Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedista,Traumatologia e Medicina Esportiva: Fratura de Tornozelo

Fratura de Tornozelo

"Eu quebrei meu tornozelo." Um tornozelo fraturado também é semelhante a entorse de tornozelo porém o paciente tem maior dificuldade para pisar.
Quando falamos de fraturas do tornozelo, falamos de fraturas maleolares. Podemos ter fraturas unimaleolares, bimaleolares e trimaleolares. quando mais fratura mais instável.
Um tornozelo fraturado pode variar de uma simples fissura em um osso, que não pode impedi-lo de ficar pé e pisar com dor a uma fratura luxação com saída do tornozelo do lugar.
Quais as causas da fratura do tornozelo?
-"Torcer" ou girar o tornozelo 
-Contusão durante o futebol ou outro esporte
-Tropeçar ou cair
-Impacto durante um acidente de carro
-Uma vez que existe uma variedade tão grande de lesões, há também uma ampla gama de pessoas como curar após a sua lesão.


As fraturas de Tornozelo afetam todas as idades. A incidência de Fraturas de tornozelo nos estados Unidos é 184 por 100.000 pessoas por ano. Durante os últimos 30 a 40 anos, os ortopedistas notaram um aumento no número e gravidade dos tornozelos quebrados, devido em parte a uma população mais ativa do "baby boomers". Em 2003, quase 1,2 milhões de pessoas visitaram salas de emergência por causa de problemas no tornozelo. * ( Estatística Americana )
Anatomia
Três ossos compõem a articulação do tornozelo
Tíbia ("osso da canela")
Fíbula (pequeno osso na parte externa do tornozelo)
Tálus (um osso do pé) (o nome antigo era astrágalo)
Anatomia do tornozelo
A tíbia e a fíbula tem partes específicas que compõem o tornozelo:
Maléolo medial: parte interna da tíbia 
Parte de trás da tíbia: maléolo posterior
Maléolo lateral: região distal da fíbula.
Duas articulações estão envolvidas em fraturas do tornozelo:
Articulação do tornozelo
Sindesmose: A articulação entre a tíbia e a fíbula, que é mantida unida por ligamentos.
Vários ligamentos ajudam a manter a estabilidade da articulação do tornozelo
Quais os  sintomas da fratura de tornozelo?
Uma grave entorse de tornozelo pode provocar os mesmos sintomas de um tornozelo quebrado, cada lesão no tornozelo deve ser avaliada por um médico.
As queixas mais comuns de um tornozelo quebrado incluem:
Dor imediata e severa
Inchaço
Hematomas ( surgem no dia seguinte )
Sensível ao toque
Não pode colocar qualquer peso sobre o pé lesionado
Deformidade ("fora de lugar"), particularmente se a articulação do tornozelo é muito deslocado

Como é feito o Diagnóstico?
Além de um exame físico, os exames de raios-X são a forma mais comum para avaliar uma lesão no tornozelo. Raios-X podem ser tomados da perna, tornozelo e pé para ter certeza de que nada mais está lesionado.
Dependendo do tipo de fratura no tornozelo, o ortopedista pode exercer pressão sobre o tornozelo e realizar de raios-X especial, chamado de "teste de estresse." Este X-ray é feito para ver se certas fraturas do tornozelo requerem cirurgia. Algumas fraturas de tornozelo provocam fratura alta da fíbula próxima ao joelho e pode ser necessário uma radiografia de joelho para avaliar as dissociações tíbio fibular distal (fratura de Maisonneuve)
Às vezes, uma tomografia computadorizada (TC) scan é feito para melhor avaliar as lesões no tornozelo. Para algumas fraturas de tornozelo, ressonância magnética (IRM) pode ser feito para avaliar os ligamentos do tornozelo.

Tratamento: fratura do maléolo lateral
Diferentes níveis de fratura do maléolo
lateral, 
Michelson JD: fraturas de tornozelo
resultante de lesões rotacional J Am
Acad Ortho Surg 2003; 11:403-412.
A fratura do maléolo lateral é uma fratura da fíbula. Há diferentes níveis em que que a fíbula pode ser fraturado. O nível da fratura pode dirigir o tratamento.

Tratamento não-cirúrgico

Se a fratura não está fora de lugar ou apenas pouco fora do lugar e do tornozelo é estável, o tratamento pode não precisar de cirurgia. 
Vários métodos diferentes são usados ​​para proteger a fratura, que vão desde um tênis de cano alto  a um gesso na perna. O tratamento pode também basear-se em que osso está quebrado.
A radiografia de  "stress" pode ser feito para ver se o tornozelo é estável. O paciente terá que consultar o ortopedista regularmente para repetir a radiografia do tornozelo para certificar-se que os fragmentos da fratura não se moveram para fora do lugar durante o processo de cicatrização.

Tratamento Cirúrgico

Se a fratura estiver fora do lugar ou quando o tornozelo for instável, a fratura pode ser tratada com cirurgia. A cirurgia consiste em reduzir ( colocar os ossos no lugar) e fixar a fratura com uma placa e parafusos no lado lateral ou um parafuso ou haste no interior do osso do lado medial. 

Tratamento: fratura do maléolo medial

As fraturas podem ocorrer em diferentes níveis de maléolo medial.
Fraturas do maléolo Medial são, por vezes isoladas, mas muitas vezes ocorrem com uma fratura da fíbula, maléolo posterior ou uma lesão nos ligamentos do tornozelo.

