Pseudartrose Causas e sintomas

Será que o meu osso irá colar ?

Essa é uma das perguntar mais frequentes no consultório. A resposta é: provavelmente sim. O processo natural de consolidação está presente em todos os indivíduos sadios. Se você não atrapalhar provavelmente seu osso irá colar. Quando não ocorre a consolidação a doença se chama Pseudartrose

O que é a pseudartrose?

A pseudartrose é a não consolidação do osso. Pode surgir uma neo articulação com movimento anormal no meio do osso e a isso chamamos de falsa articulação.   Isso ocorre devido à cicatrização inadequada na região da fratura. O termo é derivado de "pseudo" que em grego, que significa "falso" e "artros", que significa "articulação". Assim, pode ser tomado literalmente como uma "falsa articulação" e também é sinônimo dos termos " não união ou não consolidação. "Em essência, significa que o osso não colou ". 

Quais as causas da pseudartrose?

A consolidação de uma fratura é um processo biológico natural que requer, cálcio, vitamina D, uma boa vascularização no local da fratura além de tecidos e partes moles cobrindo o osso. Esses tecidos levam sangue e oxigênio até o local da fratura. O osso é uma estrutura viva e para cicatrizar precisa também de proteínas e sais minerais. Uma boa alimentação é fundamental no processo de consolidação. O habito de fumar atrapalha a vascularização e o cigarro está diretamente associado a pseudartrose. Para que ocorra cicatrização os fragmentos ósseos devem estar quase completamente imóveis. Essa é a função do gesso e nos casos de cirurgia da colocação de placas e hastes intramedulares.

Porque colocamos placas e hastes intramedulares para tratar uma fratura ?

As placas e hastes intramedulares são chamados materiais de implante para osteossíntese. A sua função e deixar o osso estável ( parado ) para que o processo de consolidação ocorra naturalmente.

Como avaliamos a presença de uma pseudartrose?

Quando necessário, os exames raios-x simples e tomografias podem ser usados para determinar se ocorreu a consolidação da fratura. A interrupção do processo de formação de calo ósseo em radiografias seriadas determina a parada do processo de cicatrização e isso caracteriza a pseudartrose. Quando esse processo continua ocorrendo porém está lento dizemos que está ocorrendo um retardo ( atraso ) no processo de consolidação.

Existe mais de um tipo e pseudartrose ? 

Sim, Basicamente 2 tipos.

Pseudartrose atrófica 


Faltam substratos orgânicos e/ou  a vascularização está prejudicada na região. Nesses casos a formação de calo ósseo é pobre. A infecção também atrapalha a consolidação. Pode ser chamada de pseudartrose em ponta de lápis.  Com o passar do tempo a placa vai se soltando do osso.

Pseudartrose hipertrófica

O processo de consolidação está prejudicado pelo excesso de movimento porém surgir calo ósseo,  não faltam substratos e a vascularização está normal na região. Ocorre abundante formação de calo ósseo porém o osso não cola por excesso de movimento que vai quebrando o osso neo formado.
Como tratar a pseudartrose ?
Para tratar adequadamente a pseudartrose devemos determinar o que provocou a interrupção do processo de cicatrização do osso. Nesse momento fazemos algumas perguntas

  • Os substratos orgânicos para a consolidação estão presentes? 
  • A alimentação está normal?
  • O paciente tem carência de vitamina D?
  • O paciente toma sol?
  • O paciente tem alguma doença sistêmica que provoque alteração na vascularização como o diabetes?
  • As doenças sistêmicas estão controladas?
  • Esse paciente fez o repouso preconizado pelo ortopedista ?
  • A osteossíntese está estável?
  • o paciente tem alguma doença óssea como a osteoporose ou osteopenia?
  • O paciente tem alguma doença congênita que atrapalhe a consolidação?
  • o paciente tem alguma síndrome disabsortiva ou diarreia crônica/
  • Esse paciente fez cirurgia bariátrica que provoca disabsorção ?
Após a identificação das causas realizamos um planejamento visando corrigir essas causas e dessa maneira promover a consolidação da fratura. Em alguns casos pode ser necessário a realização de um novo tratamento cirúrgico com a colocação de outra placa, haste, fixador externo ou enxerto ósseo. 
Resumidamente quando há excesso de movimento estabilizamos a fratura. Quando há falta de substratos melhoramos a vascularização na região e colocamos enxertos ósseos.
Dr Marcos Britto da Silva
Ortopedista, Medicina do Esporte
Botafogo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Comentários

