal preservada. Alteração de sinal do corno posterior do menisco medial sugerindo lesão. cartilagens tibio e petelo normais. ligamentos cruzados ok. Hipersinal na ponderação T2 na medular óssea do condilo femoral media no aspecto poterior do planalto tibial medial, compatível com edema / hemorragia por microfraturas do traberculo ósseo. tendão do quadríceps aspecto normal. Opinião do profissional: pequeno derrame articular, alteração de sinal do corno posterior do menisco medial sugerindo lesão, contusões ósseas no apscto medial do fêmur e na tíbia. PERGUNTA: NUNCA MAIS VOU PODER VOLTAR "TROTAR"??? NÃO VOU ANDAR DE BICICLETA MAIS??? NUNCA MAIS VOU PODER FAZER MINHAS CAMINHADAS DIÁRIAS DE 1H E 30 MIN.????? OBRIGADO E PARABÉNS PELO SITE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, para tudo na vida temos solução. Tratando essa fratura de estresse você deve melhorar muito. Você esta no caminho certo fazendo acompanhamento ortopédico. Siga as orientações do Seu ortopedista.

      Excluir
  32. Quando estou agachado e me levanto os meus joelhos estalam,e algumas vezes quando fico com eles dobrados por muito tempo eles travam,isso é algo sério,pois vou prestar concurso público e caso seja aprovado passarei por um exame médico isso pode atrapalhar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caso seja uma lesão de menisco em alça de balde sim, pode ser um problemas mais sério.

      Excluir
  33. Menisco lateral apresentando foco linear de aumento de sinal do seu corno posterior,com questionável extensão à superfície articular inferior.Dr Marcos poderia me explicar o que significa isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o radiologista teve dificuldade de determinar pelo exame de a lesão do menisco se estende até a superfície do menisco ou se trata de uma lesão degenerativa intrameniscal o exame clínico pode ajudar na elucidação diagnostica.

      Excluir
  34. Boa tarde Dr. Marcos.
    Poderia me dizer se no caso abaixo se aconselha uma cirurgia?

    Obrigado e cumprimentos.
    anafsequeira@gmail.com


    Após ressonância esse foi o relatório:

    RM Joelho Esquerdo

    Efectuámos sequências sagital DP, T2* com supressão de gordura, coronal DP com FAT SAT e STIR, axial T2* com supressão de gordura e sagital DP com cortes finos dirigidos ao LCA.

    Relatório:
    Aumento do sinal medular ósseo da face interna do côndilo interno, por significativo edema medular pós contusional, admitindo-se mesmo discreta irregularidade do contorno da cortical, não se excluindo ligeiro afundamento.
    O revestimento condral de ambos os côndilos encontra-se preservado.
    Fibrocartilagem meniscal externa com morfologia e sinal conservados, sendo evidente irregularidade do contorno do bordo livre do menisco interno com pequena amputação na transição do segmento médio para o corno posterior e com evidência de traço linear hiperintenso que atinge a faceta articular inferior, em relação com fratura meniscal.
    Discreto espessamento das fibras superficiais do LLI e com ligeiro edema envolvente, compatível com distensão ligeira sem evidentes soluções de continuidade. LLE com espessura e continuidade mantidas.
    Está também preservada a espessura e continuidade do LCA e LCP, sem sinais sugestivos de disrupção, embora se admita um ligeiro edema interfibrilhar do LCA.
    Ausência de subluxação ou de báscula da rótula, a qual apresenta hipoplasia da faceta articular interna, do foro constitucional e ligeira heterogeneidade de sinal da cartilagem de revestimento compatível com condropatia de grau

    Moderado derrame intra articular, mais expressivo na bolsa subquadricipital, que apresenta fina plica sinovial no seu recesso interno.
    Coexiste conteúdo líquido envolvendo a área do pivot central, não se definindo coleções líquidas patológicas valorizáveis no escavado popliteu, à exceção de um ligeiro conteúdo liquido na baínha do tendão do popliteu.
    Aparelho extensor tendinoso íntegro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para saber se há indicação cirúrgica precisaria examinar o joelho do paciente

      Excluir
  35. Bom dia.
    Obtive como resultado de uma RM,o laudo: Lesão no menisco externo, associado a dimonuto cisco parameniscal.
    Discreta sinovite.

