Calos nos Pés e Sapatos

Todos os dias, a pessoa gasta várias horas sobre seus pés e anda milhares de passos. Andar coloca pressão sobre os pés que equivale a 2-3 vezes o peso corporal. Não é de admirar que os pés doam!
Na verdade, a maioria dos problemas dos pés não está relacionado ao caminhar e sim aos sapatos. 

Calos, por exemplo. Os calos que se formam sobre os dedos ocorrem quando os ossos empurram os artelhos contra o sapato e exercem pressão sobre a pele. A camada de superfície da pele engrossa e acumula-se, irritante dos tecidos por baixo. 

Calos Rígidos
Calos rígidos são geralmente localizados na parte superior ou do lado dos artelho (dedo do pé)  joanete. 

Calos Macios
Calos macios parecem feridas abertas e desenvolvem-se entre os dedos devido ao atrito de um artelho contra  outro. 

Quais as Causas, o que provoca os calos nos pés?
  • Sapatos que não se encaixam adequadamente. Se os sapatos são muito apertados, eles apertam o pé, aumentando a pressão. Se o sapato esta muito folgado, o pé pode deslizar e roçar o sapato, criando atrito e calos.
  • Deformidades do dedo do pé, tais como dedo em martelo ou dedo do pé da garra.
  • Sapatos de salto alto, porque eles aumentam a pressão sobre o antepé.
  • Atrito contra uma costura ou um ponto no interior do sapato.
  • Meias que não se encaixam corretamente.
Qual a fisiopatologia do calo?
O calo está relacionado a hiper pressão, sempre que o organismo recebe um estímulo maior que a média ele produz tecido em reação a esse estímulo. O calo nada mais é que a tentativa do organismo de suportar melhor o estímulo que está recebendo. O problema dos calos nos pés é que a medida que eles crescem a pressão aumenta, exemplo: quando andamos sobre o calo ele doe cada vez mais.

Diagnóstico dos Calos nos pés
Calos geralmente podem ser facilmente vistos. Eles podem ter um ponto sensível no meio, cercado por pele morta amarelada ao redor. Tratar problemas nos pés, como calos é um esforço de equipe. O paciente vai precisar trabalhar com o seu ortopedista para garantir que os problemas não se repitam.

Tratamento
Para restaurar o contorno normal da pele e aliviar a dor, o médico pode aparar o calo raspando as camadas mortas da pele com um bisturi. Este procedimento deve ser feito por um profissional e não por si mesmo, especialmente se o paciente tem má circulação, má visão ou uma falta de sensibilidade nos pés.
Em algumas situações o ortopedista descobre um problema subjacente, como uma deformidade do dedo do pé que requeiram tratamento cirúrgico. 

Tratamento em casa
Mergulhar os pés em agua morna e usar uma pedra pomes ou uma fixa suave pode amaciar e reduzir o tamanho de calos e calosidades.
Usar uma almofada de espuma ou silicone em forma de anel sobre o calo também irá ajudar a aliviar a pressão. 
Cuidado! O uso almofadas com medicamento para dissolver o calo podem aumentar a irritação e resultar em infecção.
Use sapatos que se encaixem corretamente e tenha uma área adequada para os dedos.

Dr Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologia e Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 18/02/2014

Comentários

  1. ESTOU À 3 MESES COM UMA INFLAMAÇÃO NO JOELHO E TOMANDO DICLOFENACO,POIS O MEDICO,NÃO COLOCOU NA RECEITA QUANTOS DIAS É O TRATAMENTO, E FIZ UM RAIO X, E FALTA UM ULTRASSON,POIS O CONVÊNIO É RUIM, E POR ISSO ESTA DEMORA TODA, EU QUERO SABER, QUANTO TEMPO É NORMAL, UMA INFLAMAÇÃO DE SINOVITE É CURADA TOMANDO UM ANTIFLAMATÓRIO,POIS QUANDO PARO DE TOMAR A DOR VOLTA E MEU JOELHO COMEÇA INFLAMAR TRAVANDO, E TENHO QUE FICAR DEPENDENTE DO REMÉDIO? MEU E-MAIL: cris_msn12@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. A sinovite é curada quando o fator causal é retirado, os antinflamatórios ajudam porém se ela for causado por uma patologia interna no joelho após o final do antinflamatório ela pode retornar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Fratura de tíbia - Diafisaria

Cisto de Baker no Joelho

Entorse do Tornozelo

Bula do Addera D3

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),