  1. Bom dia. Fraturei a tíbia, ha 15 dias e sinto muita dor, to usando BH ota robocop, pois não me adaptei ao gesso. Quero saber se posso aplicar gelo. Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Faz 2 anos q fraturei a tibia e sinto dores fortes ainda,pela manhã ñ consigo sair da cama sem me apoiar nas paredes ,percebo q ha a necessidade de eu aquecer com movimentos curtos ate andar bem e doi bastante .depois ganho o movimento ,e todo dia é assim.ainda incha bastante .meu medico ja marcou a retirada.e estou com medo,tipo: vou andar bem depois ,vou sentir essas dores q sinto agora? To pensando em desistir da cirurgia ,me ajuda a ter clareza sobre isso..agradeço

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, minha mãe necessita trocar a prótese de joelho e para isso precisa ser colocado um pedaço de osso para que a perna não fique curta, pois já vai para a quarta vez que será trocada a prótese gostaria de receber informações de onde pode ser rea

    ResponderExcluir
  4. O meu osso do fêmur com haste e parafusos não consolidou tem mesmo qui fazer imcheto tem 11 mês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A colocação de enxerto ósseo é uma das formas de tratar a pseudartrose.

      Excluir
  5. Olá doutor marcos faz 8 anos e 7 meses que estou acidentada, fiz 8 cirurgias, coloquei 5 placas que tiveram que serem tiradas cada dois meses por causa da rejeição, foi feito enxerto com o osso do quadril mas morreu, agora por último foi colocado fixador porém ficou só 14 dias pois deu rejeição e infecçao, foi colocado gesso para colar o osso e não colou, a fratura continua a mesma de 8 anos atrás e os médicos não sabem mais o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Casos complexos são complexos para todos os médicos. Você precisará se tratar e ter paciência e perseverança

      Excluir
  6. Olá dr faz uns 35 dias que fraturei a clavícula na lateral o osso está encavalado e normal ter dor ainda estou com uma tipoia ele vai colar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ossos em geral caminham para a consolidação. Algumas apresentações específicas tem maior chance de pseudartrose temos que analisar caso a caso. Tenha fé e siga as orientações do seu ortopedista.

      Excluir
  7. Bom dia doutor faz uma semana que sofri um acidente de moto e quebrei a clavícula e até agora não consegui marcar a consulta pelo sus gostaria de saber quanto tempo posso esperar e se com o passar do tempo pode piorar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os casos de fratura requerem avaliação médica rápida. Caso o ortopedista não esteja disponível procure um médico clínico inicialmente.

      Excluir
  8. Boa tarde!! Coloquei uma placa tem 1 mês o/ tratar da pseudoatrose,só que a placa quebrou ontem, Será posso colocar a placa de novo ou só o Ilizarov pode resolver?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A falha precoce o implante está associada a estresse mecânico. A indicação de nova cirurgia e da técnica que será empregada precisará da colaboração do paciente em seguir as orientações médicas a risca. Como por exemplo pisar somente quando o médico autorizar e na intensidade que ele autorizar. Carga completa sem que a fratura esteja consolidada ou a pseudartrose curada podem estar associadas a quebra precoce da placa.

      Excluir
  9. Boa noite. Minha mãe com 68 anos fez 2 cirurgias no fêmur. Houve pseudoartrose após a primeira. Na segunda foi colocado enxerto e foram feitas todas as orientações determinadas pelo médico mas após 6 meses ainda não consolidou. Pode nos dar uma orientação? Obrigada

    ResponderExcluir
  10. OI BOA NOITE, EU FRATUREI O 5º METATARSO DO PÉ DIREITO, E COMO EU NAO PUDE DEIXAR DE AJUDAR A MINHA ESPOSA EM CASA E COMO FOI FINAL DE ANO NAO TIVE O TRATAMENTO ADEQUADO. O QUE DEVO FAZER PARA ME RECUPERAR DESTA FRATURA NESTE MES DE FEVEREIRO E A POSSIBILIDADE DE JOGAR BOLA EM MARÇO. AGUARDO RESPOSTA E OBRIGADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando optamos por não seguir as orientações médicas assumimos o risco de complicações. Você deveria retornar ao médico, explicar a situação, fazer novos exames para determinar qual a melhor conduta no momento. Não seguir as orientações médicas pode fazer com que a fratura não cole.

      Excluir
  11. Meu filho de 23 anos teve uma fratura de calcâneo bilateral (queda de 15 metros de pé). A ortopedia do hospital disse que não vai operar, porque a perca osseó foi "importante demais". Isso pode ser mesmo? Existe essa possibilidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em algumas situações a comunicar cominuição é tão intensa que CMOS equipamentos disponíveis não é possível realizar a síntese.

      Existem materiais especiais e fixadores externos para esses casos porém infelizmente estão disponíveis em grandes centros e hospitais privados.