Tratamento não-cirúrgico

Se a fratura não esta fora do lugar ou é uma fratura muito baixa, com fragmentos muito pequenos, a fratura pode ser tratada sem cirurgia. A fratura pode ser tratado com um gesso de perna Normalmente, é preciso evitar colocar peso sobre a perna por aproximadamente 6 semanas.
O paciente terá que consultar o ortopedista regularmente para repetir o raio-X para certificar-se de que a fratura não muda de posição.
Tratamento Cirúrgico
Se a fratura estiver fora do lugar ou do tornozelo estiver "instável", a cirurgia pode ser oferecida.
Ocasionalmente, a cirurgia pode ser considerada mesmo se a fratura não está fora de lugar. Isto é feito para diminuir o risco da fractura não curar (não união - pseudartrose) e para  permitir começar a mover o tornozelo rapidamente.
Às vezes, a fratura pode sofrer "impactação" da articulação do tornozelo. Isto pode exigir enxerto ósseo para reparar a fratura a fim de diminuir qualquer risco de desenvolver mais tarde artrose.
Diferentes técnicas para a cirurgia podem ser usadas. Parafusos, uma placa e parafusos ou técnicas de fixação diferentes podem ser usados, dependendo da fratura.
Tratamento: fratura do maléolo posterior
A fratura do maléolo posterior é uma fratura da parte de trás da tíbia "osso da canela" ao nível da articulação do tornozelo.
Isso geralmente não é uma lesão isolada. Muitas vezes, o maléolo lateral é também fraturado, pois compartilha anexos ligamento com o maléolo posterior.Também pode haver uma fratura do maléolo medial.
Dependendo de quão grande é a parte quebrada, a parte de trás do tornozelo pode ser instável. Alguns estudos mostraram que, se o fragmento é maior do que 25% da articulação do tornozelo, o tornozelo torna-se instável e deve ser tratado com a cirurgia.
A fratura do maléolo posterior é importante porque essa região é coberta por cartilagem. A cartilagem é a superfície lisa que reveste a articulação. Se fragmento quebrado é maior do que cerca de 25% do tornozelo e está fora do lugar mais de 2 mm milímetros, a superfície da cartilagem não irá curar adequadamente e da superfície fica com uma depressão. Esta superfície irregular tipicamente conduz a pressão aumentada e irregular na superfície articular, o que leva a lesão da cartilagem e do desenvolvimento de artrose.
Tratamento não-cirúrgico
Se a fractura não está fora lugar e do tornozelo está estável, a fratura em alguns casos pode ser tratada sem cirurgia. O tratamento pode ser feito com um gesso na perna ou em alguns casos uma imobilização removível Os pacientes são normalmente aconselhadas a não colocar qualquer peso sobre o tornozelo durante algumas semanas.
Tratamento Cirúrgico
Se a fratura estiver fora do lugar ou se o tornozelo for instável instável, a cirurgia pode ser uma opção.
Diferentes opções cirúrgicas disponíveis para o tratamento das fraturas maleolares. Uma opção é colocar parafusos a partir da frente do tornozelo para o para a região posterior, ou vice-versa. Outra opção colocar uma placa e parafusos ao longo da parte de trás da tíbia
Tratamento: Fraturas Bimaleolar.
"Bi" significa dois. "Bimaleolar" significa que dois "maléolos" do tornozelo foram quebrados. Uma fratura bimaleolar mais comumente significa que o maléolo lateral e o maléolo medial foram quebrados e o tornozelo não é estável. Uma fratura equivalente a bimaleolar ocorre quando os ligamentos do lado de dentro , ( "medial") do tornozelo estão rompidos, juntamente com um dos outros "maléolos." Maléolos é pleural para maléolo. Normalmente, isto significa que a fíbula está quebrada, juntamente com lesão dos ligamentos mediais, tornando o tornozelo instável. Um "teste de estresse" de raios-X pode ser feito para ver se os ligamentos mediais estão lesados. Fraturas Bimaleolar ou fraturas Bimaleolar equivalentes são fraturas instáveis ​​e podem estar associadas com uma luxação do tornozelo. Essas lesões são consideradas instáveis ​​e cirurgia geralmente é recomendada.
Tratamento não cirúrgico pode ser considerado se o paciente tem problemas de saúde significativos, onde o risco da cirurgia pode ser muito grande. A tala gessada é normalmente usado até que o inchaço tenha diminuído. O paciente deve consultar o médico regularmente para repetir os exames de raios-X para certificar-se de seu tornozelo permanece estável. Normalmente, A carga não será permitido no tornozelo durante algumas semanas.
Tratamento Cirúrgico
Normalmente, o tratamento cirúrgico é recomendado nas fraturas com o tornozelo instável.
Fraturas dos maléolos Medial e lateral são tratadas com as mesmas técnicas cirúrgicas como escrito acima.
Tratamento: Fraturas Trimaleolares e fraturas Luxação do tornozelo
"Tri" significa três. Fraturas Trimaleolares significa que todos os três maléolos do tornozelo foram quebrados. Estes são lesões instáveis ​​e podem ser associados com um deslocamento. Outras lesões muito graves são as chamadas fratura luxação. A fratura lucação ocorre quando o tornozelo quebra e sai do lugar.
Tratamento não-cirúrgico
Essas lesões são consideradas instáveis ​​e a cirurgia geralmente é recomendada, quando o tronozelo está luxado (fora do lugar) requer tratamento médico imediato e o ortopedista vai puxar e colocar o tornozelo no lugar, as fraturas associadas podem ser tratadas posteriormente. Tal como acontece com fraturas de tornozelo Bimaleolar, o tratamento não-cirúrgico pode ser considerado se o paciente tem problemas de saúde significativos, onde o risco da cirurgia pode ser muito grande ou nos pacientes que não andam. As fraturas luxação sempre requerem no mínimo redução e cirurgia na maioria dos casos.
Tratamento Cirúrgico
Cada fratura pode ser tratado com as mesmas técnicas cirúrgicas como escrito acima, depois que o tronozelo está reduzido ( colocado no lugar) também.
Tratamento: Lesões da Sindesmose
Estes também são conhecidos como entorses graves do tornozelo quando não há fratura. Essas entorses demoram mais para cicatrizar do que a entorse de tornozelo normal e podem evoluir com instabilidade. Quando há fraturas de outros ossos do tornozelo, são lesões instáveis. Eles evoluem muito mal, sem tratamento cirúrgico.
Certos tipos de fraturas de tornozelo bimaleolar tem uma lesão associada na sindesmote. Seu médico pode fazer um "teste de estresse" de raios-X para ver se o sindesmose está lesada.
Retorno ao Esporte
Embora a maioria das pessoas retornem às atividades diárias normais, exceto para o esporte, dentro de 3 a 4 meses, estudos têm mostrado que as pessoas podem ainda estar se recuperando até 2 anos após fratura o tornozelo. Pode levar vários meses para que o paciente pare de mancar. A maioria das pessoas voltam a dirigir dentro de 9 a 12 semanas a partir do momento em que foram feridos.
Reabilitação
A reabilitação é muito importante, independentemente de como uma fratura de tornozelo é tratada. Quando seu médico lhe permite começar a mover o tornozelo, fisioterapia e programas de exercícios em casa são muito importantes. Fazer esses exercícios regularmente é a chave da boa evolução.
Pode levar vários meses para os músculos em torno do tornozelo ficarem fortes o suficiente para andar sem mancar e para retornar às suas atividades regulares.
Peso corporal
O tipo de fratura  determina quando o paciente pode começar a colocar peso sobre o tornozelo. Seu médico lhe permitirá começar a colocar peso sobre o tornozelo quando ele determinar que a lesão é estável o suficiente para fazê-lo.
Pisar no chão.
É muito importante não colocar peso sobre o tornozelo até o seu médico dizer que você pode. Se você colocar peso sobre o tornozelo lesionado muito cedo, os fragmentos da fratura podem mover-se ou a sua cirurgia pode falhar e você pode ter que reoperar.
Complicações
As pessoas que fumam ou tem diabetes estão em maior risco de complicações após a cirurgia, incluindo problemas com a cicatrização de feridas.
Edema (inchaço) residual
O edema residual principalmente no final do dia é uma sequela muito frequente após a cirurgia, pode ser manuseada com banhos de contraste (quente / frio), fisioterapia e meias elasticas.
Incapacidade de dobrar para cima o tornozelo?
A limitação da dorsiflexão também é uma reclamação frequente no pós operatório, ela pode ser prevenida e evitada com um trabalho intenso de fisioterapia precoce orientada pelo cirurgião
Tratamento não-cirúrgico
Sem a cirurgia, existe um risco da fratura desviar. É por isso que é importante o acompanhamento com seu ortopedista, de acordo com as orientações prescritas.
O que discutir com o seu cirurgião ortopédico:
Quando vou ser capaz de começar a colocar peso na minha perna?
Quanto tempo vou estar de folga do trabalho?
Tenho algum  risco específico nesse tratamento?
Se eu tiver que fazer uma cirurgia, quais são os riscos?
Eu tenho osso fraco?

