O osso doi ?

O osso é inervado? 

Sim, Nervos foram identificados no ossos. 
Sua função recentemente se tornou o foco de estudo intenso. O Controle metabólico do osso é influenciado pelo sistema nervoso. Transmissores em potencial dessa influência incluem:
  • glutamato, relacionado ao gene da calcitonina proteína (CGRP), 
  • substância P, 
  • peptídeo intestinal vasoativo (VIP), 
  • adenilato ciclase pituitária ativando polipeptídeo (PACAP), 
  • leptina 
  • catecolaminas.
Distúrbios do Sistema Nervoso - central ou periférica - podem ter influência significativa sobre a saúde  e reparação óssea. Esses distúrbios tem potenciais influências neurais em condições como 
  • Osteoporose 
  • consolidação da fratura, 
  • osteoartropatia de Charcot, 
  • síndromes de dor músculo-esquelética, 
  • ossificação heterotópica, 
  • crescimento  e desenvolvimento do esqueleto relacionadas à obesidade 
INTRODUÇÃO Ao presenciarmos um paciente com fratura, nenhum cirurgião ortopédico duvida que o osso doi. No entanto, a suposição era sempre que só o periósteo, e não o tecido ósseo em si, era inervado. 

Algumas condições demonstram clinicamente a influencia do sistema nervoso sobre os ossos tais como a atrofia de Sudeck em associação com a síndrome de dor crônica regional, a ossificação heterotópica no cenário de traumatismo craniano, a neuroartropatia em diabéticos (Artropatia de Charcot) etc. 

A primeira documentação de uma relação anatômica entre os nervos e os ossos foi feito através de xilogravura, por Charles Estienne em Paris, em 1545. Seu diagrama demonstra nervos que entram e saem dos ossos de um esqueleto. Estudos mais específico da inervação óssea aguardavam a disponibilidade de tecnologia que pudesse ver microscopicamente o osso. em 1966 Reginald Cooper publicou suas descobertas a partir de microscopia eletrônica do osso cortical e demostrou é ele densamente inervado
No ano seguinte Calvo e Fortez-Vila demonstraram a diferenciação de fibras mielinizadas e não-mielinizadas associadas com os vasos arteriais e sinusóides venosos no osso
A Histofluorescence de noradrenalina identificou fibras nervosas simpáticas uma década mais tarde.
Finalmente, em 1986, Hohmann et al. informaram a localização imunohistoquímica de peptídeo intestinal vasoativo (VIP) contendo fibras simpáticas no osso. 
 Nervos são encontrados em todo o periósteo e acompanham vasos nutrientes nos espaços perivasculares de canais de Havers. Eles têm uma maior densidade perto das áreas ósseas metabolicamente mais ativas, como na epífise e metáfise, especialmente em torno da  epífise de crescimento.

O osso dói?

Sim, o osso dói.

Dr. Marcos Britto da Silva

Ortopedista, Traumatologia e Medicina do Esporte

Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
atualizado em 27/11/2018

Comentários

  1. Boa noite Dr. Marcos.
    O senhor não faz ideia de como essa sua postagem me ajudou. Muito esclarecedora. Eu sou portadora de Feocromocitoma, e durante essa ultima crise eu sentir dores terríveis nos ossos. Quando a crise cessou, observei que a dor passou. O medico já tinha passado ate medicação para outra síndrome. Mas meu medico assistente me pediu para esperar a crise cessar. Agora ao ler a sua postagem, compreendi melhor meus sintomas. O Controle metabólico do osso é influenciado pelo sistema nervoso. Transmissores em potencial dessa influência incluem: Catecolaminas, isso explica o que eu não fazia ideia do que estava acontecendo comigo. Obrigada. Um trabalho muito gratificante, levar o seu conhecimento ao mundo a fora. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura do Antebraço

Fratura de tíbia - Diafisaria

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),