Dor no Peito e Sindrome de Tietze

O que é a Síndrome de Tietze?
Síndrome de Tietze é uma inflamação entre a cartilagem costal e o externo. Podemos defini-la como uma externo-condrite.

Porque essa patologia recebe esse nome?
A externo-condrite foi descrita pelo cirurgião alemão Alexander Tietze que deu nome a síndrome.

Como a doença de manifesta?
A principal queixa da síndrome de Tietze é a dor aguda. Essa dor torácica aguda muitas vezes assusta o paciente que pensa que está infartando. Diferente do infarto ocorre aumento da dor com a palpação local a região fica dolorida e algumas vezes inchada (edema, aumento de volume local)

Quanto tempo dura a Síndrome de Tietze?
A duração é variável e está relacionada a sua causa. Pode duras poucos dias nos casos após esforços físicos porém a literatura salienta casos de ate 12 semanas nos casos de infecção viral.

A dor pode se tornar crônica?
Sim, porem isso é raro.

Quais as características da dor na Síndrome de Tietze?A dor pode ser idêntico a um ataque cardíaco e pode causar hiper ventilação, ataques de ansiedade, desmaios, ataques de pânico, torpor temporários e pseudo paralisia nos paciente mais ansiosos. A dor piora com a inspiração profunda e à leve palpação local.

O que causa a síndrome de Tietze?Não sabemos exatamente as causas da Síndrome de Tietze, porém muitas vezes resulta de um esforço físico, tosse repetida, espirros, vômitos, impactos no peito ou mesmo rir seguidamente .

Qual o diagnóstico diferencial?
Como os sintomas podem ser semelhantes é importante descartar um ataque cardíaco.

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte

Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 30/11/2011

Comentários

  1. Ola Dr MArcos,

    gostaria de saber se eh do seu conhecimento algum medico que trate dessa sindrome em SP. Muito pouca conhecida, acompanho minha mae nas consultas e ninguem dah um diagnostico. Pesquisei muito ja e todas os sinais e sintomas dela batem com a sindrome de Tietz. Mas comento com o especialista e eles nao fazem ideia do que estou falando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou assim faz 2 anos fiz tudo já tomei tanta medicação

      Excluir
  2. Dr. Marcos sou gisele tenho 28 anos e descobri q estou com condrite estou fazendo tratamento com bloqueio da dor e fisioterapia ma ainda sinto dor vou fica essa dores vao passa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisele. Queria saber se suas dores passaram. Eu tenho muitas dores a 3 anos. Já não sei o que fazer. Fui a 9 médicos e apesar de identificarem a inflamação clavicula esterno e 1a. Costela e esterno não conseguem me passar um tratamento que alivie a dor por definitivo.
      Por favor me responda.
      Grata,
      Alessandra bentoalep@hotmail.com

      Excluir
  3. . Também tive estes sintomas. Fui ao médico e ele passou cataflam gel.

    ResponderExcluir
  4. Então, sinto essas dores a muito tempo, ao que no dia 8 de março senti essa dor e foi muito forte não podia me mexer que doía, ate respirar era difícil, fui para uma emergência de um hospital aqui no RJ onde o medico disse que eu estava com essa síndrome de tietze, foi onde comecei a pesquisar sobre o assunto, e realmente eu tenho vários ataques de risos frequentemente, e pego muito peso, sou técnica de enfermagem, mas graças a Deus vi que tem cura. No inicio achei que estava infartando mesmo, é uma dor horrível.

    ResponderExcluir
  5. Olá, meu nome é Maíra, eu tive síndrome de tietize, realmente a dor é insuportável,meu tratamento durou alguns meses, a princípio fui diagnosticada erroneamente com câncer de mama, entrei em desespero pois minha filha ja época tinha 2 anos, fiquei com medo de não poder cria-la.Como meu pai e minha mãe faleceram proveniente de infarto, ambos, achei que estava infartando, cheguei cair no chão sem conseguir respirar, não dormia à noite,pois, não tinha posição por causa das dores,

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Quem melhorou qual foi o tratamento estou com essa dor a mais ou menos 4 meses

    ResponderExcluir
  8. Bom dia, venho com essa dor a anos só que as vezes aliviava agora de 7 meses pra cá a dor é constante já tomei vários antiflamatorios amenizando a dor por algumas horas.
    Já fiz raio x e ultrassonografia do esterno uns diz que e Síndrome de Tietz e outros artrose na verdade não tive uma resposta exata do que tenho.
    A dor é insuportável se eu ficar parado ameniza e eu me movimentar, tossir ou espirrar dou muito.
    O que faço para acabar com esse sofrimento?
    Att Celso ZAP 21996052442

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura do Antebraço

Fratura de tíbia - Diafisaria

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),