Leia sobre inchaço e edema no pós operatório

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologia e Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Atualizado em 17/11/2012

101 comentários:

  1. Boa tarde sofri uma fratura no tornozelo e depois de uma cirugia e ter voltado a minha vida normal estou com artrose e alguns outros problemas o meu medico quer realizar uma artrodese porem gostaria de saber se existem outros metodos que mantenham os meus movimentos do tornozelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para responder se cabem outros tratamento precisaria examinar você.

      Excluir
    2. Existem próteses inclusive de substituição total do tornozelo, mas até onde sei elas precisam sertrocadas de 10 em 10 anos. Estouna mesma situação com necrose no Talus e cartilagem falhando após 10 anos. Até agora achei uma técnica onde fazem um molde do seu talus e colocam a prótese Hintegra de tornozelo e parece que fica bom...

      Excluir
  2. Boa tarde, doutor. Quebrei a tíbia e tive rompimentos de ligamentos. Estou com uma placa, 4 parafusos e uma haste grande, que liga a tíbia à fíbula. Vou retirar esta haste, de acordo com o médico, no próximo mês. No entanto, surgiu uma dúvida: há a possibilidade de esta haste se partir enquanto ando ou mesmo ela "colar" no osso ? Estou usando robofoot e andador, mas já posso por peso no pé e às vezes tento andar calmamente apenas com o andador. Agradeço antecipadamente pela resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa descrição parece de um parafuso trans-sindesmal que é colocado nas fraturas de tornozelo associadas a instabilidade e ruptura de ligamentos. O Objetivo é permitir que os ligamentos cicatrizem no lugar correto. Não pise no chão se seu médico não permitir. Devemos seguir estritamente todas as orientações dadas pelo ortopedista no pós operatório. Caso contrário devemos assumir o risco das complicações.

      Excluir
    2. Dr. a haste é esta mesma que mencionou. O médico já permitiu soltar carga durante a fisioterapia e estou seguindo tudo literalmente à risca. Mais uma vez, obrigada pela resposta e pelos esclarecimentos. Tenha uma boa semana !

      Excluir
  3. BOA NOITE DR, SOFRI UMA FRATURA DA TIBIA E FIBULA, E MEU ORTOPEDISTA COLOCOU UM PARARFUSO TRANS SINDESMAL, ELE DISSE QUE TIRARIA ESSE PARAFUSO DEPOIS DE UM PERIODO DE 3 A 6 MESES DA CIRURGIA, E QUE A RETIRADA DESSE PARAFUSO AUMENTARIA A AMPLITUDE DO MOVIMENTO DO MEU TORNOZELO, JA QUE DESDE A CIRURGIA O MOVIMENTO ESTA BEM LIMITADO, PRINCIPALMENTE PARA FLEXIONA-LO PARA CIMA, O SR ACHA MESMO QUE VOLTAREI A TER DE VOLTA MEUS MOVIMENTOS? MUITO OBRIGADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, estou com esta haste também, e tenho previsão de retirada no próximo mês. Você já está fazendo fisioterapia ?

