Tratamento da Artrose do Joelho

A artrose de joelho não é sinônimo de envelhecimento e está relacionada com a capacidade funcional,  a intervenção terapêutica trará considerável melhora de qualidade de vida.
Importante lembrar que para obtermos resultados positivos o paciente deve estar motivado e seguir as orientações médicas.
A prática de atividades esportivas deve ser estimulada, porém sob orientação de um profissional habilitado. Cuidado com rampas e escadas, elas devem ser usadas com cuidado.
A ergonomia do trabalho doméstico e profissional podem influenciar no quadro de piora da dor.
O Fortalecimento com ganho de massa muscular do músculo quadríceps deve ser feito nas artrites e artroses do joelho e melhoram a qualidade de vida.
Os exercícios Aeróbios e Condicionamento físico devem ser incentivados pois trazem resposta positiva a meio  e longo prazo. 
O Alongamento e a Flexibilidade melhoram o quadro clínico da doença e aumentam a sobrevida da articulação.
Os imobilizadores elásticas são efetivos no tratamento temporário da sintomatologia dolorosa da  artrose fêmuro-patelar
O uso de estabilização de tornozelo e palmilhas podem ser eficientes na melhora da dor e função na artrose do compartimento medial do joelho.
A Termoterapia (calor e frio) e eletroterapia analgésicas (TENS) podem ser fatores coadjuvantes no tratamento sintomático da dor nas osteoartrites
O tratamento idealmente deve ser multifatorial, pois a prescrição isolada de medicamentos pode não ser suficiente para o controle da osteoartrose do joelho.
Os analgésicos simples podem ajudar no tratamento da dor e devem ser tentados antes dos antinflamatórios mais potentes
O uso de analgésicos com ação diversa dos antinflamatórios não hormonais pode ser tentado como a Capsaicina que é um bom agente terapêutico para sintomatologia dolorosa, porém os efeitos colaterais decorrentes do uso tópico (irritabilidade epidérmica) podem limitar o uso.
– Antinflamatórios tópicos podem ter um  efeito significativo no tratamento sintomático da dor aguda ou crônica nas artrites e artroses do joelho
– A infiltração intra-articular com esteróides também podem ser indicada como tratamento nos casos de quadro inflamatório evidente.
– O uso intra-articular da viscosuplementação com ácido hialurônico pode ser indicado para o tratamento da osteoartrite do joelho.
As artroses avançadas que não responderam satisfatoriamente as medicas conservadores podem se beneficiar de tratamento cirúrgico. As cirurgias podem ser: desbridamento artroscópico, osteotomias e artroplastias. Importante ressaltar o papel das osteotomias, pois são procedimentos que devem ser feitos precocemente em pacientes selecionados ( leia mais nesse blog)
. São feitos dois tipos de osteotomias:
– Profilática, indicada precocemente em pacientes sintomáticos e ainda sem alterações radiográficas para a correção dos desvios de eixos articulares.
– Terapêutica, indicada em casos sintomáticos e com alterações radiográficas. É feita para modificar o eixo de alinhamento do membro afetado e deslocar a carga para outra região da superfície articular.
As artroplastias totais ( protese total de Joelho) promovem acentuada redução na dor e melhora funcional na maioria dos pacientes com osteoartrite
As próteses estão Indicadas principalmente na dor e incapacidade funcional persistentes da osteoartrite de joelho e que não tenham melhorado com tratamento conservador

Esse artigo é baseado no Consenso Brasileiro do Tratamento da Artrose e reflete escrito por Coimbra, IB et al. Rev Bras. Reumat Vol 42.

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 01/05/2015

Leia mais Sobre Artrose

Comentários

  1. Cuide bem do seu joelho, vc não tem ideia das complicações que um joelho lesionado pode trazer!
    com o passar do tempo, e passa rápido, vc começa a sentir o outro joelho também; aí se vc pisar torto sentirá o quadril; depois o ombro pq vc ajuda seu joelho, para se levantar etc.; de repente a coluna por falta de postura, o nervo ciático... isso quando vc se policia o tempo todo, procura adequar uma atividade física, como hidro ou pilates, remédios caros, fisio, gelooooo etc. e já não aguenta mais a cara do médico,um especialista raro e sobrecarregado,"o qual não o Dr. Marcos, pois moro no outro extremo do país" então,nem sempre seu médico tem as respostas q vc quer ouvir, e dispara... Esse joelho tende a piorar... é dor crônica. Resultado vc pode ficar deprimido também! Mas não se desespere, eu não tenho patela e ainda estou de boa, o que está estressando é a condropatia do outro joelho.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário Marly, você tentou responder um comentário em outro Post? Você é a primeiro pessoa que posta nesse artigo e o modo como você escreveu pareceu que você estava tentando enviar um recado a outro paciente.

    ResponderExcluir
  3. Olá Dr. Marcos, Por ser seguidora do blog, tudo o que diz respeito a joelho me interessa, como artrite também é um desgaste como condropatia, mesmo que por situações diferentes, fico a procura de dicas que podem me ajudar e acabei passando um recado a outros pacientes também, desculpe a intromissão, talvez por sentir-se uma solitária paciente de patelectomia que não tenha com quem trocar experiências, consequência desabafei aqui.
    Estou me organizando para visíta-lo no próximo ano.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Doutor tenho 21 anos,pratico longboarder e sofrir um trauma no epicôndilo lateral ao bater o joelho,sentir dor no momento,mas foi dor do choque,achei que nao tivesse nada so a pancada msm,em seguida continuei praticando,fui pra casa e ate no dia seguinte voltei a andar com o long e depois de dar várias voltas comecei a sentir o joelho,passou a doer e a inchar,fiquei 6 dias tomando medicamentos que melhorasse,achei que fosse um machucado,ate que resolver ir a um ortopedista que detectou osteoartrite,passou os devidos medicamentos e já foi logo mandando ir fazer fisioterapia! Se eu não tivesse continuado andar de long,isso poderia ser apenas um machucado? Posso ter agravado ? Andei pesquisando pela NET alguns falam que não tem cura outros que sim,eu vou poder a andar novamente de longboard? Morro de medo pois não vivo sem esse esporte! Ja tem 7 dias na fisio e a debilitação do movimento ainda é a mesma de quando começou a lesão, apenas melhorou na dor! Ainda sinto dor quando apoio a perna! Me responda pfv o mais breve,confio muito em você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A osteoartrite é incomum aos 21 anos e em geral em paciente jovens é secundária a uma fratura com desvio articular prévio. Os casos incomuns devem ser investigados mais a fundo.

      Excluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura do Antebraço

Fratura de tíbia - Diafisaria

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),