Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2019

Programas de Prevenção em idosos

A incidência de quedas está relacionada com a inatividade e pacientes que saem pouco de casa. Duas metanálises indicam que o efeito de programas de prevenção de quedas reduzem o número de quedas. 

A hospitalização prolongada equivale a não sair de casa e contribui para a ocorrência de quedas. Com a tendência atual de hospitalização mais curta, os métodos de prevenção de queda aguda devem ser eficazes dentro desses períodos abreviados, nosso maior desafio é tirar os idosos de casa. 
Cumming e cols. realizaram um estudo randomizado envolvendo 3.999 pacientes. Um grupo passou 25 horas por semana com uma fisioterapeuta que realizou avaliações de risco de queda; forneceu educação para pacientes e familiares; e providenciou auxílios para caminhar adequados, uso de óculos, modificações ambientais e maior supervisão. Essa profissional de saúde também consultou especialistas sobre ajustes na medicação e gerenciamento de confusão e problemas relacionados ao pé. Uma fisioterapeuta viu os mesmos pa…

Fatores de Risco de queda em idosos

Naqvi e cols. estratificaram o risco de queda em duas categorias principais: intrínseca e extrínseca. Fatores de risco intrínsecos são endógenos ao paciente (por exemplo, comorbidades, estado funcional). Estes incluem idade, sexo, histórico de queda, comprometimento cognitivo, status socioeconômico, condição psicológica, medo de cair e atividades restritas da vida diária. Muitos fatores intrínsecos não são modificáveis ​​(por exemplo, idade). Os homens têm maior probabilidade de sofrer uma queda fatal, enquanto as mulheres são mais propensas a sofrer uma fratura.  Quais as comorbidades que estão ligas as quedas no pacientes idosos ?As comorbidades incluem diabetes, doença de Parkinson, osteoporose, história de acidente vascular cerebral, artrite, défice sensorial periférico, desnutrição, arritmia e hipotensão ortostática. As deficiências funcionais incluem imobilidade ou redução da força muscular, tontura e vertigem, deficiência visual, calçados inadequados, incontinência, uso de medic…

Dicas de Corrida e Aquecimento

Imagem
PROGRAMA INICIAL DE CORRIDA E AQUECIMENTO.        Um bom condicionamento físico é o primeiro passo para reduzir as lesões, para isso é importante criar um programa de treinamento, converse com um professor de educação física ou leia livros a respeito. Usar roupas e os calçados apropriados Conhecer o ambiente onde você irá correr. Planejar um programa de corrida progressivo para evitar distensões e ferimentos. Antes de iniciar a corrida fazer um aquecimento de cinco minutos (que deve elevar sua temperatura corporal em um grau centígrado) a seguir realizar exercícios de alongamento suave, Durante o tempo quente, preferir exercícios pela início da manhã ou ao anoitecer. POLUIÇÃO Não correr quando os níveis de poluição estiverem elevados. Qual a melhor HIDRATAÇÃO durante a corrida ? Começar sua corrida com o corpo pré hidratado. Tomar aproximadamente 300 ml de liquido isotônico 10 a 15 minutos antes de iniciar a corrida. ( você pode usar um copo d’água com uma colher de açúcar e uma pitada de sa…

Qual o Colchão ideal?

Imagem
Um terço da vida você passa sobre ele, esse provavelmente é o slogan mais famoso das lojas que vendem colchões. O problema é que se o colchão não for bom para você não conseguirá dormir nem um quarto do seu dia sobre ele. Qual o momento para trocar o colchão? Se você acorda com dores pelo corpo, sensação de noite mal dormida, dorme melhor num hotel ou na casa de um amigo do que na sua casa são sinais de que talvez você precise trocar de colchão. Porém se o colchão está deformado ou com com molas quebradas não tenha dúvida você precisa trocar o colchão urgentemente. Como devo escolher o novo colchão? Um dos critérios mais importantes na escolha é avaliar o seu peso e se você é casado ou vive com outra pessoa o peso dela também. Alguns colchões são muito confortáveis para o casal como o colchão de molas ensacadas individualmente, Ele permite que você se movimente sem movimentar a companheira, porém por são serem entrelaçadas suportam menos peso.  Em algumas situações podemos avaliar também a…

Desidratação e Calor Riscos para a Saúde

As primeiras respostas do corpo a desidratação são sede e aumento a ingestão de água, em seguida ocorre uma diminuição da produção de urina para tentar conservar a perda de água. A urina irá tornar-se mais concentrado e de cor amarela mais forte. O sangue ficará com maior osmolaridade.
A medida que aumenta o nível de perda de água, maiores são os sintomas.  - Boca seca - Os olhos param de produzir lagrimas e os olhos ficam secos - Ocorre diminuição da produção de Suor - Cãibras musculares - Náuseas e vômitos - Palpitações cardíacas - Tontura (especialmente quando está de pé - hipotensão postural ) - Fraqueza - Diminuição da produção de urina
Qual a resposta do coração a desidratação? O corpo tenta manter o débito cardíaco (a quantidade de sangue que é bombeado pelo coração para o corpo), aumentando a frequência cardíaca - taquicardia.
Como fica o fluxo sanguíneo durante a desidratação? Se a quantidade de líquido no espaço intra vascular estiver diminuída, o corpo tenta compensar esta r…