      Excluir
    2. olá, devo retirar um parafuso o início do mês de novembro. ha, ja estou fazendo fisioterapia, ja fis 13 sessões, ajuda bastante. espero ganhar mais mobilidade com a retirada do parafuso trans sindesmal. onde vc fez a cirurgia? boa noite!

      Excluir
  4. Olá
    Tive um torsão forte no tornezelo a uma semana, na hora senti muita dor e ficou bem inchado, a dor intensa durou 2 dias e foi diminuindo , porem varios hematomas apareceram.
    Estou caminhando tranquilamente so alguns encomodos dependendodo jeito que piso.
    Gostaria de saber se mesmo ter parado de dor, tem risco dele estar fraturado?
    Obrigado se puder me responder segui meu email
    vilelaernani@yahoo.com.br
    Muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O hematoma pode significar uma lesão ligamentar procure um ortopedista

      Excluir
    2. O parafuso pode limitar os movimentos porém a gravidade da fratura e a fisioterapia são fatores que devem ser levados em consideração

      Excluir
  5. Boa noite Dr. Marcos.
    Quebrei meu tornozelo em dois lugares. Fui operada dia 29/08/12. Coloquei sete parafusos e duas placa, estou de gesso e retornarei ao médico dia 14/09. Não sinto mais dores, mas sinto em certo incômodo onde estão os ponto sinto o gesso raspar onde estão os pontos e na parte superior do meu pé? Em cima do meu pé está dolorido e um pouco inchado, sinto isso quando movimento os dedos. Sinto também uma certa pressão entre o pé e o tornozelo também. Esses sintomas são normais ou preciso procurar o médico ante do dia 14. Obrigada e no aguardo. Meu nome é Luciana Siqueira . Meu e-mail é luciana25.siqueira@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oriento a todos os meus pacientes a me ligarem no pós operatório em caso de dúvidas, acredito que você se encontre exatamente nessa situação.

      Excluir
  6. Boa tarde! Há muitos anos tive fratura no maléolo medial. O médico que me operou, colocou dois parafusos de titânio. Ele, na época, disse que a minha operação tinha sido um sucesso , não precisando portanto de fisioterapia. Meses mais tarde tive inúmeras complicações, no meu ponto de vista, por isto. Hoje desenvolvi uma sesamoidite, creio eu, pela pouca fexão e extensão do pé. Pergunta, os parafusos ainda estão no meu pé, se os tirar consigo aumentar a minha amplitude articular? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fratura do tornozelo frequentemente evolui com perda parcial da flexo extensão, porém isso é mais frequente nas lesões mais graves, você deve fazer uma avaliação do porque da perda da flexo extensão, isso pode ter outro motivo e nesses caso a cirurgia para retirada dos parafusos não ajudaria. Você esta no caminho errado, não tente você mesmo fazer um diagnóstico, procure um ortopedista e realize os exames que ele solicitar.

      Excluir
  7. Ola, Marcos bom dia.
    Possuo uma fratura no talus a +/- 4 meses e estou fazendo alguns exames para verificar se o osso esta vascularizando ou possa estar em processo de necrose como não quero fazer uma artrodese pois meu estilo de vida não permite pesquisei sobre a Artroplastia total de tornozelo, no brasil é possivel esse tipo de cirurgia ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A prótese de tornozelo esta realmente chegando ao Brasil, porém você deve antes ser avaliado por um ortopedista para saber se há indicação.

      Excluir
  8. ola dr Marcos sofri um acidente de moto e fraturei o talus passei por um processo cirúrgico no qual retirei o talus e gostaria de saber se existe alguma prótese que substitua este osso totalmente e caso nao tenha qual procedimento devo faze para ficar o melhor possivel?

    ResponderExcluir
  9. ola dr marcos sofri um acidente e fraturei o talus passei por um procedimento cirúrgico e retirei o talus gostaria de saber se existe alguma protese que venha a substituir totalmente este osso? obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A talectomia é um procedimento pouco frequente e provavelmente você sofreu outras lesões de partes moles que talvez sejam mais importantes que a ausência do Talus. Para responder a sua pergunta precisaria examiná-lo.

      Excluir
  10. Boa noite, Dr.

    Em julho dia 10 de 2012, fiz uma cirurgia de fratura do tornozelo,coloquei 9 parafusos e 1 placa, fraturei a tibia e a fibia, a minha situação é o seguinte, ja consigo andar, porque o osso ja colou, e ando mancando, porem meu pe nao abe em sapato nenhum so com tennis com dois numeros maiores que meu pe, quando acordo meu pé esta normal, quando começo a me movimentar o pé incha, esse inchasso sai quando doutor? dia 10 de outubro faço tres meses de cirurgia.
    muito obrigada

    ResponderExcluir
  11. O edema residual é uma sequela da fratura do tornozelo principalmente nas fraturas mais graves, para saber quando ele vai embora precisaria examiná-la

    ResponderExcluir
  12. Olá Doutor Marcos,tudo bom?
    minha mae quebrou a tibia, a fibula e o tornozelo , ela colocou uma placa com 7 pinos no dia 24/02/2012..
    ela ja fez as fisioterapias conforme o recomendado pelo médico..
    mais o pé dela sempre esta inchado, desde a hora que ela levanta até a hora que ela vai dormir..
    e outra, quando fazemos massagem no pé dela para melhorar a circulação sentimos o pino, nao é necessario apertar nem nada, apenas passar a mão e ja sentimos ele estufado..
    mais é apenas 1 pino que esta muuiiiiiiiiiiito estufado, e ela reclama que dói muito tem hora.
    isso é normal?
    quais medidas posso tomar para saber se esta tudo bem ou nao?
    ja tiramos raio-x e o médico dela disse que ela vai tirar o pino daqui uns tempos..
    mais que é perigoso quebrar o pé novamente..
    eu sinceramente nao entendo..
    ele disse que ja ja colou os ossos..
    mais mesmo assim..porque o pino esta estufado?
    porque o inchaço nao diminui nunca?
    pode ser possivel o pino nao ter o tamanho adequeado?
    preciso de uma respostas urgente, porque se caso for alguma coisa grave tratarmos o quanto antes..
    desde ja agradeço..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para esclarecer suas dúvidas precisaria examinar sua mãe.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. o tratamento não operatorio das fraturas pode ser feito com imobilização externa, a rigidez da imobilização depende da estabilidade da fratura, fraturas mais estáveis podem ser tratadas com imobilizações menos rígidas e as mais instáveis requerem maior estabilidade ou mesmo osteossíntese interna. Para saber se no seu caso poderíamos instalar uma imobilização menos estável precisaria examina-la.