    É recomendado o proscesso cirúrgico?
    Qual o tempo estimado de recuperção, levando-se em conta um indíduo jovem e de boas práticas físicas?

    Abraços e parabéns!

    ResponderExcluir
  36. Caro Dr Marcos,
    Achei esclarecedor o seu artigo. Apenas fiquei equivocada, quando o mesmo relata que a fisioterapia-reabilitação de lesão no joelho, pode ser feita em casa e apenas em alguns casos é necessário a orientação do Fisioterapeuta!!!??? Não existe tratamento fisioterápico sem fisioterapeuta, assim como não existe tratamento médico, sem o médico! Por favor, peço que corrija o seu artigo!
    Atenciosamente,
    Andreza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Andreza, o artigo relata o que penso. Você tem o direito de discordar, isso é importante. Como fisioterapeuta você deve conhecer casos que se recuperam sem a presença de um fisioterapeuta. Lesões menores evoluem muito rapidamente no pós operatório e em geral os exercícios prescritos pelo médico são feitos em casa. Lesões maiores evoluem com mais dor e impotencia funcional e os pacientes não conseguem fazer exercícios sem auxílio, nesses casos o fisioterapeuta é fundamental e muda a evolução, melhorando o resultado final.

      Excluir
  37. acabei de fazer uma cirurgia no menisco quanto tempo de recuperação pra eu voltar a jogar futebol ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Converse com o seu cirurgião ortopedista, não procure resposta a esse tipo de pergunta na internet.

      Excluir
  38. Boa tarde
    Dr Marcos acabei de pegar o resultado de ressonancia magnetica do joelho D e a conclusão foi Cisto para-meniscal. Qual o procedimento a tomar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro levar esse exame ao ortopedista que o solicitou

      Excluir
  39. Prezado Dr. Marcos,
    Tenho 50 anos, jogo tenis 4 vezes por semana e acabei de pegar minha RM que conclue:-Derrame articular
    -Sinais sugestivos de rotura do corno posterior do menisco medial.
    -Condromalácia patelar
    Foi receitado 10 dias de fisioterapia e anti inflamatório.

    Caso quando voltar a jogar (30 dias s/ jgr)voltar a dor foi aconselhado fazer cirurgia.
    A pergunta é, posso fazer academia?... 10 dias de repouso ja não seria suficiente?, pois não tem inchado tem apenas incomodado.

    ResponderExcluir
  40. Dr. Marcos,

    Uma ruptura do menisco medial associada a contusão óssea de côndilo medial de fêmur e tíbia estaria mais associada a uma lesão traumática ou pode ocorrer também com a atividade laboral? Qual seria o mecanismo neste caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para terminarmos a causa, precisamos colher uma história clinica detalhada e examinar o paciente, uma causa muito frequente é sobrepeso

      Excluir
  41. Dr. Marcos

    Tenho 50 anos e lesionei-me a jogar futebol. A RM deu o seguinte diagnóstico: Marcadas alterações morfológicas e estruturais do ligamento cruzado anterior compatível com rotura vendo-se também alterações da ponta posterior do menisco interno onde se evidencia uma imagem linear que atinge a superfície articular igualmente traduzindo fractura a este nível. A ponta anterior do menisco não revela alterações o mesmo sucedendo relativamente ao menisco externo. O cruzado posterior está íntegro. Relativamente aos ligamentos laterais não vemos significativas alterações sendo apenas de salientar a existência de ligeira subluxação do menisco interno que se encontra lesado levando a abaulamento do ligamento lateral interno. Salientamos ainda a presença de aspecto compatível com lesão osteocondral a nível da região subarticular do côndilo femoral externo associada a edema medular vendo-se também uma área de discreto edema medular sob a vertente mais externa do côndilo femoral interno. Há moderado derrame que preenche os recessos latero-condilianos em particular o interno.