      Excluir
  12. Bom dia!!!
    Dr. Marcos Brito quebrei a tíbia e fibula fiz a cirurgia ja,to com uma tala e gesso por dentro quando ando de moleta a perna quebrada fica pesada e parece q o sangue vai pra ela tanto q os dedos dos pés ficam vermelhos e normal vou retornar agora pois vai fazer uma semana de cirurgia.
    E tbm achei estranho q passaram remédio só pra dor não passou antibiótico nada de específico.
    Geralmente a perna e engessada ou não, quais suas recomendações pra ter uma recuperação boa ,cálcio e bom tomar?
    Obrigado aguardo sua resposta .

    Att.

    Gledson .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia nesse blog sobre: fratura de tíbia, consolidação de fraturas, vasoplegia e importância da vitamina D e cálcio

      Excluir
  13. Bom dia eu sou Engracia Brito, a 19 dias sofre uma fratura no úmero e colocaram -me gesso , mais tiveram que retirar por duas vezes gesso porque estava a mi queimar e a fazer - me bolas de água e posseram uma tala para poder curar as feridas e voltar a colocar o gesso . Gostaria de ouvir a sua opinião Dr Marcos Britto.
    Porque que o gesso queima a e aquece muito

    ResponderExcluir
  14. Dr Marcos estou com 11 meses de cirurgia do plato tibial coloquei 4 placas e 14 pinos e não estou conseguindo soltar peso para diabular sinto dor e inchaço além de ficar bem vermelha a perna
    Ja fiz fisio nao teve evolução pq não consigo forçar a carga
    Eu sou bariátrica ,os médicos sabem mas não passaram nenhuma medicação ou suplemento para ajudar na consolidação dos ossos
    Esta colando ainda ou deu peseu . O medico disse ter 1 ano para avaliar melhor
    O que o dr me diz
    Estou preocupada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cirurgia bariátrica pode levar a síndromes desabsortivas que podem ajudar na não consolidação de uma fratura. Uma é uma possividade porém não é uma certeza. A suplementação deve ser idealmente avaliada pela equipe médica que está acompanhando o paciente pós cirurgia bariátrica. O diálogo entre os vários médicos que cuidam de você pode ajudar nesse processo.

      Excluir
  15. Dr Marcos tive uma fratura de fibula passei por cirurgia para colocação de placa e parafuso mas no raio x à um espaçamento entre os fragmentos mesmo assim à possibilidade de eles colarem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afastamentos pequenos são preenchidos por osso do próprio organismo, afastamento grandes e sem contato ósseo são mais difíceis de consolidar.

      Excluir
  16. Olá Dr gostaria de saber se posso fazer exercícios tendo feito uma cirurgia no tornozelo foi colocado 5 parafusos, platina e pino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Após a consolidação da fratura de tornozelo e da recuperação dos ligamentos em geral liberamos para esportes. No seu caso específico sugiro conversar com o seu cirurgião ortopedista para avaliar a fase de consolidação da fratura e a recuperação dos figamentos. Ema alguns casos é necessário a realização de fisioterapia antes de retornar aos esportes.

      Excluir
  17. Boa Noite. Dia 1° desse mês tive uma fratura corpo da escapula. Logo, gostaria de saber quanto tempo para osso calcificar é poder ser liberado para fazer fisioterapia. É outra pergunta, é normal não conseguir levantar o braço, eu vou recuperar meus movimentos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. leia sobre a consolidação das fraturas aqui https://www.marcosbritto.com/2010/07/consolidacao-das-fraturas.html

      Excluir
  18. Dr. Marcos, fraturei o fêmur em 2013 e até então já realizei 4 cirurgias para colocar placa, a minha última cirurgia tem 15 meses e foi colocado muito osso da minha bacia, recentemente devido à dores na coxa descobrir que quebrou a placa. Estou sentindo dores frequentes... gostaria de saber do senhor quantas cirurgias um fêmur é capaz de suportar? Tenho 30 anos, foi fratura exposta e rompi também os ligamentos e fiz raspagem de infecção no osso da canela. Me ajude com uma palavra de experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não existe um número

      Eu diria quantas porém nesessárias.

      Excluir
  19. Sofri um acidente de moto e quebrei a fíbula e tíbia , ai fiz a cirurgia depois de alguns meses precisei encherto. O osso esta consolidado mais mesmo assim ainda sinto dor e nao consigo andar direito . O que devo fazer?

    ResponderExcluir
  20. Olá tive uma fratura na costela a 5 mês atrás dês de então tenho tido exceço de arrotos e falta de ar quando respiro pela boca isso pode ser por conta da fratura ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses sintomas comumente não estão relacionados a fraturas antigas de arcos Arcos costais. Sugiro procurar um médico clínico

      Excluir

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Mais Lidos

Compressão do Nervo Ulnar no Cotovelo e Punho

Consolidação das Fraturas

Vitamina D Pura DePURA

Lesão Meniscal no Joelho

Cirurgia para tratamento da Fratura de Tornozelo

Frio ou Calor

Fratura de tíbia - Diafisaria

Entorse do Tornozelo

Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),