    ResponderExcluir
  15. quebrei a fibula jogando futebol,não precisou de cirugia,quanto tempo posso esperar para voltar a jogar futebol?

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Dr. em Julho de 2011 fraturei o tornozelo,com um tombo! Na descrição medica diz: Osteossíntese Bimaleolar. ¨6 parafusos,uma placa e um fio de aço.Fiz as fisioterapias,mas ainda n tenho os movimentos para cima e para baixo,ainda sinto dores no peito do pé ao passar a mão mesmo sem pressiona-las e o tornozelo ainda incha com frequência,é normal depois de 16 meses?...vivo caindo devido a má movimentação do pé.Existe algum tratamento que me ajude a voltar a correr,pular...andar normalmente?
    Muito obrigada e um otimo dia!

    ResponderExcluir
  17. Doutor, jogando bola eu rompi os ligamentos do tornozelo e minha tibia deslizou sobre o talus. Pois no raio-x constatou-se uma distancia entra a tibia e talus fora do normal. Foi feita uma operação para colocar 2 pinos na perna para que eu nao tenha problemas futuros. Estou imobilizado. Fui coçar minha perna na regiao lateral e parece que eu senti a fibula fora do lugar, pois quando passo na mesma região na outra perna não sinto nada ''duro''. É possível isso? Detalhe: não possuo nenhuma dor na região.

    ResponderExcluir
  18. Bom Dia doutor! Eu Fraturei o maleolo peroneal exterior sou jogador de futebol e foi operado e levei uma placa e dois parafusos! Andei 4 semanas com gesso, à 6 semana retirei as canadianas mas sem qualquer tipo de fisioterapia! Perguntei ao meu médico se não necessitava de fazer fisioterapia e ele me disse que não precisava, você acha normal ? Gostava que me desse a sua opinião! Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siga sempre as orientações do médico que está está te acompanhando e que você confia.

      Excluir
  19. Doutor, tirei minha imobilização e percebi que a perna operada está consideravelmente mais fina que a outra. Por quanto tempo ela ficará com essa diferença, ou melhor, quanto tempo dura pra ela voltar ao normal? Obrigado e grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça fisioterapia, não é uma questão de tempo e sim de esforço na fisioterapia

      Excluir
  20. Boa noite Doutor. Tive uma fratura no tornozelo e tive que passar pela operação. Voltei ao médico depois de um determinado tempo estipulado por ele, e me disse que o osso ainda não havia colado e que eu teria que ficar mais 35 dias sem colocar o pé no chão. Isso é normal de não colar o osso? e conforme eu movimento o pé sinto o que parece uns estralos, é normal tb? Queria uma opinião para esclarecer essas duvidas. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  21. Boa Noite Doutor, No inicio de novembro, jogando bola pisei errado, rompi o maleolo e quebrei a fibula.
    Passei por cirurgia 2 semanas após o ocorrido, estou com os pontos mas tiro esta semana. Até ae tudo bem, mas tenho medo de uma coisa, quando vou andar de muleta, sinto uma pressao grande descendo e meu pé fica muito roxo, preto até.
    Como isso volta ao normal? Quando volta? começo a fisioterapia nesta quinta feira, a fisio ajuda a melhorar isto? fora que algumas partes do peito do pé estou meio sem sensibilidade na pele.

    Muito obrigado e parabens pelo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  22. Dr, fraturei meu Maleolo e Fibia em Novembro, passei por cirurgia fazem 20 dias, vou tirar os pontos esta semana e iniciar a fisioterapia.
    Uma coisa q estou meio assim é que quando vou abaixar o pé pra andar de muletas, sinto uma pressao no pé e ele fica MUITO ROXO / PRETO. Na fisio volta normalmente a circulação? e porque acontece isso? E quando volta ao normal?

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devido a sua pergunta escrevi hoje um novo post. Sobre edema pós imobilização e edema de estase

      Excluir
    2. Obrigado Dr. Otimo post.

      Entao quando meu pé fica muito preto quando coloco para baixo é normal? mas posso ficar por muito tempo com ele abaixado? sinto muita pressao

      obrigado

      Excluir
    3. leia http://www.marcosbritto.com/2012/12/edema-de-estase-e-pos-imobilizacao.html

      Excluir
  23. oi Dr. meu marido sofreu uma queda jogando futebol no qual fraturou o tornozelo em três lugares com pequenos fragmentos,foi ao médico foi indicado redução e fixação cirurgíca mas o ortopedista não optou pela cirurgia, por causa de um ferimento anterior q meu marido tem na canela,ele disse q seria perigoso pegar infecção então meu marido está somente com o pé imobilizado com uma tala,o ortopedista disse q é conservadora,não entendi muito isso e tenho medo do pé do meu esposo não sarar...por favor Dr.me de uma explicação!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conservador signifivca tratamento não operatorio.

      Excluir
  24. Boa tarde doutor!Meu filho fraturou o pé,quebro o metatarsiano do pé direito;o que eu gostaria de saber é se ao invés do gesso ele poderia usar a Robofoot (bota Imobilizadora)Longa?Ela teria o mesmo efeito do gesso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa resposta deve ser dada pelo ortopedista que examinou o pé do seu filho e viu a radiografia para saber da instabilidade da fratura.