    Poderia dar-me algumas informações acerca da ou das terapêutica/s mais indicada/s? Muitro obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve retornar ao médico que solicitou esse exame. Você tem problemas no joelho que irão necessitar de tratamento ortopédico.

      Excluir
  42. Ola dr. Marcos!Parabens pelo excelente blog!Dr.,recetemente fiz uma RM pois sentia muitas dores no joelho direito,e o exame acusou os seguintes problemas:lesões osteocondrais nos condilo femoral e platÔ tibial mediais;infiltração edematosa do colateral medial;derrame articular;cisto de Baker e rotura do corno posterior do menisco medial.Gostaria de saber se esses problemas são graves e se eles poderiam me levar a cirurgia deste joelho.Tenho consulta marcada com um ótimo ortopedista,mas só daqui a duas semanas e estou ansioso por uma opinião qualificada para esses problemas.Se o sr. puder me dar algum esclarecimento ficarei muito agradecido.Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você esta no caminho certo de fazer tratamento com um bom ortopedista, após ele examinar seu joelho poderá indicar o melhor tratamento no seu caso.

      Excluir
  43. Boa noite Dr. Marcos
    o meu caso meu joelho ele não esta segurando, as vezes consigo andar por 5, 10 minutos ou as vezes dou 3 passou e ele dobra sozinho mais com uma certa violencia.
    meu exame de RM acusou ligamento cruzado anterior de contornos irregulares, associados a obliteração do plano periligamentar, com discreta alteração difusa de sinal, paralelo em relação ao teto intercondilar.
    entesopatia do terço proximal do tendão patelar associado a edema da gordura de permeio sugerindo processo inflamatorio.
    proeminencia da bursa pré-patelar sugerindo bursite. correlacionar
    esse seria um caso para cirurgia ou só com fisioterapia eu consigo a recuperação.
    abraços e agradeço desde ja.
    fabio

    ResponderExcluir
  44. Caro Dr Marcos Britto da Silva,

    Tenho 25 anos e há 1,5 anos atrás, aproximadamente, durante uma corrida de 5 Km percebi um estalido no joelho esquerdo. O problema se agravou; após uma RM foi detectado alteração desegenerativa do corno posterior do menisco. De lá para cá, então, venho fazendo fisioterapia (alongamentos e fortalecimento). Até então, não obtive melhora constante. Tenho passado por altos e baixos: melhora, depois piora. Há 4 meses atrás fiz mais uma RM. O resultado mais uma vez foi: Degeneração mucóide meniscal do medial. Mais uma vez, estou fazendo fisioterapia, tb estou fazendo natação para ajudar no fortalecimento. Corridas, nem pensar. Atualmente, o problema se agravou: as dores e os inchaços são mais constantes. Mal posso fazer curtas caminhadas (nao mais do que 10 min) que já sinto as dores e o inchaço aumenta. Às vezes casa pisada que dou sinto umas agulhadas... Passo dias de repouso, caminhando o mínino possível, essas dores param, porém o inchaço, principalmente na parte de tráz do joelho, sempre aparece com o mínimo de esforço.


    Estou muito preocupado. Principalmente por causa dessa alteração degenerativa. Tenho lido sobre o assunto e percebi que essa alteração degenerativa é mais comum em idosos. Assim, to com as seguintes duvidas:

    O que difere uma alteração degenerativa do menisco dos outros tipos de lesões? e qual a possível causa, levando em conta minha idade? Para esse caso, qual o melhor tratamento (já venho lutando há dois anos? A artrocospia é indicada/resolve o problema de degeneração do menisco?

    Também li que a condroitina e a glicosamina auxiliam na "regeneração da cartilagem. Elas serviriam para meu caso? Também encontrei uma formuçao com acido ascorbico e Metil-Sulfato Metano melhora a absorção das mesmas...

