Exercícios de Alto Impacto e Artrose

A atividade física regular é a base do tratamento e da prevenção da artrose. Sabemos que as atividades físicas de baixo impacto como andar e nadar são ótimas para as articulações dos membros inferiores. Em teoria as atividades de alto impacto poderiam causar lesões na cartilagem, que mais tarde poderá contribuir para a artrose.
No dia 4 de novembro desse ano foi apresentado um trabalho no Congresso de Sociedade Norte Americana de Radiologia. Esse Trabalho analisou a ressonância de pacientes entre 45 e 55 anos divididos em tres categorias. Indivíduos com atividades físicas de baixo, médio e alto impacto. Pacientes com atividades de alto impacto apresentaram maiores alterações na ressonância. O grupo com atividade de alto impacto apresentaram maior incidência de lesões cartilaginosas, edema medular e lesões meniscais. Nenhum dos pacientes avaliados apresentava dor no joelho.
Sabemos que as alterações da artrose ocorrem a medida que envelhecemos. A Cartilagem tem uma baixa capacidade de regeneração, portanto, quando praticamos atividades de alto impacto por longos períodos estamos mais expostos a lesões.
Se você é sedentário e quer iniciar atividades físicas regulares, primeiro ande depois corra. Se você e mais velho priorize atividade de baixo impacto como caminhar ou fazer hidroginástica. Atenção algumas doenças cardiovasculares contraindicam a hidroginastica.
Correr é saudável, correr 10 Km por semana é ótimo. Porém quando corremos 10Km por dia, 5x por semana estamos colocando as articulações em risco de pequenas lesões. Para determinar o impacto que as articulações sofrem durante uma corrida temos que avaliar também o terreno onde a pessoa está praticando o exercício, o tipo e o tempo de uso do ténis, etc. Tenis inadequado e terrenos acidentados provocam mais lesões que terrenos planos e um bom tenis com pouco uso.
É como fumar: fumar provoca câncer, nem todos que fumam desenvolvem câncer, porém a incidência de câncer em quem fuma é muito maior que na população em geral. Encontrar uma pessoa com 94 anos que fuma desde os 14 anos não prova que o cigarro faz bem, diz somente que a regra pode ter uma exceção. Para esse paciente que sobreviveu vários outros morreram ou sofreram muito antes de morrer ou parar de fumar.
Mais informações estão disponíveis no trabalho apresentado no dia 4 de Novembro em Chicago, IL, USA pelo Dr. Christoph Stehling com o título "Subjects with Higher Physical Activity Levels Have More Severe Focal Knee Lesions Diagnosed with 3T MRI: Analysis of the Non Symptomatic Incidence Cohort of the Osteoarthritis Initiative."
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 12/07/2014

Leia Mais Sobre Artrose

Comentários

  1. É A PRIMEIRA VEZ QUE ACESSO E ADOREI OS ARTIGOS.
    MEU NOME É VERÔNICA SANTANA CORDIER SANTOS, TENHO 28 ANOS-SALVADOR-BA, PROFESSORA DE EDUCAÇÃO FÍSICA. TENHO UMA ALUNA COM TENDINOPATIA NO SUPRA-ESPINHAL/INFRA- ESPINHAL E ARTROSENO ACRÔMIO- CLAVICULAR, QUERO SABER QUE EXERCÍCIOS DEVO EVITAR.
    EMAIL: VEL_CORDIER@YAHOO.COM.BR

    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog, é de grande utilidade
    Francisco F.Monteiro

    ResponderExcluir
  3. boa tarde , gostaria de tirar uma dúvida ,sofri um acidente e quebrei a clavícula ,só que o medico que passei foi um asno e me colocou uma tipoia , e não um cordão em oito nas costas e o resultado foi minha clavícula com uma cicatrização deformada ,a duvida se refere se é possível corrigir essa deformidade no osso ou o mesmo pode ser quebrado e ser posicionado para cicatrizar corretamente ,aguardo o retorno e obrigado .

    ResponderExcluir
  4. Não é ético se referir a um profissional de saúde nesses termos.

    ResponderExcluir
  5. Eu gostaria de saber se o senhor tem alguma opinião formada sobre o uso sulfato de glicosamina e sulfato sodico de condroitina no tratamento do desgaste de cartilagem. Meu nome é Tarcisio e meu email é tarcisiosama@gmail.com, aguardo o retorno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Tenho. Minha opinião está escrita num outro artigo nesse blog.

      Excluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Fratura de tíbia - Diafisaria

Cisto de Baker no Joelho

Entorse do Tornozelo

Bula do Addera D3

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),