      Excluir
  25. boa noite DR. tive uma fratura no tornozelo direito a lesão ocorreu de ambos os lados sendo maior do lado de fora ,operei coloquei uma placa com seis parafusos do lado direito do pe e um parafuso unico do lado esquerdo ,sofri a lesao no dia 9 de dezembro operei no dia 21 e tenho marcado um retorno no dia 7 de janeiro , minha pergunta é quanto tempo leva pra eu conseguir colocar o pé na chao ? estou sofrendo com edemas , na parte que operei sinto a carne no local bem dura , isso é normal ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algum edema sempre surge no pós operatório, para saber se a quantidade de edema é normal converse com seu ortopedista

      Excluir
  26. boa noite drº a minha mulher fraturou a fibula que empurrou o talus para frente e necessario fazer cirurgia. a minha pergunta é ela esta com a fratura no tornozelo e esta roxiando ate o joelho isso e normal ou pode acontecer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O osso é uma orgão muito vascularizado e as fraturas permitem a saída de sangue de dentro do osso. Esse sangue caminha até a pele e faz uma equimose. O sangue em geral caminha até a pele por gravidade. Se a perna fica elevada ele caminha em direção ao joelho, se fica para baixo caminha em direção a sola do pé. Para saber se é ou não normal esse que você relatou precisaria examinar a paciente.

      Excluir
  27. Dr acerca de 4 anos sinto dores nos pes e faço exames
    e mostra tudo normal troco de medicos mas mesmo assim
    nao descobrem o porque da dor e censaçao que estar esquentando
    (muito quente) quando estou calçado sapatos fechados.
    meu ultimo exame de eletroneuromiografia está normal.

    obrigado! rafael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro necessite de uma avaliação estou a disposição no consultório.

      Excluir
  28. Bom dia Dr: eu tive um acidente de moto,onde teve uma luxação exposta,que ocasionou uma osteomielite no tálus,onde o tálus teve que ser retirado,já tem 1 ano que tirei o ilizarov, ainda sinto dores no pé, mais a minha pergunta é o seguinte; eu queria saber se existe algum método,sem ser a artroplastia, algum outro método para recuperar o movimento do pé,um possível transplante ósseo por exemplo, é possível Dr?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do tipo de problema, para saber se haverá possibilidade de recuperação de movimento no seu caso, precisaria examiná-lo.

      Excluir
  29. Bom dia, Dr meu irmão de 17 anos sofreu um acidente, fraturou o talus, foi realizada cirurgia, o médico disse que o osso está começando a necrosar. O acidente ocorreu no dia 09 de Dezembro de 2012, exixte algum tratamento que possa evoluir o quadro para melhora, ou somente cirurgia? E se cirurgia, como ela se procede? O Dr que acompanha o caso agendou o próximo retorno para março de 2013, nestes casos, não seria conveniente que o tramento ou cirurgia fosse mais breve? Dr estamos aflitos com a situação e com poucas informações, peço-lhe gentilmente que me ajude a entender, desde já agradeço sua resposta às nossas dúvidas. Que Deus abençõe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe uma resposta única, a evolução da osteonecrose depende de vários fatores, incluindo o tipo de trauma, local da fratura, estruturas lesadas, etc. Converse com o ortopedista do seu irmão ele saberá orienta-la.

      Excluir
  30. Boa noite, faz 2 meses que quebrei o tornozelo e sem a permissão do medico o retirei uma semana antes da consulta no ortopedista e estou conseguindo andar e dirigir sem dores, sinto dores e pontadas no tornozelo quando forço o pé. Não sei se isso pode prejudicar ainda mais a fratura à ponto de ter que fazer cirurgia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas as vezes que desobedecemos as ordens médicas assumimos os riscos das eventuais consequências, retorne ao seu ortopedista

      Excluir
  31. Boa noite Dr.
    Meu marido teve uma queda em pé onde teve uma fratura bimaleolar bilateral.
    Foi operado e nesta artrodese foram coladas duas placas em maléolo lateral esquerdo e direito, dois parafusos em maléolo medial direito e um parafuso em maléolo medial esquerdo.
    Ele está com 4 dias de pós operatório e esta bem com pouco edema e pouca dor. Porém gostaria de saber se em casos como o dele de fratura bilateral qual seria uma previsão média de retorno às atividades mínimas e apoio do peso sobre os pés. Pois eu tambem tive uma fratura bimaleolar na perna esquerda há um ano e ainda sinto muita dor, não tenho boa amplitude de flexão e ainda ando com dificuldade e mancando. Pode nos ajudar por favor. Obrigada, Att. Paula Amaral

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A recuperação depende de vários fatore, gravidade da fratura, estabilidade da osteossintese e fundamentalmente da fisioterapia no pós operatório. A única pessoa que pode lhe responder essa pergunta é o seu cirurgião ortopedista.

      Excluir
  32. Olá Doutor Marcos! No dia 12 de fevereiro eu quebrei a tíbia e a fíbula numa região bem próxima do tornozelo e, meu médico disse, que esfarelei um pouco a ponta da tíbia. Num processo cirúrgico coloquei uma placa em cada osso e 14 parafusos. É comum perder o movimento do pé e ter que fazer fisioterapia? Obrigado!

    ResponderExcluir
  33. Sempre que temos uma fratura a dor dificulta os movimentos, a fisioterapia é muito importante e a perseverança do paciente é fundamental na boa recuperação. A cirurgia é somente o primeiro passo de uma longa jornada após uma fratura.

    ResponderExcluir
  34. olá quebrei o tornozelo mes passado fiquei um mes com a tala e agora eu tenho dificuldade para pisar

    ResponderExcluir
  35. Oi, Boa tarde Dr°
    Eu quebrei a tíbia, operei coloquei uma platina e 10 parafuso isso tem 12 dias, só que fui levantar e cai, os dedos do meu pé forçou para cima e começou a inchar em cima do meu pé, to sentindo uma dor rasuravelmente, só que to com medo pq não posso apoiar o pé no chão. Será que isso vai a prejudicar minha cirurgia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma possibilidade, você deve procurar o ortopedista e fazer uma reavaliação.