    Muito obrigado,

    Marcos Alex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos , muitas dúvidas e muitas possibilidades , suas dúvidas serão melhor esclarecidas com uma consulta formal.

      Excluir
  45. Olá! Ontem ao descer do carro quando fiquei de pé meu joelho estalou, foi como se tivesse saindo do lugar, algo assim e no mesmo instante voltou par o lugar. Nas primeiras duas horas senti aquela dor pulsante, como contrações, mas conseguia mexer, dobrar e andar. Coloquei gelo por alguns minutos e passei pomada para dor muscular.No fim da noite já nao doia, mas caso eu fizesse esforço sentia uma fisgada. Agora no segundo di, ja nao doi mais, nao está inchado, estou andando melhor, mas se fizer determinado movimento com a perna, como se fosse girar sinto a fisgada como se uma cartilagem mexesse. Continuo colocando compressa de gelo a cada 60 minutos. Devo procurar um médico?

    ResponderExcluir
  46. Boa Tarde !

    Acredito que estou com um problema no menisco lateral, gostaria de saber se existe uma forma de saber a quanto tempo tenho o problema se ele já era pré-existente ?

    Obrigado !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A LESÃO AGUDA EM GERAL ESTA RELACIONADA A SINTOMAS INFLATÓRIOS, A LESÃO CRÔNICA, EM GERAL, NÃO. O TAMANHO E HISTÓRIA CLÍNICA TAMBÉM PODEM FORNECER PISTAS SOBRE O TEMPO DE EVOLUÇÃO.

      Excluir
  47. Dr Marcos, andei lendo os artigos do seu blog e gostei muito.

    No dia 19/12/2013 senti uma dor no joelho, como se algo tivesse rompido. A dor foi só aumentando e chegou a ficar praticamente insuportável mesmo com o uso de anti-inflamatórios. Só consultei dia 17/01/2013, quando fiz ressonância. Não tenho Plano de Saúde. Aqui está o que o laudo disse:

    • Fratura subcondral no côndilo femoral lateral, com extenso edema na medula óssea do côndilo femoral lateral e previamente associada a área de osteocronose na zona de carga. (descreve o edema que se estende nas partes moles, envolvendo ligamento colateral lateral);
    • Sinais de osteoartrose femorotibial e femoropatelar;
    • Rutura dos meniscos lateral e medial;
    • Tendinopatia patelar;
    • Condropatia patelar com exposição do osso subcondral;
    • Moderado derrame articular e sinais de sinovite;
    • Espessamento e hipersinal do ligamento cruzado anterior podendo corresponder a alteração degenerativa e/ou ruptura crônica da intra-bainha.

    Então fui afastada do trabalho por 90 dias. Dois médicos me atenderam e solicitaram o mesmo período de afastamento, com CID diferentes: CID M 87.9 (Osteonecrose não especificada) e CID S 72.4 (Fratura da extremidade distal do fêmur).

    Tenho 61 anos, tenho sobrepeso. No entanto, nunca fui sedentária – sempre fiz caminhadas e faço pilates duas vezes por semana. Sou portadora de alcaptonúria/ocronose – somos 16 irmãos, dos quais, 6 são portadores da rara doença. Pelo que leio sobre o assunto (artigos científicos e também faço parte do grupo do Facebook), creio que este quadro poderia ser consequência desse erro inato do metabolismo. Os médicos não gostam nem que a gente refira a essa EIM.

    O que o senhor poderia me dizer sobre isso?

    Agradeço e aguardo retorno.

    Joana Eleutério
    www.gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emagreça, para dar uma opinião num caso específico preciso examinar o paciente.

