Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: Má Postura e Torcicolo

Má Postura e Torcicolo

O pescoço (região da coluna cervical) é composta de 7 vértebras que começam na parte superior do tronco e terminam na base do crânio. As vértebras, juntamente com os ligamentos  fornecer estabilidade para a coluna. Os músculos sustentam e permitem o movimento da coluna cervical. O pescoço tem uma quantidade significativa de movimento e suporta o peso da cabeça. No entanto, é menos protegido do que o resto da coluna, o pescoço pode ser vulnerável a lesões e doenças que produzem dor e restringem o movimento. Para muitas pessoas, a dor no pescoço é uma condição temporária que desaparece com o tempo. Outros necessitam de diagnóstico e tratamento médico para aliviar seus sintomas.

Causas da dor no Pescoço
Uma das causas mais comuns da dor no pescoço é a má postura. A má postura da coluna cervical é um mal dos novos tempos. hoje passamos horas deitados vendo televisão com dois travesseiros embaixo da cabeça, lemos deitado, usamos o computador em posição errada com o monitor muito alto, muito baixo, a direita o esquerda do corpo o que obriga a manter a cabeça girada para um lado por várias horas. Algumas secretárias tem o hábito de atender telefone segurando a telefone com o ombro para ficar com as duas mãos livres, principalmente o celular! Essa necessidade de ser multitarefa dos dias atuais coloca o pescoço em posições que levam a torcicolos e a longo prazo podem levar ao desenvolvimento de doenças mais sérias como a artrose. Outro hábito ruim para o pescoço é dormir com a barriga para baixo e em alguns casos o uso de óculos multifocais. o Hábito de carregar peso na cabeça por períodos prolongados também sobre carrega as articulações intervertebrais levando a desgaste, dor e artrose no pescoço.

A dor no pescoço pode resultar de anormalidades nos tecidos moles, músculos, ligamentos e nervos, em outros casos o problema pode estar relacionados aos ossos e articulações da coluna vertebral. As causas mais comuns de dor no pescoço são anormalidades do tecido mole devido a lesão ou uso prolongado inadequado e a artrose. Em casos raros, tumores ou infecções podem causar dor no pescoço. Em algumas pessoas, problemas no pescoço podem ser a fonte de dor na parte superior das costas, ombros ou braços, zumbido e problemas de equilíbrio.

Doenças inflamatórias
A artrite reumatóide pode destruir as articulações no pescoço e causar rigidez e dor severa. A artrite reumatóide normalmente ocorre na área do superior pescoço .

Degeneração do disco cervical (Espondilose)
O disco funciona como um amortecedor entre os ossos do pescoço. Na degeneração de disco cervical (que normalmente ocorre em pessoas com idade de 40 anos e mais velhos), o centro normalmente gelatinoso do disco se degenera e o espaço entre as vértebras se estreita ( imagem vista na radiografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética). Como o espaço em disco se estreita, mais stress é aplicado para nas articulações da coluna cervical causando desgaste ainda maior e artrose. O disco cervical pode também projetar e colocar pressão sobre as raízes da medula espinhal ou de nervos quando a borda do disco enfraquece. Isto é conhecido como uma hérnia de disco cervical.

Traumas e acidentes
O pescoço é muito flexível e suporta a cabeça por isso é extremamente vulnerável a lesões. Acidentes de mergulho, esportes de contato e quedas e acidentes automobilísticos podem resultar em lesões no pescoço. O uso regular do cinto de segurança em veículos a motor podem ajudar a prevenir ou minimizar a lesão no pescoço. A batida de carro por trás pode resultar em hiper extensão, um movimento para trás do pescoço além dos limites normais, ou hiperflexão, um movimento para a frente do pescoço para além dos limites normais, Chicote na batidas de frente. As lesões do pescoço mais comuns envolvem os tecidos moles: músculos e ligamentos. Lesões graves no pescoço com uma fratura ou deslocamento do pescoço podem danificar a medula espinhal e causar paralisia.

Outras causas de dor cervical
Causas menos comuns de dor no pescoço incluem tumores, infecções ou anormalidades congênitas das vértebras.

Quando  procurar cuidados médicos?
Presença de dor cervical severa que ocorra após uma lesão em acidentes de viação,  mergulho, carro ou até mesmo em parques de diversão e também após quedas, Um profissional treinado, como um paramédico ou Bombeiro, deve imobilizar o paciente para evitar o risco de outras lesões e possível paralisia. O atendimento médico deve ser procurado imediatamente.

Assistência médica imediata também deve ser procurado quando uma lesão causar dor no pescoço que se irradia para os braços e pernas.
Dor ou dormência nos braços ou pernas, causando fraqueza nos braços ou pernas, mesmo sem dor no pescoço também devem ser avaliadas.

Se não houve uma lesão aparente, o paciente deve procurar atendimento médico quando a dor no pescoço é:
  • contínua e persistente
  • grave
  • acompanhada de dor que se irradia para os braços ou pernas
  • acompanhada por dores de cabeça, dormência, formigamento ou fraqueza
Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 01/11/2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Postagens mais lidas na última semana