Prótese de Joelho Pós Operatório Imediato

Pacientes com artrose de joelho (gonartrose) em casos avançados são candidatos a uma prótese de substituição do joelho, alguns pacientem em casos iniciais se beneficiam também de osteotomia de tíbia. A Prótese total de joelho pode ajuda na recuperação dos movimentos do joelho e melhorar a qualidade de vida. Quando o paciente fica desanimado de sair de casa e andar pequenas distancias devido a dores no joelho talvez seja a hora de procurar um ortopedista e considerar a possibilidade de um tratamento definitivo.

O joelho novo
Embora o paciente seja capaz de retomar a maioria das atividades, deve evitar atividades que colocam o stress excessivo no novo joelho. As sugestões a seguir podem ajudar o paciente a se adaptar à sua nova articulação e retomar suas atividades diárias de forma segura.

Mobilização Precoce
O paciente quer descansar após a cirurgia, porém a mobilização precoce é importante. Os principais fatores que dificultam a mobilidade precoce são a dor e a atrofia muscular.
Para facilitar a recuperação após a cirurgia o paciente deve iniciar um programa de exercícios e fisioterapia ainda antes da cirurgia. Uma maior força no quadríceps facilita muito o pós operatório e ajuda no controle da dor. Atividade precoce é também importante para neutralizar os efeitos da anestesia e para encorajar a cura. O seu ortopedista e um fisioterapeuta darão instruções específicas sobre tratamento da ferida, controle da dor, dieta e exercício.

Tratamento da Dor 
O controle adequado da dor é importante na recuperação precoce. Embora a dor após a cirurgia seja bastante variável e não totalmente previsível, ela pode ser controlada com medicação. Inicialmente a medicação de controle da dor é feita com medicações endovenosas e posteriormente orais. Recordar que é mais fácil prevenir a dor do que controlar a dor depois que ela está instalada.

Outras medidas pós-operatórias 
O uso de antibióticos e medicações anticoagulantes também ajudam na prevenção de complicações.

Alimentação e sistema digestivo 
O paciente pode perder o apetite e se sentir enjoado ou com prisão de ventre durante alguns dias. Estas reações são normais. O paciente pode receber um cateter urinário durante a cirurgia e ser dada laxantes para aliviar a constipação causada pelas medicações para a dor após a cirurgia. O paciente será ensinado a fazer exercícios de respiração para evitar o congestionamento pulmonar.

Curativo.
Inicialmente, o paciente recebe m curativo volumoso ao redor do joelho e um dreno para remover qualquer acúmulo de líquido ao redor do joelho. O dreno será removido em um ou dois dias. Meias compressivas e um sistema de movimento passivo contínua está disponível em alguns hospitais.

Fisioterapia
A fisioterapia é muito importante e pode começar no dia seguinte a cirurgia. O primeiro passo é recobrar o arco de movimento a seguir, andar é permitido nos primeiros dias porém em geral com o uso de um andador ou um par de muletas, o fisioterapeuta irá ajudar muito nessa recuperação.

Dr. Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Traumatologista e Médico do Esporte
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
atualizado em 10/03/2013

Comentários

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Postagens mais visitadas deste blog

Quanto Custa Uma Cirurgia?

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Entorse do Tornozelo

Fratura do Antebraço

Fratura de tíbia - Diafisaria

Consolidação das Fraturas

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),