      Excluir
  48. Boa tarde Dr. Marcos,
    O meu nome é Genival da Silva Santiago, tenho 45 anos, 1m 79cm, 94k e o meu objetivo aqui é informar o meu problema e ao mesmo tempo adquirir uma resposta mesmo que seja uma resposta breve, mas objetiva. Dr. Há algum tempo venho sentindo que o meu joelho direito, após os babas (são dois babas semanais - terça e sábado a noite), ficam ligeiramente inchados e sem muita abertura na perna caso eu tente alcançar o calcanhar. Mas de um baba para outro já consigo novamente jogar bola e, assim sucessivamente, um inchaçozinho um dia, outro não, estava levando a vida nisso. Também fazendo caminhadas matinais de 1 hora. Nada de remédios anti-inflamatórios, algumas vezes gelo. Mas de uma hora para outra a coisa mudou: Após o baba do sábado retrasado dia 16 de fevereiro, já cheguei em casa com dificuldade em levantar a perna para deitar-me. No domingo, a mesma coisa, na segunda também, mas estava dobrando ao ponto de sentar-me. Só que nessa mesma segunda-feira, de tardezinha ainda no trabalho, a perna ficou quase que completamente sem movimento. Ainda assim , com dor dirigir o carro uns 6km até a minha residência. Nesta, deitei-me com fortes dores e isso foi até o dia seguinte quando me dirigi à emergência do Hospital para consulta. Por lá fiz exame de raio X, Ressonância Magnética e o médico, me pediu também, exame de ácido úrico já que tenho problemas de GOTA. Pois bem, hoje, 26 de fevereiro, estou com o relatório em mãos onde o mesmo menciona: Pequena amputação da margem livre do corpo do menisco lateral. Menisco medial apresenta-se de forma, contornos e intensidade de sinal normais. Ligamentos cruzados e colaterais sem alterações. Tendões do quadríceps, patelar e semimembranoso de espessura, contornos e intensidade de sinal normais. Planos musculares de aspecto anatômico. Estruturas ósseas conservadas. Aumento do volume do líquido sinovial.
    IMPRESSÃO: Pequena rotura radial do corpo do menisco lateral.
    Derrame sinovial.
    O exame de ácido úrico foi de 6,10 mg/dL, portanto normal.

    Obrigado e agradeço caso tenha um retorno,

    Genival Santiago - Simões Filho - BA
    E-mail: gssantiago@hotmail.com

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde Dr. Marcos,

    Eu gostaria de saber como exatamente ocorre a ruptura do menisco. Entendi pelo seu artigo que pode acontecer durante um agachamento ou de giro no joelho, mas gostaria de saber exatamente qual o tipo de giro ou de agachamento que provoca esta ruptura, os mais bruscos? Se eu estalar meu joelho girando ele há chances de romper o menisco?
    Quem tem condromalacia tem mais chances de romper o menisco?

    Muito obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os movimentos simples em geral não provocam lesão nos meniscos saudáveis, porém meniscos com lesões degenerativas podem se romper com traumas menores, não conheço uma regra simples para colocar como normal ao grande público, porém, sugiro evitar os exercícios de ganguru.

      Excluir
  50. Boa tarde, dr. Marcos,

    Eu gostaria de saber como romper o menisco? Eu vi no artigo que pode se romper com movimentos de agachamento ou ao girar o joelho, mas gostaria de saber o movimento exato, seria um movimento brusco? Se eu estalar o joelho com um movimento virando ele pro lado, como se fosse girando pode romper o menisco? Quem tem condromalacia pode romper o menisco mais facilmente?

    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  51. Bom dia Dr.Marcos,fiz uma cirurgia de rutura de menisco em 2006,só que de uns tempos pra ca vem doendo,joelho e lateral do joelho...esta me incomodando,minha pergunta e,pode voltar aconceter o mesmo problema novamente? grata

    ResponderExcluir
  52. Boa tarde,

    No ano passado a jogar á bola um colega caiu encima de mim sobre o meu joelho, nos dias seguintes sentia uma dor mas era suportável e inclusive conseguia jogar á bola, passado um tempo essa dor ficou maia intensa e resolvi fazer uma ressonância magnetica,o medico aconselho a operação acusou uma micro rotura do menisco interno, passado 1 mês fiz outra e não acusou nada o medico aconselhou fisioterapia e disse que era uma tendinite cronica do tendão rotuliano,fiz fisioterapia durante 2 meses. Passado 1 ano e meio continuo com a dor, e dói mais a subir as escadas do que a descer, consigo jogar á bola mas quando é preciso apoiar a perna parece que não tenho força e coxeio. A andar normalmente não tenho dor o que acha que devo fazer?, outra ressonância?,


    Cumprimentos.