      Excluir
  36. Doutor ! Sou de medianeira No Parana ! Em um Jogo de futsal um mlk me acertou bem em cima do tornozelo ! eu estava tomando antiflamatorio e fazendo gelo 3 veses ao dia ! fui ao massagista ele falo q em 1 semana estaria bom .. mais jah fazem 4 semanas e doee quandoo vou jogar ! tem risco de pegar o tendão ? Ou pode cer soh o tornozeloo mesmoo ? abraçoo e aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma lesão que não melhorou nesse tempo pode ser uma coisa mais séria, você deveria procurar um ortopedista

      Excluir
  37. Boa tarde Dr Marcos. Tenho 46 anos e tive uma torção no tornozelo esquerdo em 4/5/2013 andando de skate. Foi diagnosticada a fratura de maisonneuve e 2 dias depois fiz a cirurgia para estabilizar a perna coma colocação de dois parafusos. Na parte óssea houve uma fratura na fíbula perto do joelho. Tenho previsão de ficar de 2 a 3 meses sem me apoiar no pé esquerdo e de uma longa recuperação. Você poderia falar um pouco de sua experiência com esse tipo de fratura?
    Muito Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fratura de Maisonneuve ocrre quanto a entorse de tornozelo provoca uma fratura da fíbula próximo ao joelho, essa fratura ocorre pois há uma lesão ligamentar entre a fíbula e a tíbia com lesão da membrana interóssea. Com a redução adequada da articulação Tibio Fibular distal a evolução é boa.

      Excluir
  38. Respostas
    1. As orientações em relação ao pós operatório são exclusividade do cirurgião ortopedista que realizou a cirurgia, sugiro não procurar respostas na internet.

      Excluir
  39. Boa tarde doutor Marcos
    Sofri uma fratura bimaleolar e foi feito cirurgia no tornozelo direito dos dois lados para colocação de pinos e parafusos de sindesmose há um mes e estou com tala gessada até então . É normal sentir uma certa dor em volta do tornozelo e bem como rigidez? Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em teoria sim , porém converse com seu ortopedista sobre seu caso específico.

      Excluir
  40. ola doutor
    Fraturei o maléolo lateral a 5 dias. Fiquei com 1 tala durante 3 dias para diminuir o inchaço. Há dois dias estou com pé engessado, porém como estou com o pé para cima o dia todo, quando abaixo o mesmo para levantar um pouquinho com ajuda da muleta (sem triscar ele no chão) eu sinto uma dor insuportável e tenho q sentar e levantar o mesmo para cima de novo para o dor passar, essa situação é normal ??

    ResponderExcluir
  41. As fraturas do maleolo lateral desviadas são de tratamento cirúrgico.

    ResponderExcluir
  42. Bom dia, eu fiz uma pequenina fratura ( eu quase diria fissura ) no tornozelo da perna esquerda lado esquerdo também, fui no pronto socorro e hospital e aí me diagnosticaram e a solução foi usar a robofoot por 4 semanas com observação intermediária (daqui a 15 dias). a questão é - eu uso a robofoot durante o dia, será que posso pisar?? e quando deito à noite e retiro o pé da robofoot devo imobilizar de algum modo o pé ou posso deitar assim mesmo? pergunto porque durante o sono posso fzer algum gesto com o pé que prejudique, certo??

    obrigado, se puder retornar eu agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na maioria dos casos pisar ou retirar a imobilização pode provocar desvios na fratura

      Excluir
  43. Ola , Muito Bom o Seu tópico , parabéns ..
    Sofri um Acidente de Moto dia 28/10 , trincou o tornozelo , a parte posterior , Parte tendão tibial Posterior , Onde os Jogadores Tocam a Bola (Chapa) ..
    Hoje quando Voltei ao Médico , ele retirou a tala e meu Tornozelo estava Muito inchado e Fora do Lugar , fiquei preocupado e gostaria de saber se ele ira voltar ao Lugar certinho .. Obs: Trincou o Osso , Ortopedista disse que Não era Necessário Cirurgia , que o Osso Iria Colar Normalmente ..

    Muito obrigado Pela Atenção e Pelo Tópico .. se Puder retornar Serei Muito Grato..

    ResponderExcluir
  44. Dr Marcos , boa tarde

    Sofri uma fratura bimaleolar e passei por cirutgia há mais de 6 semanas para colocação de pinos e parafuso de sindesmose. Usei tala gessada por uns 35 dias e por esses dias estou usando bota robofoot e liberada para pisar com muleta. O medico me disse que daqui alguns dias vai ser retirado o parafuso.A minha preocupação é que ele ainda não autorizou a fisioterapia e meu tornozelo está ficando cada vez mais travado. A fisio normalmente é feita só depois da retirada do parafuso? Estava pensando em colocar meu pé numa bacia com agua morna e ir movimentando ele bem devagar para cima e pars baixo . Há algum problema em fazer isso? Obrigada doutor







    ResponderExcluir
    Respostas
    1. siga as orientações do seu cirurgião ortopedista

      Excluir
  45. Doutor,
    Por gentileza , numa cirurgia de tornozelo , por causa de uma fratura bimaleolar , é sempre necessário a retirada do parafuso sindesmose ou pode permanecer no tornozelo do paciente para sempre?

    ResponderExcluir
  46. Dr , boa noite

    Por gentileza , numa cirurgia do tornozelo , devido fratura bimaleolar , normalmente depois de quanto tempo pode pisar com carga total de peso corporal? Em quanto tempo se forma o calo ósseo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso depende de alguns fatores: grau de cominução da fratura, Grau de osteoporose do paciente, establidade óssea conseguida com a síntese, tipo de sintese usada ( bloqueada ou não bloqueada), estado nutricional do pacientes , presença de doenças sistemicas como insuficiencia vascular, diabetes, fumo, etc. e finalmente o aspecto radiológico final.

