Dr. Marcos Britto da Silva - Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: ALOENXERTO NA CIRURGIA DE RECONSTRUÇÃO DO LCA

ALOENXERTO NA CIRURGIA DE RECONSTRUÇÃO DO LCA

Aloenxertos para reconstrução do LCA

Os aloenxertos são enxertos de cadáveres e estão se tornando cada vez mais populares. Estes enxertos também são usados ​​para pacientes que falharam numa reconstrução prévia do LCA  e em cirurgias para reparar ou reconstruir mais de um ligamento de joelho. As vantagens do uso de tecido de aloenxerto incluem a eliminação da dor causada pela obtenção do enxerto do paciente, diminuição do tempo de cirurgia e incisões menores. O aloenxerto do tendão da patela permite a fixação óssea forte nos túneis do osso tibial e femoral com parafusos.

No entanto, os aloenxertos estão associados a um risco de infecção, incluindo a transmissão viral (HIV e hepatite C), apesar do rastreio e processamento cuidadoso. Várias mortes ligadas à infecção bacteriana por meio de tecido de aloenxertos (devido a técnicas inadequadas de aquisição e esterilização) levaram a melhorias nas técnicas de teste e processamento de tecido de aloenxerto. Também houve resultados contraditórios em estudos de pesquisa sobre se os aloenxertos são ligeiramente mais suscetíveis ao alongamento do enxerto (alongamento), o que pode levar ao aumento do laxismo durante o teste.

Algumas literatura publicada indicam uma maior taxa de falhas com o uso de aloenxertos para a reconstrução do LCA. As taxas de falha mais altas para aloenxertos foram relatadas em pacientes jovens e ativos que retornam a atividades esportivas de alta demanda após a reconstrução do LCA, em comparação com os auto-enxertos.

O motivo dessa maior taxa de falha não está claro. Pode ser devido às propriedades do material do enxerto (processos de esterilização utilizados, idade do doador do enxerto, armazenamento do enxerto). Poderia ser devido a um retorno mais aconselhável anterior ao esporte pelo atleta por causa de uma recuperação fisiológica percebida mais rapidamente, quando o enxerto não está biologicamente pronto para ser carregado e estressado durante atividades esportivas. Pesquisas adicionais nesta área são indicadas e estão em andamento.

NÃO USO ALOENXERTO NAS MINHAS CIRURGIAS

Leia Mais


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE POSTAR SEU COMENTÁRIO Leia SOBRE O BLOG

http://www.marcosbritto.com/p/blog-page.html

Somente os seguidores do Blog poderão postar comentários.
Não realizamos consultas pela internet!

Google+ Followers