    ResponderExcluir
  53. Você deve ser submetido a novo exame clínico talvez seja necessário novo exame de imagem

    ResponderExcluir
  54. Drº Marcos Boa tarde,

    Estou com uma lesão no menisco grau III, isso aconteceu em 2008, porém não fiz a cirurgia, e agora o joelho travou e refiz a Ressonacia e deu a mesma lesão só que também o ligamento cruzado posterior, o srº acha que tem jeito se fizer cirurgia agora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim , a lesão meniscal pode ser feita anos depois porém nessas situações a cirurgia é um pouco maior pois a lesão meniscal tende a se agravar com o passar dos anos.

      Excluir
  55. dr. fiz uma cirugia de menisco e tomei betatrinta já posso volta a jogar futebol

    ResponderExcluir
  56. O que fazer no caso de diagnóstico de meniscopatia degenerativa quando o paciente já fez todo tipo de tratamento, como antinflamatórios, gelo, pilates, fisioterapia e o ortopedista afirma que a dor é crônica e aconselha tratamento à base de calmantes e mesmo assim as dores só aumentam de forma que a paciente não consegue andar direito, mancando da perna devido as dores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para tratar a dor precisamos entender a origem da dor.

      Excluir
  57. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  58. Obrigado pelad informações Dr.

    Gostaria de saber se é possível confundir o diagnóstico de condromalacia patelar e problema no menisco ? Fui em médicos diferentes ecada um afirmou um problema.

    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com alguma frequência esses dois diagnósticos coexistem

      Excluir
  59. Bom dia, Dr Marcos , tenho uma ruptura no menisco e ainda não fiz a cirurgia quase não sinto dores, gostaria de saber se posso fazer exercícios de perna na academia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua pergunta não pode ser respondida pela internet, um médico não pode liberar um paciente sem examiná-lo !!!!!!!

      Excluir
  60. Bom dia Dr Marcos!

    Escrevo-lhe de Portugal. Estava á procura de informação sobre uma situação que me surgiu, e tive a sorte de encontrar o seu blogue.
    Dou-lhe os meus sinceros parabéns, por esta fonte de informação e ajuda, que pode tranquilizar muitas pessoas que como eu, se encontrem divididas entre o que devem ou não fazer.
    Pois bem, passo a expor o meu caso, para o qual, agradeço antecipadamente toda a atenção que lhe possa merecer, no sentido de uma orientação e esclarecimento de algumas duvidas.