7 benefícios dos exercícios

Imagem
Você provavelmente tem uma sensação de que o exercício é bom para você, e você provavelmente já ouviu falar que é "saudável para o seu coração."
Mas se você for como a maioria das pessoas, isso não é motivação suficiente para levá-lo a a realizar exercícios e suar com  regularidade. A revista TIME publicou na capa,  O exercício cura "The Exercise Cure", apenas 20% dos norte-americanos praticam 150 minutos de atividade física cardiovascular por semana, mais de metade de todos os baby boomers relatam que não praticam qualquer exercício, 80,2 milhões de americanos com mais de 6 anos de idade são totalmente inativos. Os dados no Brasil são semelhantes
Claude Bouchard, diretor do laboratório de genética humana na Pennington Biomedical Research Center, em Louisiana afirma que "Não existe uma pílula que chegue perto do que o exercício pode fazer de bom para a saúde e se houvesse um, seria extremamente caro." O exercício é ótimo para o seu cérebro.Está provado que o …

Luxação Acromio Clavicular do Ombro

Imagem
A articulação acrômio clavicular é conhecida com articulação AC. A luxação é a perda permanente das relações articulares de uma junta. A luxação AC é uma separação completa, com ruptura dos ligamentos ao redor da articulação acrômio clavicular.  A articulação AC é onde a clavícula encontra o ponto mais alto da escápula (omoplata ou osso da Pá) chamado de acrômio.

Qual o Mecanismo de lesão na luxação acrômio-clavicular? A causa mais comum para uma luxação AC é de uma queda diretamente sobre o ombro, frequente durante um jogo de futebol ou uma queda de bicicleta. A queda machuca os ligamentos que rodeiam e estabilizam a articulação AC. Se a força for suficientemente grande, os ligamentos peri articulares rompem ao redor e de baixo da clavícula. Isso provoca usa separação da clavícula da escápula. O Omoplata se move para baixo a partir do peso do braço. Isso cria uma saliência ou protuberância na parte superior do ombro. Veja vídeo de uma cirurgia para corrigir esse problema abaixo, nesse b…

Tendinite Calcárea

Imagem
O que é a tendinite calcárea?
A tendinopatia calcária do ombro é uma patologia comum, caracterizada pela formação de depósitos de cálcio dentro dos tendões sadios do manguito rotador. É uma doença auto limitada e o curso natural é a absorção dos depósitos de cálcio e a cicatrização do tendão.

Qual a diferença entre tendinite calcárea e as calcificações degenerativas?
Importante diferenciar a tendinite calcária da calcificação degenerativa que ocorre nas inserções tendinosas de todo o organismo. As principais diferenças são: na tendinite calcária do ombro as calcificações ficam a um ou dois centímetros da inserção tendinosa e ocorrem em tendões sadios, geralmente com a forma arredondada. Na calcificação degenerativa os depósitos ocorrem junto a inserção dos tendões e ligamentos e tem a forma triangular e espiculada.

Qual a origem da tendinite calcárea?
Foram propostos três mecanismos para a formação dos depósitos de cálcio. calcificação degenerativa, associação com doenças endócrinas e c…

Exercícios de Condicionamento para Ombro

Imagem
Programa de exercícios para Patologias do Manguito rotador do Ombro
Após uma lesão ou cirurgia no ombro a fisioterapia é uma etapa importante da recuperação, um programa de condicionamento exercício vai ajudá-lo a retornar às atividades diárias e desfrutar de um estilo de vida mais ativo e saudável. Um programa de condicionamento bem estruturada também ajudará a retornar aos esportes e outras atividades recreativas.

Este é um programa de condicionamento geral que fornece uma grande variedade de exercícios. Para garantir que o programa seja seguro e eficaz, o paciente deve realiza-lo sob a supervisão do seu médico. Fale com o seu ortopedista ou fisioterapeuta sobre quais os exercícios que melhor irão ajudá-lo a alcançar seus objetivos de reabilitação.

Tipos de Exercício
Força: Fortalecer os músculos que suportam o ombro irão ajudar a manter a estabilidade da articulação do ombro. Manter estes músculos fortes pode aliviar as dores no ombro e prevenir novas lesões.

Flexibilidade: Alongar os…
Minha foto
MARCOS BRITTO DA SILVA
Brazil
- Médico Ortopedista Especialista em Traumatologia e Medicina Esportiva - Chefe do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Pró-Cardíaco, - Professor Convidado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, - Membro Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte | SBMEE, Médico do HUCFF-UFRJ, - International Affiliate Member of the AAOS - American Academy of Orthopaedic Surgeons - Membro da Câmara Técnica de Ortopedia e Traumatologia do CREMERJ, - Especialista em Cirurgia do Membro Superior pela Clinique Juvenet - Paris, - Professor da pós Graduação em Medicina do Instituto Carlos Chagas, - Professor Coordenador da Liga de Ortopedia e Medicina Esportiva dos alunos de Medicina da UFRJ, - Membro Titular da SBOT - ( Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), - Membro Titular da SBTO - ( Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico), - Mestre em Medicina pela Faculdade de Medicina da UFRJ - Internacional Member AO ALUMNI Association, - Internacional Member: The Fédération Internationale de Médecine du Sport,(FIMS)/International Federation of Sports Medicine (http://www.fims.org),