      Excluir
  47. doutor eu cai de uma escada com quase 5metros de altura, me levaram ao hospital, meu tornozelo estava um pouco amassado,bem inchado e dor, o medico nao bateu nem um raio x, me mandou p casa,isto faz mais de trinta dias, meu tornozelo está inchado,caminho mancando e doi muito conforme eu piso.na minha cidade so tem clinico,é normal ficar sentido dor e caminhando mancando,será que pode ter quebrado ou trincado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo trauma pode provocar uma fratura, como não houve melhora com o passar dos dias você poderia investigar essa possibilidade

      Excluir
  48. Olá Doutor tudo bem? Fui vitima de um acidente de carro, e fraturei a fibula E em sua porção distal, tipo C, com entorse dos dois tornozelos E e D há 2 meses. Desde o inicio a fratura se mantem estável, apesar do edema e do hematoma intensos, o médico solicitou colocação gesso durante 15 dias, e depois disso bota ortopédica. Hj fiz nova consulta e ele me orientou a iniciar fisioterapia... já apoio pé no chão, e ele me orientou a andar, somente que tenho medo ainda... engordei-pesando quase 80 kg, e tenho medo do meu peso desviar a fratura... me aconselha começar a andar? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A unica pessoa que pode lhe orientar em relação ao tratamento do seu caso é seu médico, não aceite orientação de nenhum outro profissional que não tenha lhe examinado

      Excluir
  49. Dr. MARCOS, BOA TARDE ESTOU SOFRENDO MUITO HÁ 2 MESES SOFRI UMA ENTORSE DO TORNOZELO, APÓS 2 IMOBILIZAÇÕES REALIZADAS ERRONEAMENTE, ME RESULTARAM EM DORES INSUPORTÁVEIS. HOJE TENHO FEITO GELO, COMPRESSÃO E ELEVAÇÃO AINDA ASSIM NÃO RESOLVE, NEM A FISIOTERAPIA GOSTARIA DA SUA OPINIÃO JÁ QUE É ESPECIALISTA EM TORNOZELO, O QUE DEVO FAZER UMA RESSONÂNCIA OU TOMOGRAFIA? SERÁ QUE É CASO CIRÚRGICO ESTOU COM DIFICULDADE FUNCIONAL, NÃO CONSIGO PISAR, DÓI ATÉ QUANDO ESTOU DEITADA O TEMPO TODO, AJUDE-ME POR FAVOR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imobilizar um tornozelo com entorse é um procedimento médico correto, você pode ter tipo uma lesão oculta no momento do trauma ou estar desenvolvendo alguma outra patologia, procure rapidamente um ortopedista.

      Excluir
  50. Cara Sra Sonia, obrigado por seguir o Blog, sou secretaria do Dr Marcos e vou tentar orientá-la, diariamente recebemos mais de 30 perguntas, infelizmente Dr Marcos não poderia responder a todas. As perguntas são pre selecionadas pelos seus auxiliares que repassam a ele somente algumas perguntas, a prioridade é para responder as perguntas de interesse geral. Por favor Leia acima Sobre o Blog ; http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

    ResponderExcluir
  51. Olá Dr,
    Estou com duvidas relacionadas aos ligamentos quando lesionados junto à fraturas trimaleolares.
    Lendo os depoimentos e até anteriormente, vi o uso de parafusos trans-sindesmal em fraturas assim.
    Gostaria de saber se nesses casos eles são indispenssáveis?
    Quais seriam as possiveis complicações relacionadas a movimentação se esses parafusos não forem utilizados ?
    No meu caso por exemplo eles não foram. Estou voltando a andar sem muletas depois de 6 meses e duas cirurgias. Não tenho nenhuma restrição aparente, além é claro do caminhar que mais parece o “pirata perna de pau”.
    Sinto dores apesar de achar ser bem normal depois do tamanho do estrago, e meu peso enorme, mas só pra confirmar gostaria de mais uma opinião.
    Qual o tempo maximo pras dores sumirem?posso ter desalinhamento do esqueleto causado por lesoes de ligamentos mau cicatrizados ou algo assim?

    Obrigada,
    Agradeço a atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ha prazo máximo para recuperação das dores, porém elas melhoram com fisioterapia, os ligamentos são importantes pois são eles que mantem as articulações reduzidas, a perda dos ligamentos pode levar a instabilidade articular e artrose secundária

      Excluir
  52. TIVE UM ACIDENTE EM GOIAS O MÉDICO NA EMERGÊNCIA SOLICITOU UM RAIO X E APOS AVALIAR ME INFORMOU QUE FRATUREI O TORNOZELO E ROMPI O LIGAMENTO, PASSOU LORNOXICAM , FLAVONID E LISADOR PARA EU TOMAR DURANTE 10 DIAS DIAS USANDO COMPRESSA DE GELO NO TORNOZELO APOS 10 DIAS PROCURAR UM ESPECIALISTA PARA REFAZER O RAIO X COM O PE NO CHÃO PRA SABER SE PRECISAREI DE CIRURGIA. MAS VOLTEI PRA SALVADOR, PROCURO O MÉDICO LOGO OU ESPERO OS 10 DIAS COMO INFORMADO? ELE IMOBILIZOU MEU PÉ COM TALA GESSADA.

    ResponderExcluir
  53. quebrei meu tornozelo e estou a 6 semana sem colocar o pé no chão.quais probabilidade de ter uma boa recuperação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A recuperação é diretamente proporcional a dedicação ao tratamento e a fisioterapia e inversamente proporcional a gravidade da lesão.

      Excluir

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG
http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html
Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Últimas Artigos Revisados ou Publicados

Vídeos com Aulas e entrevistas com Dr. Marcos Britto da Silva

Loading...

Video Artroscopia de Joelho - Meniscectomia

Video Luxação Acromio Clavicular no Ombro

Video de Reconstrução do LCA

Localize Artigos por data