    Há mais ou menos uns três, quatro meses,depois de subir a pé uma rua inclinada, puxando um peso considerável, dei-me conta de que o meu joelho esquerdo se encontrava inchado, com dor na articulação interna e sem poder apoiar-me sobre o joelho dobrado (posição de cócoras), doía-me a caminhar, a subir e descer escadas, mas esticava e dobrava bem a perna, só não conseguindo suportar carga sobre o joelho flectido.
    Fiz e estou a fazer tratamentos de fisioterapia, (ionizações, com anti-inflamatório) e também já fiz laser.
    O joelho tem melhorado consideravelmente. Ás vezes caminho sem sentir qualquer desconforto, desinchou. Os únicos sintomas que ainda persistem, é uma sensação estranha na parte de trás do joelho e uma dor quando me levanto depois de estar algum tempo sentada, principalmente se for num sofá. Caminho normalmente, já me vou conseguindo agachar, embora não consiga exercer carga nesse joelho.
    Pois bem, fiz Rx e RM. O Rx fala apenas em ligeiras artroses, ( tenho 55 anos e sou saudável) .
    A RM diz assim:
    Observamos alteração da morfologia, dos contornos e do sinal normal do menisco interno, corno posterior, achados traduzindo fractura meniscal.
    Alteração do sinal normal das partes moles adjacentes ao ligamento colateral interno, em relação com estiramento do LLI.
    Derrame intra- articular de pequeno volume.
    Menisco externo sem alterações.Ligamentos cruzados e colateral externo e tendões do quadricípite e rotuliano sem alterações dignas de registo.
    A minhas questões: poderei curar-me sem recorrer a artroscopia uma vez que não sinto dores que me incomodem muito? É possível saber se esta fractura do menisco , não terá a ver com processo degenerativo devendo-se a sintomatologia unicamente ao estiramento do tendão? Quanto tempo posso esperar? É verdade que as cirurgias ortopédicas incluindo a artroscopia do joelho são cirurgias de acrescido risco devido a trombos que podem entrar em circulação? É seguro fazer uma artroscopia? Qual o tipo de anestesia?
    São estas as minhas dúvidas Dr.
    Claro que já procurei um ortopedista, pus-lhe estas questões, mas a resposta foi: Os testes são positivos, portanto é para operar, para não comprometer outras estruturas saudáveis do joelho.
    Obrigada por tudo!
    Saudações de Lisboa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive na Sua cidade mês passado e gostei muito, apesar de ter gostado mais do Porto. Não consigo a distancia responder a suas perguntas. O relato de um caso e a explicação pela internet deve ficar restrita a coisas genéricas, o opinião sobre um caso específico deve ficar restrita a uma avaliação clínica e exame clínico do Paciente. Vindo ao Rio de Janeiro poderei orientá-la pessoalmente.

      Excluir
    2. Muito grata pela prontidão da sua resposta. Imaginei que fosse assim. A medicina não pode ser praticada à distância. No entanto e se não for abuso da minha parte, posso perguntar-lhe sobre os riscos de uma artroscopia? Em pessoa saudável claro.
      Muito grata Dr..Também conheço bem a sua cidade. Para mim uma das mais bonitas que já visitei. Quem sabe não voltarei aí em breve!!
      Os meus cordeais cumprimentos.

      Excluir
    3. É uma cirurgia de baixo risco quando comparada a outras cirurgias de maior porte em ortopedia

      Excluir
  61. Muito obrigada mais uma vez, pela simpatia e atenção.

    ResponderExcluir
  62. Dr. este texto pode ser usado como referência bibliográfica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, basta citar a fonte http://www.marcosbritto.com/2011/05/lesao-de-menisco-lesao-meniscal.html e a data em que você leu

      Excluir
  63. Doutor,Estava jogando basquete quando dei um toco no meu adversário e cai de mal jeito,meio que minha perna dobrou lateralmente(a dor maior e no final da panturrilha quase no joelho),senti uma grande dor ,sentei pus gelo,senti uma melhora e tentei jogar denovo,ai parece que piorou senti um estalo meio que na parte final da panturrilha e num osso lateral da perna esquerda,isso pode ser no menisco? Meu joelho esquerdo está meio inchado quando eu o dobro tem uma pequena elevação abaixo da patela que parece solta por dentro,não consiguo andar direito,ocorreu nesta quinta feita dia 2/10,sexta estava bem inchado,hj sábado tive melhoras,Essa lesão pode ser tratada em casa? Grato pela atenção,abrçs !!

    ResponderExcluir
  64. discreto hipersinal e espessamento da fibra do ligamento cruzado anterior de origem intrasubstancial o que quer dizer isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente significa que esse ligamento sofreu um pequeno estiramento

      Excluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG
http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html
Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Últimas Artigos Revisados ou Publicados

Vídeos com Aulas e entrevistas com Dr. Marcos Britto da Silva

Loading...

Video Artroscopia de Joelho - Meniscectomia

Video Luxação Acromio Clavicular no Ombro

Video de Reconstrução do LCA

Localize Artigos por data